Suplementação na amamentação

urso

É necessário suplementação na amamentação?

Suplementação na amamentação

Estou amamentando. Preciso suplementar?

 

Vamos entender qual a importância e a necessidade da suplementação durante a amamentação.

Ainda durante a gravidez a mãe passa por alterações hormonais, de peso e na taxa de micronutrientes, tudo isso impacta no desenvolvimento do bebê por isso a suplementação começa ainda neste período.

Ao nascer o bebê será alimentado exclusivamente pelo leite materno nos primeiros 6 meses, porém ao longo do seu primeiro ano de vida ele ainda será seu principal alimento.

Amamentar é um ato que exige muito esforço do corpo e do organismo da mãe, ela pode chegar a gastar até 800 calorias por dia.

O bebê depende do leite materno para ter todas as suas necessidades de nutrição atendidas, além de conter todos os nutrientes essenciais para o seu desenvolvimento. Ele também é responsável por fortalecer o sistema imunológico, ajudar na digestão, prevenir anemia e contribuir para o desenvolvimento do sistema nervoso.

Por este motivo a mãe precisa receber a suplementação adequada, para que seu corpo seja capaz de suprir suas necessidades e do seu bebê.

Por exemplo a deficiência de vitamina B6 pode gerar alterações neurológicas e comportamentais. A sua concentração no leite materno é determinada pela ingesta da mãe e se há ou não suplementação.

Outra vitamina muito importante é a B12, se os seus níveis estiverem abaixo do esperado, pode resultar em sintomas neurológicos e afetar o desenvolvimento do bebê. Sua suplementação aumenta os níveis no leite. 

Foi comprovado que a deficiência de Colina na infância está associada a baixa estatura e portanto, taxas nutricionalmente adequadas no leite materno são essenciais para o bom desenvolvimento do crescimento do bebê.

Os bebês já nascem com baixa taxa de vitamina A, independente da taxa da mãe, por este motivo é imprescindível sua suplementação através do leite materno, para assegurar um bom desenvolvimento na infância.

Responsável por estimular o sistema imunológico a vitamina E, também atua como antioxidante. Quando suplementada na mãe, seus índices aumentam no colostro.

Ao nascer o bebê recebe vitamina k, para evitar síndrome hemorrágica, a suplementação materna desde o nascimento até a 12ª semana aumenta o plasma do bebê.

Assim como o Ferro, o recém-nascido tem sua reserva acumulada durante o terceiro trimestre da gravidez. A sua concentração no leite materno não é suficiente para suprir as necessidades do bebê, por isso deve ser suplementado a partir dos 6 meses de vida.

Acredita-se que o Ômega3 DHA, seja essencial para o desenvolvimento visual e neurológico. Sendo indicado sua ingesta pela dieta ou suplementação.

Sendo assim compreendemos a real importância da suplementação durante a amamentação, não só para a mãe, mas também para garantir um bom desenvolvimento do bebê.

Um bjo,

Dra Kelly Oliveira

CRM 145039 RQE 47171⠀

______________________________________________________________________________

Acompanhe minhas redes sociais:

Instagram @pediatriadescomplicada

Podcast: Podcast Pediatria Descomplicada para mamãe com Dra. Kelly

Contato: drakelly@amma.com.vc

Marque uma consulta com a Dra. Kelly: Consultório Espaço Médico Descomplicado no Brasil e no mundo 

🟣 INTRODUÇÃO ALIMENTAR: https://youtu.be/5FWOO_zd5i0

🟣 SONO: https://youtu.be/JHlaGWnqYig

Blog para profissionais da saúde: Pediatria para Experts 

Youtube para profissionais da saúde: Pediatria para Experts 

Instagram para profissionais da saúde: @ped_experts

Comentários do Facebook
× Agende sua consulta!