urso

Principais reações vacinais nos bebês

 

 

Pais e mães de primeira viagem costumam ficar muito preocupados em relação as vacinas de seus filhos, principalmente quando ainda são bebezinhos. Grande parte dessa preocupação se deve aos inúmeros casos divulgados pela mídia de reações vacinais nos pequenos, o que acaba gerando certo receio antes da imunização.

Como muitos papais e mamães estão me perguntando bastante coisa em relação a esse tema, hoje vou explicar um pouco mais sobre as possíveis reações vacinais nos bebês!

O sistema imunológico dos bebês ainda é imaturo, deixando-o muito vulnerável e exposto a muitos tipos de doenças. Exatamente por isso é recomendado que o calendário de vacinação seja seguido à risca, sempre respeitando as contraindicações em determinados casos.

Ainda assim, todas as vacinas têm potencial de causar uma reação adversa nos pequenos, sendo as mais comuns:

 

– Vermelhidão e dor no local;

– Irritabilidade;

– Choro;

– Sono excessivo;

– Falta de apetite;

– Febre alta ou moderada num intervalo de 24 a 48 horas após a aplicação.

 

Após a imunização, é fundamental que os pequenos sempre fiquem em constante estado de observação para que o médico seja procurado imediatamente em caso do aparecimento de sintomas mais graves como erupções na pele, vômitos, dificuldade para respirar e mal-estar excessivo.

Agora que já esclarecemos que é comum que os bebês apresentem certos sintomas após a vacinação, vamos ver as reações específicas das principais vacinas obrigatórias até os 2 anos de idade da criança? Além disso, vou te ajudar com dicas de como ajudar a aliviar o incômodo de seu filho/a em casa caso! CONTINUE LENDO:

Reações: É possível que apareça um nódulo vermelho no local da aplicação e após uma feridinha se forme. Febre e mal-estar são sintomas comuns dessa vacina.

Dicas: Não arranque a casquinha da ferida formada, lave a região com água e sabão neutro até a cicatrização.

  • HEPATITE B

Reações: Normalmente não há reação alérgica, e somente 3% das crianças apresentará febre baixa e sensibilidade no local da aplicação.

Dicas: Em caso de febre, é indicado consultar o pediatra que, se necessário, indicará a dose correta de antitérmico com base no peso de seu bebê.

  • VACINA TRÍPLICE VIRAL

Reações: Pode ocorrer febre baixa no intervalo de cinco a doze dias após a aplicação. Alguns bebês podem apresentar manchas vermelhas no local da aplicação ou espalhadas pelo corpo, mas desaparecem rapidamente.

Dicas: Em caso de febre alta, o pediatra recomendará o uso de antitérmico com a dosagem ideal para cada caso.

  • VACINA DPT (tríplice bacteriana)

Reações: É comum o bebê ter febre no primeiro ou segundo dia após a aplicação da vacina. A região onde ocorreu a aplicação também pode ficar dolorida, avermelhada, inchada ou endurecida.

DICAS: No caso de febre baixa, é recomendado dar BANHOS MORNOS para atenuar a temperatura corpórea do pequeno, além de COMPRESSA FRIA para aliviar o desconforto e dor do local da picada.

Reações: Alguns bebês podem ter sintomas intestinais, como diarreia e leve sangramento nas fezes (raro). Tais reações podem ocorrer de 7 a 10 dias após a imunização, e durar de 3 a 5 dias.

Dicas: Caso o bebê apresente sinais de muito desconforto após a vacina ou sintomas preocupantes como sangue nas fezes ou vômito, procure um médico para que ele examine o pequeno.

 

Mais pra frente podemos falar sobre outras reações vacinais nos bebês que não estão nesse post! Vocês querem mais informações sobre esse tema? DEIXE NOS COMENTÁRIOS!

 

Um bjo,

Dra Kelly Marques Oliveira

Para seguir o blog e receber as novidades por email, basta clicar no botão “seguir” no site. Siga no Instagram(@pediatriadescomplicada, clique no canto superior direito “ativar notificações de publicação”).

Dra Kelly Marques Oliveira

CRM 145039

Consultório particular em São Paulo: (11) 5579-9090/ Whatsapp (11) 93014-0007

 

6 Comments

  • Juliana Sumitani 17/09/2019 Reply

    Olá, dra! Poderia falar sobre episódio hipotônico hiporresponsivo? Acredito q ocorreu com minha filha qdo tomou o reforço de 4 anos da DTP e nos deixou mto assustados no momento. É uma reação rara? É necessária alguma investigação? Devo me preocupar com outras vacinas?

    • Sac Blog 18/09/2019 Reply

      Olá Juliana,

      Anotada a dica assim que possível faço um post sobre isso! Obrigada por me acompanhar nas redes sociais.
      Um bjo,

      Dra Kelly Oliveira.

  • Flávia 17/09/2019 Reply

    Quais são os sintomas da vacina para a gastroenterite?

    • Sac Blog 18/09/2019 Reply

      Olá Flávia,

      Teremos um imenso prazer em tirar sua dúvida a respeito de vacina, entre em contato conosco pelo whatsapp (11)99866-1107 falar com a enfermeira. ❤

      Um beijo,
      Dra Kelly Oliveira.

  • Natalia 18/09/2019 Reply

    Gostaria de saber a respeito da vacina tríplice viral em menores de 1 ano (6 meses a 1 ano) existe alguma contra indicação? Já que essa não era uma vacina que não constava no calendário vacinal e só entrou na campanha por conta do surto de sarampo pelo menos no estado de São Paulo.

    • Sac Blog 19/09/2019 Reply

      Olá Natalia,

      O esquema da tríplice viral é a partir dos 12 meses, a primeira dose é feita com o primeiro ano e a segunda com 1 ano e 3 meses. Devido ao surto do Sarampo, a dose de 6 meses a um ano é considerada como dose extra, sendo assim não é uma contra indicação.

      Obrigada por interagir comigo.
      Um bjo,
      Dra Kelly Oliveira.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Faixa