Tenho pouco leite, como posso aumentar a minha produção?

urso

Power Pump: conheça a técnica que ajuda a aumentar a produção de leite

Tenho pouco leite, como posso aumentar a minha produção?

Muitas mães desabafam comigo sobre a frustração delas de não conseguirem amamentar seus bebês a ponto de não ganharem peso e de ser necessária a suplementação com fórmulas. Existem formas da mãe aumentar a produção de leite de forma que ela não precise recorrer a isso, e uma delas é o Power Pump. Por isso, hoje vou explicar melhor sobre essa técnica.

O que é o Power Pump? 

O Power Pump é uma estratégia para ajudar a mãe a aumentar a produção de leite. Essa estratégia é baseada no uso de uma bomba extratora de leite, podendo ser dupla ou simples, de forma a simular a sucção do bebê, de forma repetida e mais frequente, num curto intervalo de tempo e, portanto, acaba por estimular a produção de leite. Essas ordenhas frequentes “simulam”o período de saltos de desenvolvimento do bebê, na qual o bebê mama de maneira mais frequente e prolongada, estimulando a produção de leite da mãe. 

Quem pode fazer o Power Pump?

Se a mãe é diabética com dependência de insulina, se é  obesa, tem pressão alta induzida pela gestação, se você já fez cirurgia de redução das mamas ou teve um bebê prematuro, são casos indicados para realizar o Power Pump. Quando a mãe precisa garantir o suprimento de leite por algum motivo de baixa produção de leite, ela pode fazer esse tipo de técnica de ordenha. 

Mas se a mãe não se encaixar em nenhum perfil citado, e mesmo assim apresenta baixa produção de leite, pode haver alguma alteração hormonal que precisa ser investigada, ou o ambiente em que você vive deve estar conturbado ( e isso está te atrapalhando), ou até mesmo a pega do bebê pode estar incorreta, e por isso,  não há saída correta do leite.

Como fazer o Power Pump?

Existe um esquema padronizado que é o mais usado e recomendado pelos pediatras e consultoras de amamentação. Esse método é baseado num plano com duração de 1 hora.

  • Usando uma bomba dupla, a mãe deve fazer a primeira ordenha por 20 minutos, seguida de descanso de 10 minutos. A segunda ordenha deve durar 10 minutos e o descanso deve ser de 10 minutos. E, por fim, temos a última ordenha de 10 minutos. 
  • Se a mãe preferir usar uma bomba única, a mãe deve fazer uma ordenha de 10 minutos com cada mama, para ter um saldo de 20 minutos de ordenha, com direito a 5 minutos no primeiro descanso. A segunda ordenha é igual à  da primeira. Ou seja, a mãe vai ordenhar por 10 minutos cada mama, e vai descansar por 5 minutos. E, a terceira ordenha será igual à primeira e segunda ordenha.

Para esse esquema com 1 hora de duração, o aconselhado é repetir esse protocolo entre 3 a 4 vezes num intervalo de 24 horas. Ou seja, se você tiver disponibilidade, faça o power pump entre 3 a 4 vezes por dia. 

Não são todas as mulheres que vão se adaptar a esse estilo de Power Pump, visto que muitas mulheres não têm tempo por estarem na fase de retorno ao trabalho. Por isso, é indispensável conversar com um profissional da amamentação para te ajudar a adequar e ajustar o melhor período de Power Pump.

Normalmente, as mães apresentam aumento na quantidade de leite produzido entre 5 a 7 dias. O efeito e a eficácia não são imediatos, leva tempo até seu organismo se acostumar com os estímulos.

O que fazer com o leite ordenhado? 

O leite produzido via Power Pump deve ser refrigerado na geladeira e dado ao bebê como se fosse um suplemento. Mas, esse leite também pode ser congelado, para ser dado ao bebê em qualquer ocasião.

Quantas vezes por dia é indicado fazer o protocolo? É indicado intercalar com as ordenhas “normais”?

Para esse esquema com 1 hora de duração, o aconselhado é repetir esse protocolo 3 vezes num intervalo de 24 horas. Ou seja, se a mãe tiver disponibilidade, deve fazer o power pump 3 vezes por dia. 

É importante que a mãe intercale o Power Pump com a ordenha normal sempre que for possível. Mas, se não der, não se sinta culpada, mãe! Não se pressione caso não dê para intercalar, pois as responsabilidades de ter que cuidar de um bebê associada com a auto-cobrança que as mães têm quanto à amamentação podem fazer mal para a saúde mental e fisiológica da mãe.

Por quanto tempo a lactante deve manter o Power Pump?

Não existe um tempo pré estabelecido, porém os resultados acabam chegando em um platô onde não observamos melhoras. Nessas situações parar por alguns dias e retomar depois pode ser uma boa estratégia.

Qual o melhor momento do dia para fazer o Power Pump?

O melhor momento é pela manhã após a primeira mamada porque é um momento de altos índices de prolactina, hormônio que atua na produção do leite materno.

Bom, espero que tenham gostado da leitura e que vocês tenham aprendido os benefícios e o funcionamento do Power Pump! Não esqueça de compartilhar esse conteúdo com outras mães!

Um beijo, Dra. Kelly Marques Oliveira
Pediatra, Alergia e Imunologia e Consultora Internacional de Amamentação (IBCLC) – CRM 145039 RQE 47171 | 88906

Espero que tenha ajudado a esclarecer dúvidas! Compartilhe! E você sabia que dá para receber o conteúdo do blog direto no seu email? É só fazer o cadastro na nossa newsletter e colocar seu email! Não se preocupe pois somos contra spam, e você receberá somente os conteúdos relevantes. Estamos também no Facebook (curta e coloque para “ver primeiro” nas opções) e instagram @pediatriadescomplicada (ative as notificações para visualização).


Consultório Espaço Médico Descomplicado
São Paulo: (11) 5579-9090/ whatsapp (11) 93014-0007

Agende sua consulta

Comentários do Facebook