urso

PAUSE. DESCANSE. Você precisa disso. Você merece. 

Você, mãe. Você PRECISA desacelerar às vezes. Mais do que isso, você MERECE isso. Eu sei, é difícil. Depois que nos tornamos mães, parece que um radar de constante alerta fica ligado 24h dentro de nós, que ao menor choro, saímos correndo em direção a ele. E não é só isso. São as constantes preocupações. Será que está comendo bem? Seu desenvolvimento está adequado? Será que estou estimulando da maneira certa? Será que estou sendo uma boa mãe?

 O cérebro da mulher muda completamente depois que nos tornamos mães, mas não é só isso que muda. Nossa rotina muda. Nossa vida inteira muda. É um trabalho em se tempo integral, e a preocupação também. Com essa mudança é muito fácil se esquecer da importância de desacelerar nossa mente. Quando “ficamos neuróticas” com tudo sem nem perceber? Permitir descansar o corpo já é difícil, mas a mente, essa parece nunca descansar. E essa é a parte mais difícil. Quem nunca se deparou perdendo o sono no meio da noite enquanto os filhos dormiam profundamente? Ou foi no quarto apenas para saber se estavam bem?

Descanso parece uma palavra que nem existe quando nos tornamos mães. Muitas de nós sequer possuem uma rede de apoio para nos ajudar e permitir esses breves momentos de descanso. São tantas tarefas, casa pra limpar, amamentação, cozinhar, cuidar do bebê, cuidar de si mesma… Fica praticamente impossível não é? quem nunca chegou no final do dia sem nem sequer ter feito uma refeição? Ou entregou o bebê para o pai enquanto saia correndo para ir ao banheiro?

A minha ideia aqui não é simplesmente DIZER que você precisa descansar. Porque isso a gente quer desesperadamente. Mas como? Mãe é “trabalho” por 24h, sem direito a férias ou descanso…é minha amiga, sei disso. Mas gostaria de propor uma reflexão. E sugerir humildemente algumas alternativas.

E se você aproveitar de alguns momentos na companhia do bebê para desacelerar a mente? Não sabe como fazer isso? Por exemplo, tente amamentar deitada na cama e aproveite para descansar também, enquanto seu bebê dorme. Ou enquanto ele está ali pertinho de você, que tal atualizar aquela série favorita no Netflix? Ou então ler aquele livro que você gosta? É claro que tais momentos não serão capazes de fazer com que você se sinta completamente descansada e relaxada, mas já é um ótimo começo.

Outra sugestão é aproveitar quando o pai chega em casa, ou alguém da sua rede de apoio, seja avó, tia, dinda, para tomar aquele banho demorado? Ou que tal te dar uma massagem de presente? (Se alguém da rede de apoio está lendo isso, faça algo para a mãe, não só pro bebê! Vamos criar uma corrente do bem?)

Não tenha medo, receio ou vergonha de pedir ajuda! Peça! Mas também delegue. É difícil. Eu sei. Ninguém fará tão bem quanto você, mas eles estão aqui para isso. As brincadeiras poderão não ser as mesmas. Talvez a forma de vestir também não. Ensine com amor e aprenda a não criticar tanto. E tenha uma dose extra de paciência. Aos poucos as coisas vão se encaixando. Prometo.

PAUSE. DESCANSE. Você precisa disso. Você merece. 

Não esqueça de se inscrever no canal do youtube da Pediatria Descomplicada! 

Para ter acesso a conteúdos exclusivos, do Pediatria Descomplicada, junte-se ao grupo do Telegram através do link: https://bit.ly/30iJTkW.

Um bjo,

Dra Kelly Marques Oliveira

Para seguir o blog e receber as novidades por email, basta clicar no botão “seguir” no site. Siga no Instagram(@pediatriadescomplicada, clique no canto superior direito “ativar notificações de publicação”).

Dra Kelly Marques Oliveira

CRM 145039

Consultório particular em São Paulo: (11) 5579-9090/ Whatsapp (11) 93014-0007

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Faixa