urso

Dicas para sobreviver às viroses de verão

Quando chega o verão, muitas coisas boas vêm na cabeça não é?… Afinal, é época de férias das crianças, época de praia e piscina… Enfim, é tempo de aproveitar! Mas também é hora de ficarmos atentos a alguns perigos de verão, como, por exemplo, as famosas viroses.

Virose é um termo genérico dado para as doenças ou infecções causadas por vírus, mas sabia que nem toda virose é igual? Por isso hoje vou falar um pouquinho com vocês sobre quais os tipos mais comuns de viroses e o porquê devemos ter os cuidados redobrados no verão.

Os dois tipos de viroses mais frequentes são: as respiratórias e as gastrointestinais. Entre os vírus que causam a virose respiratória está o rinovírus e o adenovírus. Já na virose gastrointestinal se encontra, por exemplo, o enterovírus, entre outros. Todos são vírus de verão. Os sintomas são da mesma forma, diversos! No caso da virose respiratória pode ocorrer: febre, tosse, coriza (nariz escorrendo), dor de garganta. Já a gastrointestinal tem sintomas como: diarréia, náusea, vômito, febre. Em alguns casos, pode ocorre conjuntivite.

A diarréia  e os vômitos podem levar à desidratação, principalmente em crianças. Por isso, beber muita água é essencial em casos assim e durante todo verão! E o ideal é: sentiu esses sintomas, procure ajuda médica!

Um sinal de alarme importante de que algo não vai bem é que a criança ou o bebê está fazendo pouco xixi, ou não está fazendo xixi! Isso é sinal de que a criança pode estar desidratada. Outro sinal de alarme importante é a criança estar com vômitos que não cessam, com medicação,e não estar ingerindo líquidos! Se o bebê ou criança tiver evacuações líquidas em grande quantidade e frequente, cerca de 6 a 8 episódios, também tem risco de desidratar!

Nesses casos é preciso procurar atendimento no pronto atendimento hospitalar. Se possível, converse com seu pediatra para orientações do que fazer.

Como evitar?

Uma das formas mais simples e, ao mesmo tempo, poderosa para nos ajudar a prevenir as viroses, está no cuidado que devemos ter com a água e os alimentos! Isso porque no verão, os alimentos costumam se deteriorar mais rápido por causa do calor! Por isso, muito cuidado ao oferecer qualquer alimento às crianças! Fique atento também à higiene dos alimentos e ao estado de conservação deles.

Cuide do básico!

Também durante o verão é o momento em que temos mais contato com águas contaminadas, como de piscinas e de mar, por isso medidas simples de higiene podem fazer toda diferença! Algo simples que ajuda muito, é lavar bem as mãos durante o dia. Tenha também um álcool gel à mão, pois nem sempre é possível lavar as mãos dependendo do local que você estiver.

Cuidado com o que você come na praia!

Se for dia de pegar aquela praia, é preciso ter cuidado com o que consome lá… Fique de olho em alimentos que podem estar mal acondicionados, como queijos, por exemplo.

Tome muita água!

Não esqueça de tomar água de qualidade (potável e de fonte confiável)! Hidratação nessa época do ano é mais essencial ainda! Tome muita água! Água de coco é uma ótima alternativa para hidratar também, pois é rica em eletrólitos, como o potássio.

E atenção papais! Ofereça água para bebês e crianças com frequência, porque nessa fase eles não conseguem pedir ainda ok?

Lembrando que bebês em aleitamento materno exclusivo até os 6 meses não necessitam de água, apenas leite materno! Ofereça o peito mais vezes caso o bebê ou criança mame no peito. O leite materno evita a desidratação, e muitas vezes é a única coisa que a criança aceita nesse período.

É  normal que o apetite reduza drasticamente, pois o intestino está “machucado”e determinados alimentos podem não ser tolerados pela criança. Procure oferecer comidas leves e muito líquido, e logo o apetite voltará. Muita calma e paciência mesmo, pois corta o coração vê-los mais caidinhos!

Fique atento com os sintomas para levar ao pronto-socorro se o tratamento não estiver sendo efetivo em casa.

Enfim, viroses podem ser comuns, mas é coisa séria e não vamos deixar elas estragarem o nosso verão. Siga essas dicas, redobre os cuidados com alimentação e água para as crianças… E bom verão para todos!

Com carinho,

Dra. Kelly Marques Oliveira

Pediatra, Alergia e Imunologia e Consultora Internacional de Amamentação (IBCLC) – CRM 145039

E aí gostou do conteúdo? Espero que tenha ajudado a esclarecer dúvidas! Compartilhe! E você sabia que dá para receber o conteúdo do blog direto no seu e-mail? É só se cadastrar! Estamos também no Facebook (curta e coloque para “ver primeiro” nas opções) e instagram@pediatriadescomplicada (ative as notificações para visualização).

Consultório Espaço Médico Descomplicado – São Paulo: (11) 5579-9090/ whatsapp (11) 93014-0007

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Faixa