urso

Dicas para proteção solar no verão

Passar tempo ao ar livre é uma atividade muito comum nas férias de verão, além de ser muito aguardada ao longo do ano. Mas alguns cuidados são necessários para garantir a proteção contra raios solares, pois nenhum de nós está livre de sofrer uma queimadura solar, e um cuidado mais do que especial deve ser tomado com nossos pequenos. As crianças são mais vulneráveis, e necessitam de maior proteção, uma vez que a maioria dos danos causados pelo sol ocorrem na infância.

A queimadura solar causa na pele um aspecto avermelhado, além de deixá- la quente e dolorida, e nos casos mais graves, bolhas, febre, calafrios e dor de cabeça podem surgir.

Pensando nisso, veja algumas dicas para aproveitar o verão da melhor maneira.


Segurança solar para bebês menores de 6 meses

  • Bebês com menos de 6 meses de idade devem ser mantidos longe da luz solar direta.
  • Fique com o bebê na sombra sempre que possível,  sob uma árvore, guarda-sol ou no carrinho da criança.
  • Evite os horários de sol entre 10 e 16h.
  • Vista o bebê com roupas leves, e com proteção UV  de preferência, que cubram seus braços e pernas, e use acessórios como chapéu de abas largas, também com proteção UV.
  • Se a criança sofrer queimaduras solares, aplique compressas frias na região afetada e converse com o seu médico.

Segurança solar para crianças

O método de defesa mais eficiente contra a radiação ultravioleta (UV) é a sombra! Deixe a criança na sombra sempre que possível e limite a exposição ao sol durante as horas de sol forte, entre 10 e 16h. Ainda assim, cuidado com o mormaço e insolação e desidratação.

Escolha roupas de tecidos que tenham proteção UV e use tecidos leves no dia a dia, como algodão. Chapéus de abas largas, que possam cobrir, bochecha, queixo, orelhas e nuca são uma boa pedida, da mesma forma, óculos de sol com proteção ultravioleta (UV).

Lembre-se de fazer um teste rápido para reação alérgica, aplique uma pequena quantidade na dobra do braço da criança e observe. Passado o teste, e se reações alérgicas não surgirem, aplique o produto de forma cuidadosa.

Caso seu filho sofra queimaduras solares que resultem em bolhas, dor ou febre, busque orientação do pediatra.

Protetor solar

O protetor solar pode ajudar a proteger a pele de queimaduras solares e alguns tipos de câncer de pele, mas, somente se usado da forma adequada. Lembre-se o protetor solar deve ser usado para a proteção do sol, não como uma razão para ficar mais tempo no sol.

Como Escolher Protetor Solar

  • Ao escolher o seu protetor solar procure as palavras ”amplo espectro”. Isso significa que o filtro solar protegerá contra raios ultravioleta B (UVB) e ultravioleta A (UVA).
  • Observe se o protetor solar escolhido é resistente a água, pois dessa forma existe uma proteção solar mesmo na água por cerca de 80 minutos.
  • Reaplique o protetor a cada duas horas ou depois de nadar ou secar-se com toalha.
  • Cuidado com o componente oxibenzona em alguns protetores. Este ingrediente pode ter propriedade hormonais, se possível opte por um protetor sem o mesmo.
  • O óxido de zinco é um protetor físico e pode ser um grande aliado como proteção extra, em regiões como nariz, bochechas, parte superior das orelhas e nos ombros. Fique atento pois alguns protetores já contém essa proteção extra, o que é uma grande vantagem.
  • Use um filtro solar com um fator de proteção solar (FPS) de pelo menos 30, idealmente FPS 50 para crianças.

Como aplicar protetor solar

Aplique com generosidade: aplique uma camada generosa e uniforme, de forma a cobrir toda a pele.

Aplique com frequência: Reaplique o produto a cada duas horas, e sempre após nadar, suar ou secar-se com uma toalha.

Aplique em todas as áreas expostas ao sol: especialmente no rosto, nariz, orelha, pés, mãos, das costas aos joelhos.

Aguarde um tempo antes de se expor ao sol: Aplique o protetor solar e aguarde um tempo de ação de no mínimo 15 minutos, sendo o tempo ideal de espera 30 minutos. Somente após esse período vá ao ar livre. Esse tempo de espera é necessário para absorção do produto na pele.

Cuidado! Mormaço também queima!  Fique atento mesmo nos dias nublados, pois mesmos em dias assim é possível sofrer queimaduras solares. Até 80% dos raios UV podem passar pelas nuvens.

Espero que as dicas sejam úteis para o verão, que é uma período super gostoso e pode ser aproveitado ao máximo, desde que com cuidado! 😉

Com carinho,

Dra. Kelly Marques Oliveira

Pediatra, Alergia e Imunologia e Consultora Internacional de Amamentação (IBCLC) – CRM 145039

E aí gostou do conteúdo? Espero que tenha ajudado a esclarecer dúvidas! Compartilhe! E você sabia que dá para receber o conteúdo do blog direto no seu e-mail? É só se cadastrar! Estamos no instagram @pediatriadescomplicada (ative as notificações para visualização).

Consultório Espaço Médico Descomplicado – São Paulo: (11) 5579-9090/ whatsapp (11) 93014-0007

 

Fonte: Academia Americana de Pediatria.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Faixa