fbpx

urso

#Timetetematerno – O amamentar com menos regras e mais intuição

E vamos continuar nosso papo de amamentação nessa #SemanaDaAmamentação?

Quantas vezes você já leu em algum lugar “regras para a amamentação perfeita”, ou viu um manual online cheio de regras para o amamentar ideal? Mas sabendo que cada bebê é diferente, cada mãe é diferente, cada amamentação é única e que cada dupla mãe-bebê deve ser olhada com individualidade, dentro do seu contexto familiar, SAIBA: AMAMENTAÇÃO E REGRAS NÃO COMBINAM!

Se existe algo que é cheio de mitos na vida materna é a amamentação!

Mas tem algo na amamentação que funciona de verdade: INFORMAÇÃO CORRETA + REDE DE APOIO + EMPODERAMENTO MATERNO. Não existe fórmula mágica, um passo a passo milagroso que vai resolver todos os problemas e dúvidas de todas as mães ao redor do mundo.

O que existe na verdade são pessoas especializadas que podem te ajudar nessa jornada para facilitar a amamentação, facilitar a interpretação dos sinais que o bebezinho dá quando está com fome, quando está incomodado ou quando está satisfeito, corrigir a pega quando está incorreta, identificar o freio lingual que pode estar atrapalhando a mamada ou outras disfunções orais e ter ajuda certa para resolver os problemas relacionados à Amamentação.

E sabe o que é muito importante para a mãe? E resgatar o seu INSTINTO. Com tanta gente dando palpite, fica difícil ouvir seu coração. OUÇA -O. Ninguém saberá mais sobre seu bebê do que você mesma. Ao invés de ir procurar qual a fórmula mágica para produzir mais leite, ou qual aplicativo deve usar para cronometrar o tempo que o bebê fica no peito, pare tudo, e olhe para seu bebê. Observe seu comportamento, seus movimentos e seus sinais. O bebê se comunica através desses pequenos sinais!

E o que a livre demanda tem a ver com tudo isso, Dra?

Entre essas “regras” tão populares no mundo da amamentação, está aquela famosa frase: o bebê precisa mamar de 3 em 3 horas.

Mas isso não passa de um mito. A amamentação em “livre demanda” nada mais é do que oferecer o peito sempre que o bebê ou a mãe quiserem ou sentirem a necessidade. Isso não significa dar o peito sempre que o bebê chorar (muitos bebês não choram de fome, e outros bebês choram por outros motivos também!), mas sim, ao menor sinal de fome do bebê. Isso tem inúmeros benefícios! Seja para regular a produção de leite e manter o corpo da mãe produzindo mais leite, seja para evitar o ingurgitamento mamário (acesse AQUI para saber o que é isso) e esvaziar o peito.

Em outras palavras, a livre demanda é a melhor forma de manter o ritmo regular da amamentação, pois ela previne diversos problemas que podem atrapalhar o amamentar e estimula a produção materna naturalmente. É através da LIVRE DEMANDA que o bebê regula a produção de leite da mãe, de acordo com suas necessidades!

E se passar muitas horas, por exemplo, 5 ou 6 horas, sem o bebê sequer dar sinais de fome? Preciso acordá-lo?

DEPENDE. Não existe uma resposta única para isso. Se for um bebê prematuro, PIG ou GIG, é preciso ficar atento. Se o bebê estiver mamando bem, mamãe sem dor e bom ganho de peso, sim, isso é possível e normal! Muitos bebês acabam dormindo por mais horas, principalmente durante a noite e após um salto de crescimento! Não há nada de errado. Porém, se a mãe está com dificuldade para amamentar com o bebê irritado ao longo do dia, ou sonolento demais, ou com baixo ganho de peso, pode ser um alerta!

Agora se o bebê está mamando bem, ganhando peso e relaxado, Deixe-o dormir… E durma você também! 

Como eu falei, observar os sinais e o comportamento do bebê é essencial para conhecer o que se passa com ele e se está tudo bem.

E se na verdade o bebê quiser mamar toda hora? É normal? 

Não existem regras, estão lembrados? Os bebês vão sentir forme em horários variados, Com uma frequência que pode variar ao longo do dia e ao longo da semana! Depende muito! Bebês recém-nascidos, até cerca de 10 dias, podem mamar com mais frequência pois o estômago ainda é pequeno, com o tempo esse ritmo vai espancando para um intervalo próximo de 3h, mas não é uma regra exata! Bebês que estão passando por saltos de crescimento também demandam mais o peito, e por isso acabam mamando mais que o de costume.

O que as gestantes, puérperas e mães precisam é de APOIO, INFORMAÇÃO DE QUALIDADE, INCENTIVO e COMPREENSÃO. 

Ajuda acertiva na hora certa! Faz toda a diferença. 

Não esqueça de se inscrever no canal do youtube da Pediatria Descomplicada, acesse:

Para ter acesso a conteúdos exclusivos, do Pediatria Descomplicada, junte-se ao grupo do Telegram através do link: https://bit.ly/30iJTkW

Para seguir o blog e receber as novidades por e-mail, basta clicar no botão “seguir” no site. Siga no Instagram(@pediatriadescomplicada, clique no canto superior direito “ativar notificações de publicação”).

Dra Kelly Marques Oliveira

CRM 145039

Consultório particular em São Paulo: (11) 5579-9090

Para seguir o blog e receber as novidades por email, basta clicar no botão “seguir” no site. Siga também no Facebook (ative o “ver primeiro”, para receber aviso dos posts novos) e Instagram (@pediatriadescomplicada, clique no canto superior direito “ativar notificações de publicação”).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Seja muito bem-vindo!
Quer receber Nossa newsletter coloque seu melhor email

(Não se preocupe, somos contra spam)