urso

Entenda os grupos prioritários para as vacinas da Covid-19!

Entenda os grupos prioritários para as vacinas da Covid-19

Quem são os Grupos Prioritários a serem vacinados (explicação em carrossel):

  • Trabalhadores da área da saúde (incluindo profissionais da saúde, profissionais de apoio e cuidadores de idosos), 
  • População idosa (60 anos ou mais), indígenas aldeado em terras demarcadas, comunidades tradicionais ribeirinhas e quilombolas, população em situação de rua, morbidades (Diabetes mellitus; hipertensão arterial grave; doença pulmonar obstrutiva crônica; doença renal; doenças cardiovasculares e cérebro-vasculares; indivíduos transplantados de órgão sólido; anemia falciforme; câncer; obesidade grau III), 
  • Trabalhadores da educação
  • Pessoas com deficiência permanente severa, 
  • Membros das forças de segurança e salvamento, 
  • Funcionários do sistema de privação de liberdade, 
  • Trabalhadores do transporte coletivo, 
  • Transportadores rodoviários de carga, 
  • População privada de liberdade

E como/por que essas pessoas foram escolhidas? 

Segundo o PNI (Plano Nacional de Imunização), a escolha dos grupos prioritários foi baseada em princípios pela OMS e considerando, também, as condições de viabilização operacional das ações de vacinação. 

Optou-se pela seguinte ordem de priorização:

1️⃣ Preservação do funcionamento dos serviços de saúde, 

2️⃣Proteção dos indivíduos com maior risco de desenvolvimento de formas graves e óbitos,
3️⃣ Preservação do funcionamento dos serviços essenciais

4️⃣ Proteção dos indivíduos com maior risco de infecção. 

E nossos pequenos? Quando entram?

Por enquanto, não temos data prevista para imunização das crianças contra Covid-19. Isso porque, como as evidências mostram que casos graves e complicações pelo SARS-CoV-2, principalmente nas crianças menores, são muito raros – e para acelerar o processo de liberação da vacina –  os estudos não incluíram crianças nos testes.

Mas, já temos vacina iniciando o processo de teste em crianças a partir de 5 anos, e a expectativa é que dentro de poucos meses, o cenário de imunização infantil já esteja diferente.

Não esqueça de se inscrever no canal do youtube da Pediatria Descomplicada! 

Para ter acesso a conteúdos exclusivos, do Pediatria Descomplicada, junte-se ao grupo do Telegram através do link: https://bit.ly/30iJTkW

Para seguir o blog e receber as novidades por e-mail, basta clicar no botão “seguir” no site. Siga no Instagram(@pediatriadescomplicada, clique no canto superior direito “ativar notificações de publicação”).

Dra Kelly Marques Oliveira

CRM 145039

Consultório particular em São Paulo: (11) 5579-9090

Para seguir o blog e receber as novidades por email, basta clicar no botão “seguir” no site. Siga também no Facebook (ative o “ver primeiro”, para receber aviso dos posts novos) e Instagram (@pediatriadescomplicada, clique no canto superior direito “ativar notificações de publicação”).

Comentários do Facebook