fbpx

urso

Morte Súbita do Lactente (SMSL) – Por que acontece? GUIA DO SONO SEGURO DO BEBÊ

Falar da Síndrome da Morte Súbita do Lactente (SMSL) é difícil para muitos pais pois causa certo medo, afinal é um acontecimento inesperado e muito traumático para a família.

Não sabe do que se trata essa síndrome? Vou explicar para vocês nesse post e recomendar algumas formas de prevenir esse acontecimento!

A morte súbita do lactente, também chamada de morte do berço, é definida como a morte abrupta, repentina e inesperada do bebê durante o sono em seu primeiro ano de vida. A causa da morte não pode ser explicada com uma investigação profunda ou mesmo com uma autópsia. Nesse tipo de caso, o bebê não demonstra previamente nenhum sinal de dor ou qualquer doença anterior, o que torna a situação ainda mais difícil para os pais.

Apesar disso, estudos epidemiológicos evidenciam o perfil de risco para SMSL que é composto por vários fatores, como: mãe jovem, gêmeos, intervalo curto entre as gestações, ausência de pré-natal, prematuridade, baixo peso de nascimento, irmão de SMSL, baixo nível sócio – econômico. Existe predomínio no sexo masculino (60% dos casos), em determinadas etnias, regiões geográficas e nos meses de inverno… São tantos pontos a serem levados em consideração, até mesmo o aleitamento materno!

Mas não vamos nos desesperar! Estatísticas demonstram que essa síndrome atinge apenas 39.4 bebês a cada 100.000 nascidos, ou seja, corresponde a 0,0394% dos bebês com menos de um ano que são vítimas dessa síndrome. Além disso, é comprovado que a maior incidência desse problema se dá em bebês entre 2 e 5 meses de vida. Após completar um ano, os riscos diminuem substancialmente.

E é possível seguir algumas medidas para prevenir a SMSL! Em 2016 a Academia Americana de Pediatria publicou atualizações sobre a prevenção desse acontecimento com várias recomendações simples e efetivas.

Confira, mamães e papais:

  • Posição supina ao dormir: Para descomplicar, é preferível colocar o bebezinho com menos de um ano para dormir de barriga para cima. Posição prona (com a barriga para baixo) apenas é aceitável em situações em que o risco de morte por refluxo é maior que o de morte súbita, e essa recomendação deve ser dada pelo pediatra! Mas, a partir do momento que o bebê aprende a rolar da posição supina para prona, e prona para supina, ele pode ser mantido nessa posição.
  • Evitar encher o berço de coisas: A cabeça do recém-nascido deve ficar descoberta durante o sono. Travesseiros, brinquedos macios, protetores de berço, roupa de cama solta podem obstruir nariz e boca do bebê, aumentando os riscos de sufocamento ou estrangulamento.
  • Amamentação: É comprovado que um dos benefícios do aleitamento materno é o fator de proteção contra a morte súbita do lactente. A proteção é ainda mais eficaz se a amamentação for exclusiva até os 6 meses de vida do bebê.
  • Usar superfície firme: Os bebês devem dormir em um colchão firme e apenas com um lençol justo. Carrinhos, cadeirinhas, bebê conforto ou sling não devem ser usados rotineiramente para dormir, principalmente para bebês menores de 4 meses, que podem assumir posições que aumentam o risco de sufocamento ou asfixia.
  • Fora cigarro: O tabagismo durante a gestação e durante o primeiro ano de vida do bebezinho aumenta os riscos de SMSL de 2 a 4 vezes! No caso da cama compartilhada, se a mãe ou o pai for fumante, os riscos também aumentam.

Não esqueça de se inscrever no canal do youtube da Pediatria Descomplicada, acesse:

Para ter acesso a conteúdos exclusivos, do Pediatria Descomplicada, junte-se ao grupo do Telegram através do link: https://bit.ly/30iJTkW

Para seguir o blog e receber as novidades por e-mail, basta clicar no botão “seguir” no site. Siga no Instagram(@pediatriadescomplicada, clique no canto superior direito “ativar notificações de publicação”).

Dra Kelly Marques Oliveira

CRM 145039

Consultório particular em São Paulo: (11) 5579-9090

Para seguir o blog e receber as novidades por email, basta clicar no botão “seguir” no site. Siga também no Facebook (ative o “ver primeiro”, para receber aviso dos posts novos) e Instagram (@pediatriadescomplicada, clique no canto superior direito “ativar notificações de publicação”).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Seja muito bem-vindo!
Quer receber Nossa newsletter coloque seu melhor email

(Não se preocupe, somos contra spam)