urso

Estados Unidos faz oposição ao aleitamento materno

Estados Unidos e sua forte oposição ao Aleitamento Materno

Pois é, infelizmente essas são as notícias referentes a reunião que aconteceu em maio da Assembleia Mundial da Saúde, pertencente a Organização Mundial da Saúde. Com grande espanto as nações presentes foram surpreendidas pela forte oposição dos Estados Unidos a uma resolução de incentivo a amamentação.

Os interesses dessa grande potência encontram-se alinhados aos de grandes fabricantes de fórmula, que lucram algo em torno de US$ 70 bilhões. Esse setor em sua maioria é dominado por empresas americanas e europeias. Deixando de lado a saúde os Estados Unidos se preocuparam com os lucros. Tanto que diplomatas do país ameaçaram impor sanções comerciais as nações que apoiassem a resolução.

E qual o teor da resolução?
Em suma, a resolução apresentada pelo Equador, tinha como base décadas de pesquisa que apontava os benefícios do leite materno a saúde dos bebês. Por isso recomendava-se aos governos que limitassem o uso do marketing impreciso ou enganoso de métodos substitutos da amamentação, ainda, pedia aos governos proteção, promoção e apoio a amamentação.
Por sorte o esforço foi inútil, após intimidar nações em desenvolvimento, a discursão acerca da resolução passou a ser conduzida pela Rússia é os Estados Unidos desistiram da intimidação.

O que pensar a respeito disso tudo?
Sim, toda essa situação é muito triste. É triste perceber que a saúde de milhares de crianças foi colocada em segundo plano por conta de questões puramente econômicas, isso não é uma crítica as fórmulas e suas industrias que lucram com a sua produção e venda.

Contudo, o leite materno é tudo que a criança precisa, é anos de pesquisa que apontam os benefícios do aleitamento não podem ser deixados de lado. É necessário o incentivo ao aleitamento, a promoção e a proteção, é preciso ter cuidado com a propaganda enganosa a respeito de substitutos milagrosos ao leite.

E os governos de fato precisam se posicionar pois tal atitude resulta em saúde pública e em informação coerente e consciente a milhares de mães.
Se uma mãe desejar fazer uso da fórmula em detrimento ao leite materno é necessário que ela saiba de fato todas as propriedades que aquele alimento possui e não um resumo encantado prometendo algo que não pode fazer pelo bebê.

Leia mais sobre a importância do leite materno aqui!

E o que nós podemos fazer?
Busque sempre por informação consciente, lembre-se que nenhuma fórmula pode substituir o leite materno, tire dúvidas com profissionais de confiança, persista na amamentação é se ficar muito difícil busque auxílio em profissionais qualificados que incentivem a amamentação. São pequenas dicas, mas podem fazer uma grande diferença no dia a dia e te auxiliar a lidas com notícias iguais a essa.

Um bjo

Dra. Kelly Marques Oliveira

Pediatra, Alergia e Imunologia e Consultora Internacional de Amamentação (IBCLC) – CRM 145039

E aí gostou do conteúdo? Espero que tenha ajudado a esclarecer dúvidas! Compartilhe! Você sabia que dá para receber o conteúdo do blog direto no seu email? Só fazer o cadastro na nossa newsletter e colocar seu email! Estamos também no Facebook (curta e coloque para “ver primeiro” nas opções) e instagram @pediatriadescomplicada (ative as notificações para visualização).

Consultório Espaço Médico Descomplicado – São Paulo: (11) 5579-9090/ whatsapp (11) 93014-0007

Fonte: https://www1.folha.uol.com.br/equilibrioesaude/2018/07/em-reuniao-na-oms-eua-se-opoem-a-resolucao-de-incentivo-a-leite-materno.shtml

O Globo: EUA se posicionam contra resolução da ONU que incentiva amamentação https://glo.bo/2KZ7aB3

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Faixa