fbpx

urso

SUCO NA INTRODUÇÃO ALIMENTAR PODE OU NÃO PODE?

Sabe aquele suquinho de laranja lima que sua mãe te dava quando você era bebê? Tomava sempre e nunca aconteceu nada, não é? Mas os tempos mudaram, e as recomendações também! 

O suco de frutas que antes as crianças bebiam todo dia hoje só é indicado acima de 1 ano de idade. Vem ver porque!

Em 2019, o Ministério da Saúde lançou o novo Guia Alimentar para crianças menores de 2 anos de idade, com novas recomendações em relação a introdução do suco na alimentação dos pequenos. Primeiro, é ressaltado que até os 6 meses de vida, o bebê deve se manter em amamentação exclusiva, sem nenhum outro tipo de líquido em sua alimentação (ou seja, nada de água, suco ou chá).

“Ok, Dra. Meu bebezinho completou 6 meses, chegou a hora de introduzir os alimentos, e quero saber: pode dar suco?”

Vamos entender melhor a composição do suco, ok? Isso pode te ajudar a fazer a melhor decisão para seu filho sem culpas!

A fruta in natura, ou seja, natural, sem químicos e fresca, possui em sua composição frutose (açúcar), vitaminas, fibras, minerais, compostos bioativos muito importantes para o desenvolvimento e crescimento infantil, além de outros componentes muito saudáveis.

O suco de fruta, mesmo que natural e sem adição de açúcar, é processado, e nesse momento perdemos as fibras perdemos na fruta. Outros nutrientes ainda estão ali, é fato, mas não tantos quanto a fruta in natura.

Por isso, a recomendação de vários órgãos de saúde (vou deixar no final do post para darem uma olhada, pessoal) é evitar o suco de fruta e sim oferecer a fruta in natura, seja cortadinha em pedaços ou amassada com um garfo. Dessa forma, seu filho vai absorver todos os nutrientes presentes na fruta, e ainda experimentar a fruta como um todo: sua cor, cheiro, sabor e textura.

Mas é claro que não podemos comparar o suco natural com sucos artificias, de caixinha ou em pó. Suas composições são diferentes, e esses “sucos” normalmente ultraprocessados são altamente contraindicados para crianças (as vezes até para os adultos), porque nem suco de verdade são! 

Outro ponto importante que deve ser destacado é: suco não é água! Quando o bebê começar a ingerir água, não confunda. Excesso de suco pode levar a anemia, malnutrição, aumentar os riscos de obesidade na infância (pois possuem alto índice glicêmico), aumenta os riscos de cárie e ainda pode causar diarreia e dores de barriga no pequeno.

Por isso, minha recomendação como pediatra é: ao invés de se perguntar se PODE ou NÃO PODE dar suco, se pergunte “Por que dar o suco?”, “Existem benefícios em dar suco ao invés da fruta?”.

Assim, os pais conseguem fazer escolhas conscientes, sabendo de todos os aspectos!

Abaixo separei as recomendações em relação a introdução do suco feita por diversos órgãos de saúde. Se ainda estiver com dúvidas, confira:

Sociedade Brasileira de Pediatria – Brasil
  • Os sucos naturais devem ser evitados, mas se forem administrados que sejam dados no copo, de preferência após as refeições principais, e não em substituição a estas, em dose máxima de 100 mL/dia, com a finalidade de melhorar a absorção do ferro não heme presente nos alimentos como feijão e folhas verde-escuras.
Academia Americana de Pediatria – EUA
  • Sucos não oferecem benefícios nutricionais para crianças menores de 6 meses e não devem ser oferecidos para as mesmas.
  • A fruta in natura deve ser oferecida em preferência ao suco. Sucos não oferecem nenhum benefício maior do que a fruta in natura para crianças maiores de 6 meses.
  • Suco de fruta 100% natural pode ser parte de uma dieta saudável quando consumido como parte de uma dieta balanceada. Sucos de fruta artificiais ou de “caixinha” não são equivalentes ao suco de fruta natural e não são recomendados.
  • Sucos não devem ser dados em mamadeiras, ou em recipientes de fácil transporte, de forma a estimular a sua ingesta ao longo do dia todo (o objetivo não é esse!)
Health Canada – Canadá
  • Não recomenda sucos no primeiro ano.
  • Depois de 1 ano, orientam dar suco de forma limitada e não oferecer bebida adoçadas. Se a criança estiver com sede, ofereça água a ela.
National Health and Medical Research Council – Austrália
  • Sucos são desnecessários e não se recomenda para crianças menores de 1 ano de idade.
  • Bebidas adoçadas estão associadas com cáries dentárias.

Não esqueça de se inscrever no canal do youtube da Pediatria Descomplicada, acesse:

Para ter acesso a conteúdos exclusivos, do Pediatria Descomplicada, junte-se ao grupo do Telegram através do link: https://bit.ly/30iJTkW

Para seguir o blog e receber as novidades por e-mail, basta clicar no botão “seguir” no site. Siga no Instagram(@pediatriadescomplicada, clique no canto superior direito “ativar notificações de publicação”).

Dra Kelly Marques Oliveira

CRM 145039

Consultório particular em São Paulo: (11) 5579-9090

Para seguir o blog e receber as novidades por email, basta clicar no botão “seguir” no site. Siga também no Facebook (ative o “ver primeiro”, para receber aviso dos posts novos) e Instagram (@pediatriadescomplicada, clique no canto superior direito “ativar notificações de publicação”).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Seja muito bem-vindo!
Quer receber Nossa newsletter coloque seu melhor email

(Não se preocupe, somos contra spam)