urso

O bebê está mamando bem? – como interpretar os sinais

A pergunta que toda mãe de bebê recém nascido quer saber (e às vezes não só de recém nascido…): quanto meu bebê mama? Será que meu leite está sendo suficiente? 

Entra a mamadeira que tem a quantificação milimétrica de quanto leite entra no estômago do bebê, amamentar é muito mais complexo do que se imagina!  Felizmente existem ferramentas objetivas e subjetivas para sabermos se o bebê está mamando bem!

Escrevi na primeira parte do post alguns parâmetros importantes que podemos avaliar, como ganho de peso, xixi ou cocô e avaliação da mamada. Acesse também! Hoje vamos falar um pouco sobre alguns sinais indiretos que a mãe pode e deve observar  no seu próprio corpo e em seu bebê.

Leia mais sobre como saber se o bebê está mamando bem 

Bebê relaxado: é o famoso bebê “mamado”. Lembra dessa expressão? Pois é, ela vem dos bebezinhos após mamarem. Após uma mamada efetiva o bebê fica molinho, a mãozinha aberta e solta, e você percebe o bebê completamente relaxado.

mamado, bebe mamou bem

Leozinho após mamar…(foto com autorização)

Mama vazia: esse sinal é um pouco mais subjetivo,  mas pode ser algo que ajuda a avaliar se o bebê está mamando! Caso a mãe não tenha a sensação de mama cheia, o que também pode acontecer, deixa de ser um bom parâmetro. Após as primeiras semanas, isso torna-se menos importante, pois a produção se ajusta à demanda do bebê.

Transferência de leite adequada: uma mamada efetiva depende de um bebê que suga e uma mãe que produz leite, certo? (Além de inúmeros fatores envolvidos entre esses 2 tópicos…)

Muitas vezes a produção de leite da mãe é muito boa, mas não acontece a transferência do leite! Isso pode acontecer quando o peito está muito cheio devido a ingurgitamento mamário, por exemplo. Imagina uma avenida enorme e completamente entupida de carros. Está lotada de carros que nem dá pra contar, mas ninguém anda! A mesma coisa com o leite empedrado no peito da mãe! Tanto leite e não sai uma gota! Nesse caso, uma boa massagem e colocar o bebê para mamar, garantindo uma mamada efetiva, é extremamente importante. Pode ser necessário ter ajuda profissional, com uma consultora de amamentação, ou corra para o banco de leite!

Mas…Isso é apenas uma via certo? 

A outra via é a sucção desse bebê. O bebê suga de forma efetiva? A pega está adequada? O peito está machucado e a mãe sente dor ao amamentar? O bebê passa horas no peito e parece nunca estar satisfeito? Ou suga e após menos de 5 minutos dorme? Todos esses são sinais de alarme que algo pode estar errado. Existem inúmeros fatores que podem prejudicar a sucção desse bebê, mas um dos principais é a língua presa. O bebê nesses casos tem uma pequena membrana, chamada de freio lingual, que literalmente “prende”a língua ao assoalho da boca e impede que o bebê mame de forma adequada. Isso pode causar inúmeros problemas, pois o bebê não consegue sugar de maneira adequada, causando desde dor para amamentar, com o posicionamento da língua de forma incorreta no peito, mesmo com a correção da pega e posição do bebê, o bebê pode não ganhar peso adequadamente, pois a língua presa gera um tremendo esforço para extrair leite, com uma efetividade pior…e por aí derivam vários outros problemas.

A avaliação da mamada, pega e posicionamento no peito são fundamentais, mas se os problemas persistirem para além daqueles primeiros dias ou numa proporção bem maior, procure ajuda!

Apesar a avaliação da linguinha do bebê ser feita na maternidade, fique atenta! Esse teste é apenas uma triagem e não consegue detectar todos os casos…

Saiba mais sobre língua presa do bebê

Avaliar se tanto a produção de leite para o bebê, a transferência de leite e a sucção desse bebê está correta requer um certo treino e experiência, então peça ajuda se necessário!

Dra Kelly Marques Oliveira

Pediatra, Alergia e Imunologia e Consultora Internacional de Amamentação (IBCLC)

CRM 145039

Consultório Espaço Médico Descomplicado – São Paulo: (11) 5579-9090/ whatsapp (11) 93014-0007

E aí gostou do conteúdo? Espero que tenha ajudado a esclarecer dúvidas! Você sabia que dá para receber o conteúdo do blog direto no seu email? Só fazer o cadastro na nossa newsletter e colocar seu email! Estamos também no Facebook (curta e coloque para “ver primeiro” nas opções) e instagram @pediatriadescomplicada (ative as notificações para visualização).

2 Comments

  • Gabriele 09/03/2018 Reply

    Boa noite!!!
    Seus textos me ajudam muito!!!
    Mas tenho uma dúvida..Como se conta o intervalo das mamadas… a partir do início ou do final?
    Pq meu bebê mama em média por 40 minutos… Dae fico na dúvida!
    Obrigada

    • Dra. Kelly Marques Oliveira - Pediatra 20/04/2018 Reply

      Olá Gabriele, conta no final da mamada pro inicio da próxima.

      Um bjo

      Dra Kelly

Deixe uma resposta

Faixa