fbpx

urso

Mamou e nanou? Por que o bebê só dorme mamando?

Seu bebê só dorme mamando? O peito parece até um calmante, mamou, nanou? Será que tem algo de errado com isso?

O bebê dormiu no peito, logo vem aquela tia, aquela conhecida, apontar: assim vai ficar mimado, vai “controlar a mãe”, vai acordar muito de madrugada. É tanta crítica, mas onde está a solução então?

Vamos começar por partes. O sono do bebê recém-nascido é muito diferente do sono de um bebê mais velho. Isso se deve a vários motivos: ele ainda está em período de exterogestação, não sabe que seu corpo é separado do corpo da mãe, ainda está se adaptando ao mundo exterior, as próprias necessidades e ao constante desenvolvimento de seu corpo e cérebro.

Por isso mesmo é completamente normal que ele demande mais colo, que o ato de mamar o canse mais, e que o contato pele a pele o acalme o suficiente para sentir soninho e adormecer. Essa sucção que ele faz para se acalmar e adormecer se chama SUCÇÃO NÃO-NUTRITIVA.

O que você pode fazer para ir acostumando aos poucos para que, quando ele crescer mais, esteja confortável para dormir sozinho, é ir fazendo diferentes ASSOCIAÇÕES.

O bebê maiorzinho que prefere dormir no peito faz isso pois associou aquele ato ao adormecer, a calmaria. Quando acorda de madrugada e se vê sozinho no berço, sem aquilo que estava tão acostumado, vai ficar incomodado e, muito provavelmente, chorar.

Imagine aquele travesseiro que você tem apego e não consegue dormir sem ele? Ou aquela sua mania específica de só conseguir dormir no escuro, por exemplo. É exatamente isso que o bebê sente em relação ao peito!

Mas você pode ajudá-lo a ir deixando, aos poucos, esse costume de lado para te dar mais autonomia e até mesmo melhorar o sono da madrugada (tanto o seu quanto o do bebê).

Além de fazer medidas para o bebê acordar, como mexer na cabeça, fazer cócegas nos pés e na barriga, tirar a roupa do bebê, trocar a fralda, até dar um banho (vale tudo nessa hora), outras medidas podem ser necessários, como:

  • 1. Espere para colocar seu bebê no berço. Amamente, faça o ritual para deixá-lo calminho e sonolento, e só então coloque no berço.
  • 2. O bebê só dorme nos seus braços quando está balançando suavemente? Vamos praticar um exercício que chamo de “balança e senta”. Para fazer isso, fique de pé com o bebê nos braços, mamando normalmente, e fazendo um leve balanço. Quando ele estiver calmo e sonolento, se sente e pare o balanço. Se ele continuar calminho, pode dar continuidade e depois tentar o berço. Se ele despertar e resmungar, levante de novo e repita o processo. Assim ele vai se acostumar a dormir sem o balanço!
  • 3. A dica de ouro de sempre: tenha paciência. Esse tipo de associação não é feita do dia para a noite, muito menos de uma semana para a outra. Alguns bebezinhos podem responder rapidamente a essas mudanças, outros podem levar mais tempo. Leva tempo até o bebê se acostumar, e sei que pode ser cansativo, mas vai ajudar (muito) nessa transição!

Depois quero saber como está o sono por aí: no berço, no colo, meio termo… Me conte!

Não esqueça de se inscrever no canal do youtube da Pediatria Descomplicada, acesse:

Para ter acesso a conteúdos exclusivos, do Pediatria Descomplicada, junte-se ao grupo do Telegram através do link: https://bit.ly/30iJTkW

Para seguir o blog e receber as novidades por e-mail, basta clicar no botão “seguir” no site. Siga no Instagram(@pediatriadescomplicada, clique no canto superior direito “ativar notificações de publicação”).

Dra Kelly Marques Oliveira

CRM 145039

Consultório particular em São Paulo: (11) 5579-9090

Para seguir o blog e receber as novidades por email, basta clicar no botão “seguir” no site. Siga também no Facebook (ative o “ver primeiro”, para receber aviso dos posts novos) e Instagram (@pediatriadescomplicada, clique no canto superior direito “ativar notificações de publicação”).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Seja muito bem-vindo!
Quer receber Nossa newsletter coloque seu melhor email

(Não se preocupe, somos contra spam)