Leite materno causa cárie?

urso

LEITE MATERNO CAUSA CÁRIE?

Olá pessoal,

Durante esses dias vamos trazer vários temas interessantes sobre Amamentação em comemoração ao Agosto Dourado, mês dedicado à intensificação das ações de promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno, padrão ouro na alimentação do seu filho.

Hoje vamos falar sobre esse tema tão discutido: A amamentação aumenta o risco de cárie dentária, será que é verdade?

Vem comigo!

A cárie na primeira infância é uma doença que pode afetar o estado de saúde da criança. A relação entre cárie dentária e amamentação tem sido abordada por muitos anos, com resultados contraditórios.

Uma revisão de publicações foi realizada na tentativa de se compreender mais sobre isso. Foi concluído que a amamentação até o primeiro ano de vida não está associada a um risco aumentado de cárie dentária, e pode até fornecer proteção em comparação com a fórmula. Por outro lado, alguns estudos demonstraram que os bebês que foram amamentados após os doze meses de idade, época em que todos os dentes decíduos (dentes de leite) já surgiram, apresentaram um aumento desse risco.

Mas temos que levar em conta que os resultados são de estudos diferentes e que nem sempre levam em consideração fatores contraditórios como: hábitos alimentares da mãe ou do bebê (alimentação durante a noite, número de refeições diárias, ingestão de alimentos doces etc.), higiene dental nem o contexto sociocultural.

 Além disso, as recomendações mais recentes das sociedades pediátricas e odontológicas são de manter o aleitamento materno até os dois anos de idade ou mais se for confortável para a mãe e o bebê, desde que seja acompanhado de escovação dentária e melhor nutrição, reduzindo a frequência e o consumo de alimentos açucarados.

Portanto, após o primeiro ano de vida é difícil concluir entre proteção e agravamento da cárie devido a vários outros fatores associados, como padrões alimentares, que variam de acordo com os países e famílias, e problemas de higiene bucal. Na prática, quando a amamentação continua além do primeiro ano de vida, a consulta com um dentista é necessária para exame e aconselhamento preventivo sobre práticas dietéticas (especialmente ingestão de açúcar), higiene oral ou flúor suplementar.

O mais importante é que o aleitamento materno não seja descontinuado por medo de cárie dentária ou qualquer outro fator. É necessário ter as informações certas e ser avaliado cada caso, individualmente, pelo pediatra e odontologista que vão te ajudar em todas as dúvidas e medos.

A certeza que temos é que o Leite Materno é o alimento mais que completo para o seu filho, é o “alimento de ouro”, pode confiar!

Com carinho,

Dra Kelly Marques Oliveira
CRM 145039  RQE 47171

AGENDE SUA CONSULTA

Comentários do Facebook