urso

Vivendo o salto desenvolvimento eterno!

 

Como as mamães e papais já devem ter percebido, o primeiro ano de vida do bebezinho é uma fase de grandes e extraordinárias mudanças para toda a família. Durante esse período, é normal que os pais passem noites em claro, que tenham muitas dúvidas e frustrações, que não entendam sempre por que seu filho está chorando ou de uma hora pra outra mudou completamente seu comportamento e hábitos de sono. Na maioria dos casos, isso acontece devido aos saltos de desenvolvimento e picos de crescimento do bebê que fazem com que, aos poucos, o pequeno saia de sua zona de conforto e descubra o mundo ao seu redor.

Para refrescar sua memória, vou destacar abaixo o que são esses saltos de desenvolvimento e os picos de crescimento tão importantes para os bebês:

SALTO DE DESENVOLVIMENTO

Ocorrem quando o bebezinho adquire novas habilidades funcionais específicas, como rir, engatinhar, sentar-se, interagir ou andar. Essas aquisições ocorrem em diversos aspectos: desenvolvimento motor, desenvolvimento cognitivo, linguagem, desenvolvimento sensório-motor e desenvolvimento social. Toda vez que o bebê adquire uma nova habilidade, ele acaba ficando tão animado com a “conquista” que quer praticá-la o tempo todo, até mesmo durante o sono. Ou seja, a rotina de sono acaba se desregulando novamente, juntamente com a sensação de insegurança e de estar perdido no mundo pois seus sistemas perceptivo e cognitivo mudaram, houve uma maturidade neurológica, porém o bebezinho não teve tempo para se adaptar às mudanças.

PICO DE CRESCIMENTO

Os picos de crescimento se referem ao crescimento do bebê em si, e não ao seu desenvolvimento. Nesses períodos, é normal que o bebezinho queira mamar mais vezes que o de costume, pois precisam de mais alimento para crescer no ritmo mais acelerado do pico. Justamente por necessitar de mais mamadas, acaba acordando mais vezes durante a madrugada para mamar. Nesse período, é importante que a mãe respeite a livre demanda aumentada da amamentação e não confunda esse aumento com problemas com o leite. A produção de leite se adapta às necessidades do bebê, sendo o alimento mais completo e especial possível.

Uma vez que o salto de desenvolvimento pode coincidir com os picos de crescimento do bebê ou ocorrer um seguido do outro, os pais podem ficar com a sensação de estarem vivendo um salto interminável, com mudanças e novidades que parecem não acabar mais, irregularidades na rotina de sono e mudanças no apetite que deixam os pais de cabelo em pé. Mas calma! Sempre falo: respire fundo! O melhor a se fazer é ter paciência, não adianta se desesperar.

Esses saltos e picos são extremamente necessários para o desenvolvimento e crescimento do bebê, ainda que sejam momentos difíceis e exaustivos para os pais. Lembre-se que depois que o bebezinho supera a fase na qual se sente perdido, ansioso e não sabendo lidar com as habilidades recém adquiridas, ele voltará a ser o bebê que era antes, porém ainda mais feliz e espertinho com sua nova conquista.

Além disso, esses “sintomas” dos saltos e picos podem não aparecer em todos os bebês, afinal cada um reage de uma forma as novidades e aprendizados que são expostos, mas TODOS eles passam por essas fases.

​Aprenda a observar seu bebê!​ Quando ele estiver mais irritadinho, querendo mais colo e atenção, mamando mais, pode ser realmente que esteja passando por esse período! No primeiro ano de vida o bebê adquire milhares de capacidades mentais e intelectuais, além do seu desenvolvimento motor acelerado! Ele passa de um bebezinho que mal interage a um bebê que se comunica, se locomove (já engatinha ou anda) e percebe o mundo ao redor tudo dentro de um ano!

Além disso, no primeiro ano de vida ele praticamente triplica de peso e cresce em média 25 cm! Seu cérebro quadruplica de tamanho!

​Imaginem o quanto o bebê precisa se esforçar para crescer e para aprender! ​Por isso, mesmo que os saltos e picos sejam bem difíceis quando ocorrerem, lembre-se: depois terá uma recompensa! Foque no que seu bebê aprendeu de novo! Isso vale todo o cansaço.

Os picos de crescimento costumam durar ​em média ​uma semana, mas cada bebê possui suas necessidades e particularidades, portanto esse tempo pode variar, enquanto os saltos podem ser um pouco mais longos e durar de uma a seis semanas aproximadamente, mas novamente esse período pode variar de bebê para bebê.

Quem aí está passando por essas fases que parecem infinitas?

E não esqueça de se inscrever no canal do youtube da Pediatria Descomplicada!

 

Um bjo,

Dra Kelly Marques Oliveira

Para seguir o blog e receber as novidades por email, basta clicar no botão “seguir” no site. Siga no Instagram(@pediatriadescomplicada, clique no canto superior direito “ativar notificações de publicação”).

Dra Kelly Marques Oliveira

CRM 145039

Consultório particular em São Paulo: (11) 5579-9090/ Whatsapp (11) 93014-0007

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Faixa