urso

Desenvolvimento do bebê – 7 meses

Olá, mamãe, chegamos ao 7º mês de vida do seu bebê! No mês anterior, tivemos uma grande novidade que foi a introdução alimentar não é mesmo? Sei que é bem desafiante e muitas vezes frustrante.

Mas quero te lembrar que o objetivo inicial é aprender, comer será uma consequência que com o passar dos meses irá se tornar um hábito. Você vai notar que aos poucos as coisas irão se ajustar.

Alguns alimentos são aceitos e outros não, mas faz parte. As palavras chaves são paciência e persistência.

Esse mês ele terá mais curiosidade sobre os alimentos, pegando e amassando. Isso ocorre porque o bebê é muito sensorial.

Esse movimento desperta sua curiosidade e aumenta seu interesse por levar a comida até a boca.

Sim mamãe, será uma verdadeira bagunça! Mas mantenha a calma e estimule, pois faz parte do desenvolvimento.

Cada dia seu bebê fica mais ativo e esperto, se relacionando cada vez mais com as pessoas ao seu redor. Além dos sons que já emite, seu repertório aumenta com as palavras em sílabas, “papa”, “baba” e “dada”.

Também irá começar a compreender o significado de algumas palavras, como “sim” e “não”. Na maioria das vezes não gosta de ouvir “não”, podendo ficar irritado, mostrando bem sua personalidade.

Falando nisso, cada mês fica mais nítido o que ele gosta e o que não agrada muito, por mais que ainda seja um bebê ele já tem gostos e preferências. 

O bebê aprende observando e explorando, além das caretinhas e expressões faciais, agora ele aprende gestos, como dar “tchau”, bate palmas para festejar e pode até fazer “não” com a cabeça.

Na sua parte motora já tem controle sobre braços e pernas, consegue pegar objetos usando as mãos e dedos e passa os objetos de uma mão para outra. Aprimorando sua coordenação motora fina.

 Também tenta se levantar segurando no berço ou sofá, sustenta bem seu tronco e senta-se sozinho e sem apoio.

Alguns bebês ficam na posição de quatro apoios, mas ainda não engatinham. Porém essa fase está próxima! Se arrastam para se locomover e rolam em ambas as direções.

Agora começa a conhecer e entender as partes do corpo como o nariz, orelhas e as partes íntimas.

O sétimo mês é marcado pela angústia de separação, antes o seu bebê enxergava você como uma extensão de si próprio, porém agora com mais autonomia ele entende que vocês são indivíduos separados. 

É natural que nessa fase ao perceber que os pais ou cuidadores estão se distanciando, o bebê reaja com choro intenso. Isso porque ele é tomado por um sentimento de abandono e angústia.

Por mais que seja uma situação que deixa nosso coração apertadinho, mamãe é algo natural e que faz parte do desenvolvimento psíquico do bebê.

Outra novidade é que para os bebês que ainda não nasceram os primeiros dentinhos, esse pode ser o momento. Porém irritação, diminuição do apetite e alteração no sono podem vir juntos.

Mas fique tranquila, é só uma fase e logo após o nascimento dos dentinhos tudo tende a se normalizar.

Que tal estimular ainda mais o desenvolvimento do seu bebê?

  • Nomeie pessoas, brinquedos e objetos.
  • Brinque no chão com o seu bebê, além de evitar quedas, irá ajudá-lo no desenvolvimento motor.
  • Espalhe brinquedos ao seu redor, mas deixe fora do seu alcance.
  • Durante a refeição deixe seu bebê tocar os alimentos e levá-los até a boca com as mãos.
  • Quando tiver que se ausentar, converse e explique para seu bebê que você vai mais volta.
  • Use música para brincar, batucar, cantar, sons com a boca.
  • Dar tchau, bater palmas, fazer sim e não com a cabeça. Afinal seu bebê aprende te observando.
  • Estimule falar sílabas, mama, papa, auau.

Quando devo ligar o sinal de alerta?

  • Se não senta sozinho.
  • Não demonstra afeto com os pais ou cuidadores.
  • Não rir.
  • Não mantém contato visual.
  • Não emite sons em sílabas.
  • Não tentar pegar brinquedos e objetos.
  • Não troca objetos de uma mão para outra.
  • Não tem firmeza nas pernas.
  • Não responde quando chamado pelo nome.

Mamãe é muito importante comunicar ao pediatra, caso note algum sinal de atraso no desenvolvimento do seu bebê. É certo que cada criança possui seu tempo, umas irão atingir os marcos dentro do esperado e outra um pouco depois. Porém os marcos de desenvolvimento não devem ser ignorados.

Em caso de bebê prematuro é importante levar em consideração a idade corrigida.

Até a próxima, grande abraço.

Dra kelly Oliveira.

Comentários do Facebook
× Agende sua consulta!