fbpx

urso

O bebê “PIG” – Pequeno para a Idade Gestacional

Bebê PIG? O que é isso, Dra?

Não, não estou falando de nenhum porquinho, e sim do Bebê Pequeno para a Idade Gestacional! Não é um termo muito falado, mas se refere a uma condição muito comum.

A idade gestacional do bebê diz respeito a quão avançada está a gravidez, ou seja, o número de semanas entre o primeiro dia da última menstruação da mãe e o dia do parto. Normalmente, a data prevista para o parto é próxima das 40 semanas de gestação. O bebê considerado pequeno para sua idade gestacional nasce com um peso e tamanho abaixo do esperado para sua idade gestacional.

Para fazer esse diagnóstico, é preciso saber a idade gestacional correta, o peso, o comprimento e o perímetro cefálico do bebê ao nascer, e então comparar essas informações com os dados referenciais da população. Se o peso do recém-nascido for inferior ao de 90% dos recém-nascidos com a mesma idade gestacional (abaixo do 10° percentil), ele pode ser considerado um bebê PIG!

Veja a tabela abaixo para entender melhor!

Isso pode acontecer por diversas razões, e nem sempre significa que o bebê tem algum problema de saúde! Entre as razões mais comum estão fatores hereditários, mau funcionamento da placenta (pode ser causado por algum problema de saúde da mãe) que resulta em baixa quantidade de nutrientes e pouco oxigênio para o bebezinho, ALTERAÇÕES HORMONAIS, COMO DEFICIÊNCIA DO HORMÔNIO DO CRESCIMENTO. Mães muito jovens, fumantes ou que consumiram determinadas quantidades de álcool durante a gestação, também são mais propensas a terem um bebê PIG.

Essa limitação no crescimento pode ser dividida em:

  • Simétrica: Quando o recém-nascido é proporcionalmente pequeno, ou seja, peso, comprimento e tamanho da cabeça são todos proporcionais.
  • Assimétrica: Quando somente o peso do bebê é afetado.

Mas não se confundam: um bebê pequeno para idade gestacional não é um bebê prematuro! Apesar de seu tamanho, os bebezinhos PIG geralmente se comportam de modo muito semelhante aos bebês de tamanho normal com a mesma idade gestacional. Ao contrário de um recém-nascido prematuro, o pequeno para a idade apresenta os órgãos internos completamente desenvolvidos!

Existe tratamento para isso, Dra? Ou não é necessário?

Depende muito! É preciso que o pediatra avalie cada caso para identificar a causa do crescimento lento do bebezinho. Em alguns casos, como o de mal subnutrida por exemplo, é possível recuperar o crescimento do bebê após o nascimento com a nutrição adequada. Já se foi causada por alguma deficiência hormonal no bebê, pode ser indicado o uso de hormônios do crescimento em alguns casos.

A maioria dos bebês PIG recuperam o peso e a estatura durante os 2 primeiros anos de vida, no entanto, cerca de 10% a 15% continuarão a ter baixa estatura. Nesse caso, é recomendado consultar um pediatra ou um endocrinologista pediátrico pelo menos a cada 3 meses no primeiro ano de vida e a cada 6 meses no segundo ano de vida.

Esse acompanhamento acontece para identificar e tratar precocemente possíveis problemas atrelados ao fenômeno PIG, como complicações metabólicas, hipertensão, obesidade e até mesmo puberdade precoce. Além disso, o pediatra também avalia se ao longo desse período o bebê se ajustou na curva de crescimento, ou seja, se ele recuperou o peso e tamanho correto ou se necessita de um tratamento específico.

O mais importante, então, é consultar um pediatra e realizar o acompanhamento pré-natal direitinho, mamães! E não se esquecer do acompanhamento pediátrico após o nascimento do bebê.

Texto em feito em coautoria com a querida Dra. Ludmilla Rachid, endocrinopediatra do Espaço Médico Descomplicado!

Não esqueça de se inscrever no canal do youtube da Pediatria Descomplicada, acesse:

Para ter acesso a conteúdos exclusivos, do Pediatria Descomplicada, junte-se ao grupo do Telegram através do link: https://bit.ly/30iJTkW

Para seguir o blog e receber as novidades por e-mail, basta clicar no botão “seguir” no site. Siga no Instagram(@pediatriadescomplicada, clique no canto superior direito “ativar notificações de publicação”).

Dra Kelly Marques Oliveira

CRM 145039

Consultório particular em São Paulo: (11) 5579-9090

Para seguir o blog e receber as novidades por email, basta clicar no botão “seguir” no site. Siga também no Facebook (ative o “ver primeiro”, para receber aviso dos posts novos) e Instagram (@pediatriadescomplicada, clique no canto superior direito “ativar notificações de publicação”).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Seja muito bem-vindo!
Quer receber Nossa newsletter coloque seu melhor email

(Não se preocupe, somos contra spam)