urso

Meu filho caiu e bateu a cabeça, e agora?

Meu filho caiu e bateu a cabeça, e agora? Pode deixar dormir? Precisa levar pro hospital? 

Calma! Nem toda queda é sinal de algo grave. Na primeira infância as quedas são muito comuns já que os pequenos ainda estão aprendendo a ter equilíbrio e controle sobre o próprio corpo e muitas vezes acabam tropeçando ou escorregando.

Confira como proceder em cada situação caso seu filho tenha caído e batido a cabeça:

Menores de 6 meses:

É preciso ir ao pronto-socorro e devem ser avaliadas pelo médico.

Entre 6 meses e 1 ano:

1️⃣ Se caiu da própria altura (correndo, por exemplo), não formou hematoma subgaleal (o famoso “galo”) e nem bateu em local pontiagudo

➡️ Observar sinais de alerta e caso apareçam, procurar atendimento médico imediato 

2️⃣ Se caiu de uma determinada altura ( cama, trocador, sofá…) e surgir um “galo” no local ➡️ procurar atendimento médico 

Maiores de 1 ano: 

O atendimento médico deve ser solicitado se apresentar sinais de alerta.

🚨 E quais são esses sinais de alerta?

🔺 Respiração anormal ( muito rápida ou lenta)

🔺 Vômitos

🔺 Alteração visual

🔺 Alterações neurológicas: perda da consciência, movimentos convulsivos, alteração de comportamento, dificuldade para caminhar, perda do equilíbrio e irritabilidade excessiva (choro inconsolável, por exemplo)

🔺 Não conseguir mexer alguma parte do corpo (braços, pernas…)

🔺 Sangramento em ouvidos, nariz ou olhos arroxeados

Não esqueça de se inscrever no canal do youtube da Pediatria Descomplicada! 

Para ter acesso a conteúdos exclusivos, do Pediatria Descomplicada, junte-se ao grupo do Telegram através do link: https://bit.ly/30iJTkW

Para seguir o blog e receber as novidades por e-mail, basta clicar no botão “seguir” no site. Siga no Instagram(@pediatriadescomplicada, clique no canto superior direito “ativar notificações de publicação”).

Dra Kelly Marques Oliveira

CRM 145039

Consultório particular em São Paulo: (11) 5579-9090

Para seguir o blog e receber as novidades por email, basta clicar no botão “seguir” no site. Siga também no Facebook (ative o “ver primeiro”, para receber aviso dos posts novos) e Instagram (@pediatriadescomplicada, clique no canto superior direito “ativar notificações de publicação”).

Comentários do Facebook