urso

GUIA PRÁTICO DO BLW!

Muito mais do que comer, a introdução alimentar é o momento de DESCOBRIR. 

Até os 6 meses de vida o bebê não necessita de nenhum outro alimento além do leite materno, que contém tudo o que ele precisa de A a Z, desde nutrientes, anticorpos, água, fatores de crescimento e muito mais. 

Porém, conforme seu desenvolvimento e crescimento ocorre, começa a surgir a necessidade de complementar a amamentação com alimentos sólidos para que o bebê tenha todos os nutrientes necessários. 

Mas por que com 6 meses?

 Os 6 meses representam um importante marco de desenvolvimento para os pequenos, mas não quer dizer que seja uma regra. Alguns bebês podem apresentar os sinais de prontidão necessários um pouco antes ou um pouco depois, mas a Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda que a introdução alimentar ocorra aos 6 meses por ser o mais comum.

O que ocorre nessa idade é uma grande maturação fisiológica do bebê, tanto internamente quanto externamente. 

Internamente, o organismo está mais desenvolvimento e pronto para receber e digerir alimentos sólidos a partir do sexto mês de vida, como é o caso do intestino que absorve nutrientes, do pâncreas e fígado que começam a liberar enzimas em quantidades ideais e dos rins que conseguem eliminar uma maior quantidade de sódio. 

Em relação aos sinais de prontidão externos, são os principais:

  • Perda do reflexo de colocar a língua para fora quando algo é introduzido em sua boca
  • Conseguir se sentar sozinho sem apoio ou com pouco apoio
  • Ter controle para sustentar a cabeça e tronco
  • Mostrar interesse pelo alimento, reflexo de levar até a boca

O mesmo vale para bebês alimentados com fórmula! O que pode ocorrer é o pediatra recomendar a introdução alimentar um pouco antes nesse caso para que os alimentos consigam suprir a falta de fatores imunológicos que não estão presentes na fórmula, mas sempre respeitando os sinais de prontidão e o nível de desenvolvimento do pequeno.

Agora vamos ao BLW!

A abordagem BLW (Baby led Weaning) para a introdução alimentar consiste em oferecer os alimentos em pedaços, ou seja, em sua forma integral e não batidos ou amassados em forma de papinha. Essa abordagem também é conhecida como “desmame guiado pelo bebê”, mas não tem relação com o desmame em si, e sim com o fato da transição de uma alimentação composta apenas por leite para a introdução de alimentos sólidos complementares. 

No BLW, o principal objetivo NÃO É QUE O BEBÊ COMA! Pode parecer estranho ler isso, mas é verdade: a intenção do BLW na introdução alimentar é que o bebê CONHEÇA os alimentos, que explore, descubra e sinta. Essa abordagem tem relação direta com o desenvolvimento sensorial, afinal com as diferentes cores, texturas, formatos, cheiros e tamanhos o bebê consegue explorar melhor cada tipo de alimento oferecido. 

Não é perigoso o bebê se engasgar?

Assim como na abordagem tradicional, o BLW não representa maiores riscos de engasgo, afinal a introdução dos alimentos deve ser feita baseando-se nos sinais de desenvolvimento do bebê, que representam que ele está pronto para ingerir alimentos sólidos. 

Além disso, o bebê desenvolvido e pronto para essa fase apresenta o que é chamado de REFLEXO DE GAG, que nada mais é do que a habilidade de mover a comida de perto da garganta para a parte da frente da boca, evitando o engasgo quando ele sente que tem algo errado. Esse reflexo se parece bastante com uma ânsia de vomito e pode assustar muitos pais, mas é completamente normal!

No início da introdução alimentar, também é preferível oferecer alimentos mais macios e fáceis de serem manuseados. Os pais também devem ficar de olho e prontos para caso aconteça algum acidente, como pode ocorrer também no método tradicional da I.A. 

O bebê não come os alimentos, só brinca com eles! E agora?

Como comentei, o objetivo da introdução alimentar (principalmente nos 3 primeiros meses) não é que o bebê coma, e sim que ele EXPLORE. Até 1 ano de idade, a principal fonte de alimentação e nutrientes ainda é o leite materno, e após esse período a amamentação ainda é recomendada até os 2 anos. 

Por isso, se o bebezinho está fazendo bagunça, brincando com a comida, colocando a mão no pratinho e melecando tudo, isso é ótimo! Você pode sempre incentivar que ele coma, mas nunca obrigar. Se ele está demonstrando interesse, sentindo, conhecendo e mexendo na comida, está ótimo.

Quais são os benefícios do BLW?

Uma das principais vantagens é incentivar a mastigação, que incentiva o desenvolvimento da mandíbula, dentes e até do trato digestório. Alimentos ricos em amido, por exemplo, são digeridos mais facilmente se mastigados junto com a saliva, e na introdução alimentar pela abordagem alimentar os alimentos quase não entram em contato com a saliva.

Outros benefícios são:

  • Redução das taxas de obesidade, devido ao controle e auto regulação do apetite
  • Melhora da coordenação/desenvolvimento motor
  • Incentiva a fala, devido ao fortalecimento dos músculos da boca e da mandíbula
  • Maior contato com variedades de alimento, criando hábitos “menos exigentes”
  • Trabalha o desenvolvimento sensorial em diversos aspectos
  • Alguns alimentos perdem nutrientes e vitaminas quando são amassados ou triturados, o que é evitado na abordagem BLW por oferecer alimentos in natura sólidos

Existem restrições de alimentos para começar a introdução por BLW?

O ideal é preferir alimentos macios, fáceis de serem mastigados e segurados pelas mãozinhas do bebê. Aos 6 meses muitos bebês ainda não têm nenhum dente ou os primeiros estão começando a despontar, por isso alimentos macios são mais fáceis de serem mastigados com a gengiva.

Mas não existem restrições! O mais interessante é buscar os cortes mais recomendados para os alimentos seguindo a abordagem BLW.

Separei alguns exemplos para iniciar a I.A (evitando temperos, açúcar e sal, por exemplo, o preferindo temperos mais naturais): 

  • Cenoura, brócolis, tomate, abobrinha, chuchu, couve, batata, pepino,
  • Inhame, abóbora, beterraba em palito,
  • Banana (retirar a casca até quase a meio), uva, maçã fatiada, melão,
  • Macarrão parafuso, ovo cozido cortado em 4, bolinho de arroz com feijão
  • Peito de frango cortado em tiras, carnes em pedaços podem ser usadas somente para chupar,
  • Frutas cozidas, sem casca e cortadas em palito.

Alimentos duros podem ser cozidos para facilitar a mastigação!

O que dizem os estudos sobre o BLW?

O Departamento de Nutrologia da SBP enfatiza a recomendação de respeitar o ritmo de desenvolvimento neuropsicomotor de cada lactente para que seja feita a introdução por BLW, e que se deve estimular a interação com a comida, evoluindo de acordo com seu tempo de desenvolvimento.

Um estudo controlado randomizado chamado BLISS (Baby-Led Introduction to Solids Study) comparou o BLW com a introdução tradicional de sólidos e não identificou diferenças em engasgo, peso ou índice de massa corporal (IMC), porém, foi descrita uma redução da confusão alimentar de crianças. 

A SBP considera válida toda forma de a criança se relacionar com a comida e que o BLW pode ser uma opção, sendo importante que ele interaja não só com o alimento, mas também com a família.

Lembrando que fazer a abordagem tradicional, BLW ou participativa é uma ESCOLHA DOS PAIS! Não é uma regra, e sim uma preferência do que cada família acredita se encaixar melhor com sua rotina e com sua forma de criar o bebezinho. 

Não esqueça de se inscrever no canal do youtube da Pediatria Descomplicada! 

Para ter acesso a conteúdos exclusivos, do Pediatria Descomplicada, junte-se ao grupo do Telegram através do link: https://bit.ly/30iJTkW

Para seguir o blog e receber as novidades por e-mail, basta clicar no botão “seguir” no site. Siga no Instagram(@pediatriadescomplicada, clique no canto superior direito “ativar notificações de publicação”).

Dra Kelly Marques Oliveira

CRM 145039

Consultório particular em São Paulo: (11) 5579-9090

Para seguir o blog e receber as novidades por email, basta clicar no botão “seguir” no site. Siga também no Facebook (ative o “ver primeiro”, para receber aviso dos posts novos) e Instagram (@pediatriadescomplicada, clique no canto superior direito “ativar notificações de publicação”).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Seja muito bem-vindo!
Quer receber Nossa newsletter coloque seu melhor email

(Não se preocupe, somos contra spam)