urso

Mitos da Amamentação – Quanto o bebê deve mamar?

                     Mitos da Amamentação

No primeiro post sobre mitos da amamentação, conversamos um pouco sobre o mito de amamentar a cada 3 horas, porque ele existe e está arraigado. Também conversamos um pouco sobre como entender os sinais que seu bebê dá quando quer mamar, além de tratarmos bastante sobre ?o tema da livre demanda.

Nesse post vamos conversar sobre outro mito da amamentação muito comum, que é determinar o tempo de uma mamada!

Mito número 2: Tempo de mamada, quanto tempo em cada peito?

Essa dúvida é muito frequente entre as mamães, já que recebem informações (muitas vezes erradas) de quanto tempo têm que ficar em cada peito, pois o bebê precisa chegar no tal leite posterior, senão o bebê vai mamar de menos, ou demais…

Uma palavra sobre esse tal leite posterior…

O leite conhecido como posterior nada mais é do que o leite farto em gordura, mais calórico, e que está presente no final da mamada. O leite anterior, por sua vez, é o leite inicial, mais abundante em água, sendo de suma importante para a hidratação do bebê. Infelizmente uma classificação simplista como essa não explica o que acontece com o leite DURANTE a mamada!

Não existe um “comando” que muda o leite de anterior ou posterior, mas sim o que ocorre é o aumento da gordura do leite de acordo com o esvaziamento da mama! E aí está o grande segredo!

Antes é preciso saber em PRIMEIRO lugar se o bebê está mamando bem. Essa percepção é possível avaliando a pega e posição correta, e além disso, observar se existe boa transferência do leite. Veja o post sobre como saber se o bebê está mamando bem.

Se houver boa transferência de leite, o bebê com certeza chegará no leite posterior, pois a mamada foi efetiva.

SEGUNDO, atenção aos sinais do seu bebê: Se ele está sugando bons goles de leite, e ao final, é um bebê feliz, que parece satisfeito, podemos dizer que a mamada foi produtiva. Se o bebê continua irritado, chora o tempo todo, suga os dedos com vontade e ainda assim não permanece no peito, algo está errado.

De nada adianta apego a duração da mamada se não prestamos atenção se o bebê está mamando de fato. Dois extremos podem ser apontados aqui: o bebê que mama por duas horas seguidas, e ainda sim, permanece insatisfeito, em contrapartida a mãe exausta, ou o bebê que mama por dois minutos e dorme, ou fica extremamente irritado. Nas duas situações, existem problemas.

E quando o bebê demora muito tempo para mamar, o que fazer?
Se seu bebê esta sempre muito sonolento, demora muito tempo para mamar (frequentemente mais de uma hora e meia), você deve procurar ajuda. Normalmente há outros sinais associados que também apontam que há algo errado como: o bebê não está com ganho de peso adequado, a mãe tem dor para amamentar, o bebê fica irritado o dia todo e dorme pouco, não parece satisfeito.

O que fazer se o bebê mama 2 minutos e dorme? E bebês que brigam com o peito?
Bom é provável que esse bebê não está mamando o quanto gostaria, e por isso não parece satisfeito no peito. Pode ser dificuldade de transferência de leite devido a pega e posição incorretas, problemas relacionados ao bebê, como a língua presa, doença do refluxo gastroesofágico, imaturidade neurológica, e alguns fatores relacionados à mãe, por exemplo diminuição na produção de leite, seja por ansiedade, estresse, dor, pega errada ou uso de complemento (fórmula infantil).

Tanto aquele bebê que demora 2 horas para mamar, quanto o bebê que mama por pouco tempo estão enfrentando dificuldade para mamar. Se você estiver passando por isso, procure ajuda!

Mas, voltando à pergunta inicial: A mamada deve ser estipulada?
Bem, como você viu, essa não é uma pergunta fácil. Bebês recém-nascidos demoram mais tempo para mamar, justamente porque estão aprendendo, assim como suas mamães, estão aprendendo a amamentar. É um processo que exige paciência e persistência. No início uma mamada completa pode demorar em torno de uma hora, mas com o tempo os bebês ficam mais “especialistas”. Bebês aprendem rápido. Em torno dos 3 meses, uma mamada demora entre 5 a 15 min.

Posso deixar 20 minutos em cada mama e trocar o lado? Ou 30 minutos em cada mama?
Sei que necessitamos de uma ideia do tempo e por isso as mamães insistem tanto nisso. Infelizmente essa noção exata não existe! A dica que eu deixo para vocês é: parem de cronometrar! Deixe a amamentação acontecer de forma mais natural e leve possível. Se você está com dúvidas para perceber o que o seu bebê quer ou precisa, aprenda a observá-lo, coloque-o perto de você, pele e pele e deixe seu corpo te guiar. Confie nos seus instintos.

Amamentação e números não da ”match”, se você olha somente para o relógio, e não olha para seu bebê, certamente está perdendo algo.

Espero que tenha ajudado a esclarecer mais esse mito relacionado à amamentação. Se você tem dúvidas mande pra nós!

Um bjo
Dra. Kelly Marques Oliveira
CRM 145039
Pediatra, Alergista e Consultora Internacional de Amamentação
Consultório Espaço Médico Descomplicado – São Paulo: (11) 5579-9090/ whatsapp (11) 93014-0007
Para seguir o blog e receber as novidades por email, basta clicar no botão “seguir” no site. Siga também no Facebook (ative o “ver primeiro”, para receber aviso dos posts novos) e Instagram (@pediatriadescomplicada, clique no canto superior direito “ativar notificações de publicação”).

2 Comments

  • Luana 14/09/2018 Reply

    Dra Kelly, uma pergunta ainda sobre esse assunto. Quando o bebê chegar nessa fase de 5 a 15min de mamada, na próxima ofereço o mesmo seio ou o que o bebe ainda não mamou?
    Agradeço a atenção.

    • Dra. Kelly Marques Oliveira - Pediatra 18/09/2018 Reply

      Olá tudo bem ? Além de Pediatra também sou especializada como consultora internacional de amamentação,  neste caso o interessante é que passe em consulta para que eu consiga ajudar a sanar suas dúvidas e ajudar neste aspecto, caso esteja em SP entre em contato conosco para agendar sua consulta ?  (11) 5579-9090 e pelo whatsapp??(11) 93014-0007

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Faixa