urso

O bebê está mamando bem? – como interpretar os sinais

A pergunta que toda mãe de bebê recém nascido quer saber (e às vezes não só de recém nascido…): quanto meu bebê mama? Será que meu leite está sendo suficiente? 

Entra a mamadeira que tem a quantificação milimétrica de quanto leite entra no estômago do bebê, amamentar é muito mais complexo do que se imagina!  Felizmente existem ferramentas objetivas e subjetivas para sabermos se o bebê está mamando bem!

Escrevi na primeira parte do post alguns parâmetros importantes que podemos avaliar, como ganho de peso, xixi ou cocô e avaliação da mamada. Acesse também! Hoje vamos falar um pouco sobre alguns sinais indiretos que a mãe pode e deve observar  no seu próprio corpo e em seu bebê.

Leia mais sobre como saber se o bebê está mamando bem 

Bebê relaxado: é o famoso bebê “mamado”. Lembra dessa expressão? Pois é, ela vem dos bebezinhos após mamarem. Após uma mamada efetiva o bebê fica molinho, a mãozinha aberta e solta, e você percebe o bebê completamente relaxado.

mamado, bebe mamou bem

Leozinho após mamar…(foto com autorização)

Mama vazia: esse sinal é um pouco mais subjetivo,  mas pode ser algo que ajuda a avaliar se o bebê está mamando! Caso a mãe não tenha a sensação de mama cheia, o que também pode acontecer, deixa de ser um bom parâmetro. Após as primeiras semanas, isso torna-se menos importante, pois a produção se ajusta à demanda do bebê.

Transferência de leite adequada: uma mamada efetiva depende de um bebê que suga e uma mãe que produz leite, certo? (Além de inúmeros fatores envolvidos entre esses 2 tópicos…)

Muitas vezes a produção de leite da mãe é muito boa, mas não acontece a transferência do leite! Isso pode acontecer quando o peito está muito cheio devido a ingurgitamento mamário, por exemplo. Imagina uma avenida enorme e completamente entupida de carros. Está lotada de carros que nem dá pra contar, mas ninguém anda! A mesma coisa com o leite empedrado no peito da mãe! Tanto leite e não sai uma gota! Nesse caso, uma boa massagem e colocar o bebê para mamar, garantindo uma mamada efetiva, é extremamente importante. Pode ser necessário ter ajuda profissional, com uma consultora de amamentação, ou corra para o banco de leite!

Mas…Isso é apenas uma via certo? 

A outra via é a sucção desse bebê. O bebê suga de forma efetiva? A pega está adequada? O peito está machucado e a mãe sente dor ao amamentar? O bebê passa horas no peito e parece nunca estar satisfeito? Ou suga e após menos de 5 minutos dorme? Todos esses são sinais de alarme que algo pode estar errado. Existem inúmeros fatores que podem prejudicar a sucção desse bebê, mas um dos principais é a língua presa. O bebê nesses casos tem uma pequena membrana, chamada de freio lingual, que literalmente “prende”a língua ao assoalho da boca e impede que o bebê mame de forma adequada. Isso pode causar inúmeros problemas, pois o bebê não consegue sugar de maneira adequada, causando desde dor para amamentar, com o posicionamento da língua de forma incorreta no peito, mesmo com a correção da pega e posição do bebê, o bebê pode não ganhar peso adequadamente, pois a língua presa gera um tremendo esforço para extrair leite, com uma efetividade pior…e por aí derivam vários outros problemas.

A avaliação da mamada, pega e posicionamento no peito são fundamentais, mas se os problemas persistirem para além daqueles primeiros dias ou numa proporção bem maior, procure ajuda!

Apesar a avaliação da linguinha do bebê ser feita na maternidade, fique atenta! Esse teste é apenas uma triagem e não consegue detectar todos os casos…

Saiba mais sobre língua presa do bebê

Avaliar se tanto a produção de leite para o bebê, a transferência de leite e a sucção desse bebê está correta requer um certo treino e experiência, então peça ajuda se necessário!

Dra Kelly Marques Oliveira

Pediatra, Alergia e Imunologia e Consultora Internacional de Amamentação (IBCLC)

CRM 145039

Consultório Espaço Médico Descomplicado – São Paulo: (11) 5579-9090/ whatsapp (11) 93014-0007

E aí gostou do conteúdo? Espero que tenha ajudado a esclarecer dúvidas! Você sabia que dá para receber o conteúdo do blog direto no seu email? Só fazer o cadastro na nossa newsletter e colocar seu email! Estamos também no Facebook (curta e coloque para “ver primeiro” nas opções) e instagram @pediatriadescomplicada (ative as notificações para visualização).

2 Comments

  • Gabriele 09/03/2018 Reply

    Boa noite!!!
    Seus textos me ajudam muito!!!
    Mas tenho uma dúvida..Como se conta o intervalo das mamadas… a partir do início ou do final?
    Pq meu bebê mama em média por 40 minutos… Dae fico na dúvida!
    Obrigada

    • Dra. Kelly Marques Oliveira - Pediatra 20/04/2018 Reply

      Olá Gabriele, conta no final da mamada pro inicio da próxima.

      Um bjo

      Dra Kelly

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Faixa