urso

Meu bebê está acordando demais a noite, o que fazer? Saiba o que é a regressão do sono

sono do bebe, regressao do sono

E agora? Meu bebê era tão calminho, já estava dormindo melhor, ficando 4, 5 e até 6h dormindo direto a noite, e de repente começou a acordar muito! O que está acontecendo?

A regressão do sono, que ocorre por volta dos 3 a 4 meses de idade, tende a confundir e frustar muitos pais. Mas, calma, você papai e mamãe não precisam ser pegos de surpresa. Com algumas dicas preventivas, essa fase que é normal, poderá ser encarada com mais tranquilidade e menos estresse.

Em um dado momento, o bebê começa a dormir melhor, e isso gera certo alívio aos pais, mas logo em seguida a essa fase de soninho tranquilo, o seu bebê será tomado por uma ”onda” de agitação noturna.

Essa fase tem nome!

Sim, e se chama regressão do sono! Ela ocorre normalmente por volta dos 3 a 4 meses, e geralmente deixa os pais perplexos. Você olha para o seu bebê e pensa : Sei que meu filho pode dormir melhor! Ele já dormiu melhor, o que está acontecendo?
Essa mudança brusca de comportamento, surpreende os pais e os deixa sem saber o que fazer. Atitudes como : rolar no berço, choro com mais frequência, surto de crescimento, maior sensibilidade a temperatura e a luz. São comuns, e acontecem durante esse período.
Cada ação dentro desse comportamento pode gerar estranheza aos pais, que ficam perdidos,  sem saber como lidar com o seu bebê. O que a maioria não sabe é que estabelecer hábitos de sono saudáveis pode evitar boa parte desses conflitos.

Por que a regressão do sono acontece?

Talvez essa seja a pergunta que mais intriga os pais : O que mudou? Seu recém nascido era uma pequeno ser indefeso, que ficava na maior parte do tempo quietinha e sonolenta, e agora, está mais agitada do que nunca. Quando cai num sono leve, desperta rapidamente em busca de movimento, quer descobrir o mundo que o cerca, sem pausas, agitado e brigando com o sono, como se não pudesse, nem quisesse, perder nada. Esse momento é algo novo e difícil de lidar. A regressão de sono acontece simplesmente porque os bebês estão em constante mudança! Quando os pais me perguntam: o bebê voltará ao “normal”? Ou o bebê voltará ao que era antes? Posso dizer, certamente não! Eles aprendem coisas novas a cada dia, e simplesmente mudam. Então não voltam ao que era antes, simplesmente porque não o são mais daquela forma!

Pois bem, vamos aos fatos: aos 3 meses de idade o bebê sai daquele período que chamamos de “exterogestação” ou quarto trimestre, o período em que o bebê deixa de ser um recém nascido, e passa a perceber, e muito, o mundo ao seu redor. O bebê começa a se perceber separado da mãe, e literalmente descobre o mundo! Novas sensações, novos sons, cores, estímulos, tudo tem um novo significado. Nessa fase o bebê tem um grande salto de desenvolvimento (se você ainda não sabe o que é isso acesse o post), e todas essas novas sensações são processadas pelo cérebro, que está “bombando”com cada informação nova a cada segundo! Imagina isso para um bebê! Obviamente isso tem impacto direto no sono, pois um bebê que “não quer perder nada” e na qual o mundo está mais interessante, terá dificuldades em dormir. Mais do que isso, seu cérebro não quer “desligar” de tudo que está aprendendo. Por isso a regressão de sono costuma acontecer nesses períodos de intenso aprendizado.

A regressão do sono não ocorre apenas em torno dos 4 meses. Ela pode ocorrer sempre nos momentos em que o bebê está em intenso aprendizado. Tente ficar atento a esses sinais e observe o quanto seu bebê pode estar aprendendo.

Como lidar?

A chave mágica para essa fase, que o transforma de momento crítico para momento estável, é a forma como você se apresenta e age. Muitos pais, demoram a perceber, mas muitas vezes o bebê pode não ter acordado ainda, e estar naquela fase de transição do sono, na qual com os olhos ainda fechados chora e resmunga. Antes de pegá-lo apressadamente ou simplesmente colocá-lo no colo, apenas se certifique que está de fato acordado chorando, ou se apenas está ainda naquela transição do sono. Se estiver, você pode tentar fazê-lo ingressar novamente no soninho, apenas fazer um barulho de shhh, ou balançando-o suavemente, ou dando leves tapinhas ritmados no bumbum. Talvez apenas isso não será suficiente se seu bebê acordou, e você pode consolá-lo pegando-o no colo até se acalmar, e depois tentar colocá-lo de novo no berço (esse é o grande desafio, pode acontecer esse processo inúmeras vezes…).

Como lidar com os choros da madrugada? Posso te dizer que nesses períodos de regressão, apenas tendo muita calma e paciência, pois eles vão certamente acordar mais vezes.

Além disso, algumas dicas são valiosas:

Rotina, rotina, rotina: quanto mais bem estabelecida, melhor seu bebê passará por esses períodos, pois de fato isso dá segurança ao bebê saber o que esperar. A rotina é importante e ajuda muito na dinâmica familiar. Se você tem tido problemas de sono com seu bebê, tente começar pelo ajuste da rotina.

Tente usar um swadlle, cueiro ou manta para enrolar o bebê, de forma que ele se sinta mais  contido, como num casulo. Isso fará com que durma melhor e tenha menos despertares. Apenas certifique-se de fazê-lo de forma segura, sem risco do pano ou manta vir para o rosto do bebê, e a perna deve estar solta, permitindo movimento do quadril.

Use os chamados barulhos brancos (white noises), ou outras músicas de ninar, e movimentos como um balanço suave para o bebê embalar no sono, ou emendar um ciclo de sono em outro, sem despertar completamente.

Tente antecipar os momentos da mamada do seu bebê, observando os seus horários de despertares, e antecipe as mamadas, antes dele despertar completamente. Isso também é conhecido como “mamada dos sonhos”.

Retire qualquer luz do quarto. Mesmo um abajur pequeno, ou até a luz da babá eletrônica pode ser o motivo pela qual seu bebê está despertando mais a noite. Evite luzes como telas e luz branca após às 18h, principalmente após o sol se pôr. Os bebês precisam entender que é hora de dormir!

A noite,  no momento de fazer seu bebê adormecer evite o contato visual, pois isso estimula o bebê e não o ajudará a dormir! Faça muito contato visual de dia, mas no momento de dormir, evite.

Durante o dia, aproveite os momentos ao ar livre, leve-o para ter contato com a natureza quando possível, pois isso o ajudará a diferenciar o dia da noite.

É  uma fase cansativa? Demais! Mas prometo que passa! Alguns bebês demoram mais, outros menos, mas eles voltam a dormir. Tente aplicar as dicas daqui e procurem ajuda se necessário. Boa noite de sono para vocês!

Acessem também os outros posts sobre sono abaixo. 😉

Com carinho,

Dra. Kelly Marques Oliveira

Pediatra, Alergia e Imunologia e Consultora Internacional de Amamentação (IBCLC) – CRM 145039

E aí gostou do conteúdo? Espero que tenha ajudado a esclarecer dúvidas! Compartilhe! E você sabia que dá para receber o conteúdo do blog direto no seu e-mail? É só se cadastrar! Estamos também no Facebook (curta e coloque para “ver primeiro” nas opções) e instagram @pediatriadescomplicada (ative as notificações para visualização).

Consultório Espaço Médico Descomplicado – São Paulo: (11) 5579-9090/ whatsapp (11) 93014-0007

4 Comments

  • Gabriella 26/11/2018 Reply

    Dra, por que devemos deixar as pernas do bebê soltas quando o enrolamos no cueiro? Obrigada!

    • Dra. Kelly Marques Oliveira - Pediatra 27/11/2018 Reply

      Olá Gabriella bom dia,as perninhas do bebê não devem ficar presas ,pois, podem levar à displasia do quadril, já que as pernas do bebê quando relaxadas, ficam como um sapinho. Se o cueiro limitar seus movimentos, elas ficam esticadas, levando ao desenvolvimento anormal das pernas e até ao deslocamento do quadril.

  • Ana 28/11/2018 Reply

    Dra., e quando o bebê do nada passa a dormir a noite toda? RS… Minha filha de 2 meses e meio sempre acordava 1 ou 2 vezes e há quase uma semana está esticando 6/7h direto… Fiquei preocupada! Medo da produção de leite cair muito. To pensando em acorda-la no meio da madrugada pra mamar. Muita loucura? Meu primeiro filho mamava muuuuito, acordava bastante e, acredito que por conta disso, eu tinha MUITO leite. Quando voltei a trabalhar, consegui manter o leite materno até 11 meses só com a extração que fazia no trabalho. Não precisei complementar com fórmula, pois conseguia deixar toda a quantidade do dia seguinte pra ele… Enfim… Muita viagem minha?
    Adoro seus posts! Dão muita segurança. Obrigada!

    • Dra. Kelly Marques Oliveira - Pediatra 29/11/2018 Reply

      Olá Boa tarde Ana,
      recomendo passar na pediatra de confiança e se orientar, caso esteja ganhando peso normalmente não ha problema em deixar o bebe dormir a noite toda, caso contrario o pediatra irá dar a conduta correta, uma vez que não posso dar condutas via rede social.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Faixa