urso

Deixa parar de pulsar! Corte tardio do cordão umbilical

Durante gerações, os obstetras foram rápidos em cortar o cordão umbilical de recém-nascidos. Isso está mudando!

Em Janeiro deste ano tivemos a grata surpresa de ter o Colégio Americano de Obstetras e Ginecologistas como uma das mais recentes organizações de renome internacional a esperar ao menos 30 a 60 segundos antes de se realizar o corte do cordão umbilical. Essa espera pode ser fundamental para que o sangue volte ao recém-nascido após o parto, garantindo o bom desenvolvimento de seu pequeno cérebro que está em formação.

Durante esse momento de espera, muitas atividades podem ser realizadas, como por exemplo, garantir a limpeza do bebê, e deixar que ele tenha o contato pele-a-pele com a mamãe!

Outros grupos médicos já aprovam o bloqueio tardio do cordão umbilical. A Academia Americana de Pediatria, assim como a ACOG, também recomenda esperar pelo menos 30 a 60 segundos antes de cortar o cordão umbilical, enquanto a Organização Mundial de Saúde recomenda esperar pelo menos 60 segundos e o American College of Nurse-Midwives recomenda uma espera ainda maior (de 2 a 5 minutos).

Mas então, porque rotineiramente vemos cortes acelerados do cordão umbilical?

Antigamente (meados dos anos 1900), aguardar alguns minutos para se realizar o corte do cordão umbilical era uma prática comum. Porém, após um certo tempo, obstetras começaram a cortá-lo imediatamente, boa parte por causa de uma crença equivocada de que esta atitude reduziria o risco de hemorragia na mãe (pesquisa subsequentes descobriram que esse não era um fato), uma tendência que se acelerou, muitas vezes em função dos próprios pediatras que estavam ávidos por analisar o bebê, enquanto os obstetras se encarregavam do cuidado com a mãe.

Vamos aos fatos sobre os benefícios de se aguardar para a realização do corte do cordão umbilical

Pesquisas mais recentes têm desafiado a prática comum de corte imediato. Um ensaio sueco de 2011 descobriu que apenas 0,6 por cento dos bebês a termo com um atraso de três minutos no pinçamento do cordão eram deficientes em ferro aos 4 meses de idade, em comparação com 5,7 por cento com pinçamento imediato do cordão!

Mas os benefícios do corte retardado do cordão umbilical não param por aí! Além do ferro, o sangue do cordão umbilical também contém imunoglobulinas e células-tronco, sendo estes elementos fundamentais em matérias de imunização e cicatrização. Sendo assim, os pesquisadores especulam que o bloqueio tardio do cordão pode auxiliar as funções de imunização e cicatrização do bebê, embora esse ainda seja um fato em estudo, e não completamente comprovado. Já no caso de bebês prematuros, o clampeamento tardio do cordão umbilical benefícios adicionais, incluindo uma menor incidência de hemorragia intraventricular, hemorragia no cérebro, infecção intestinal grave, também chamada de enterocolite necrosante.

Embora muitos hospitais tenham adotado pinçamento retardado do cordão para bebês prematuros, não se sabe quantos estão fazendo rotineiramente para bebês a termo. “Muitos, muitos lugares estão começando a adotar isso em seu ambiente, por isso pode levar algum tempo, mas acho que a prática provavelmente está mudando”, disse o Dr. Tonse Raju, chefe do ramo de gravidez e perinatologia do National Institutes of Health .

Apenas alguns pontos importantes de atenção sobre o tema

Mas atenção é devida para os casos de pinçamento tardio do cordão umbilical! A declaração ACOG adverte que os bebês com pinçamento retardado do cordão podem ser mais propensos a exigir tratamento para icterícia, um acúmulo de componentes sanguíneos que provoca o amarelecimento dos olhos e da pele (fato também em estudo).

Também é fato que se a mãe ou o bebê precisarem de atenção médica urgente, o pinçamento do cordão imediatamente pode também ser necessário. Um desses cenários é quando um bebê não começa a respirar imediatamente após o parto e talvez precise ser transferido para uma mesa de aquecimento com o equipamento médico adequado.

 

Bom pessoal, esse é um pequeno texto introdutório, sobre um tema que deve ser amplamente desenvolvido! Sei que quando a tão esperada hora do parto chega, muitas dúvidas surgem e deixam nossas cabeças malucas. Por isso informação é essencial!

Um Bjo😘00
Dra Kelly Marques Oliveira
Pediatria, Alergia e Imunologia e Consultora Internacional de Amamentação

Foto por: @Monetnicolebirths

  • Para mais informações entre em contato conosco em nosso telefone:
    ☎ (11) 5083-1818
  • Ou envie sua mensagem em nosso WhatsApp:
    📲 (11) 99866-1107
  • www.vacinadescomplicada.com.br
  • contato@vacinadescomplicada.com

Consultório Espaço Médico Descomplicado – São Paulo: (11) 5579-9090/ whatsapp (11) 93014-0007

E aí gostou do conteúdo? Espero que tenha ajudado a esclarecer dúvidas! Compartilhe! E você sabia que dá para receber o conteúdo do blog direto no seu email? É só se cadastrar! Só fazer o cadastro na nossa newsletter e colocar seu email! Estamos também no Facebook (curta e coloque para “ver primeiro” nas opções) e instagram @pediatriadescomplicada (ative as notificações para visualização).

2 Comments

  • Oi dotora praze meu nome é chagas eu tenho uma filha de 5 anos ela n para di tossi eu jar lever ela no medico ms n pra de tossi

    • Dra. Kelly Marques Oliveira - Pediatra 31/08/2018 Reply

      Imagino o quanto sua dúvida é angustiante, afinal, nossos Pequenos são nossos maiores tesouros… Infelizmente, o Conselho Federal de Medicina não me permite dar condutas pela internet, pois além de não ser correto, cada paciente é único e é necessário uma avaliação completa para entender o que está acontecendo, e atender com todo carinho e atenção que eles merecem.
      Entre em contato para agendar sua consulta, só ligar no número (11) 5579-9090 ou via whatsapp (11) 93014-0007
      Um bjo

      Dra Kelly

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Faixa