urso

A chupeta é o vilão? Qual a real necessidade do meu bebê – parte 2

Sei que o tema é polêmico, então se você não leu a primeira parte do post, veja aqui: A chupeta é o vilão? Qual a real necessidade do meu bebê, e espero que goste dessa segunda parte que escrevi com muito carinho!

A idéia não é julgar ninguém por aqui, seja pela decisão de usar ou não a chupeta, mas fornecer informações importantes antes de vocês decidir, ou se decidir por usar, qual a melhor forma possível ( ou menos prejudicial).

A maternidade é tão cheia de tabus, regras e mitos, que enlouquecem as mães! Às vezes perdemos tanto tempo tentando nos defender de nossas convicções que esquecemos de acolher. Pense nisso! 😉 Se você é como eu e acredita no equilíbrio e numa maternidade leve e descomplicada, leia até o final e decida o que é melhor para você. 

Quando evitar a chupeta
Se você perceber algum dos  problemas abaixo, é interessante interromper o uso da chupeta, pelo menos até resolver o problema. Fique atenta se…

  • A chupeta reduziu a duração da mamada do bebê?  (recém-nascidos devem mamar pelo menos 8 a 12 vezes por dia).
  • O bebê está tendo dificuldades para mamar?  (isso pode ser devido à confusão de bicos).
  • O bebê está com problema de ganho de peso? (em casos em que o bebê precisa amamentar o mais freqüentemente possível).
  • A mãe está tendo dor para amamentar, com fissuras ou dor nos mamilos?  (a chupeta pode levar à confusão de bicos, com pega errada e dificuldade para amamentar, além do risco de candidíase)
  • A mãe está com problemas na produção de leite (a chupeta pode estar levando a diminuição das mamadas, pega incorreta com transferência de leite prejudicada e por aí vai…)
  • A mamãe e / ou bebê estão com candidíase (sapinho), de difícil tratamento ou de repetição.(a chupeta pode ser o veículo que está perpetuando a infecção).
  • O bebê está tendo infecções de ouvido de repetição (pode estar associada ao uso da chupeta).

A chupeta pode ajudar a prevenir Morte Súbita?

Você já ouviu falar que o uso de chupeta pode ajudar a prevenir A Síndrome da Morte Súbita do Bebê? Leia o posicionamento da Academia Americana de Pediatria publicado em  fevereiro de 2012:

“Dada a documentação de que o uso precoce de chupetas pode estar associado a uma amamentação não bem sucedida, o uso de chupeta no período neonatal deve ser limitado a situações médicas específicas. Estes incluem usos para alívio da dor, como um agente calmante, ou como parte do programa estruturado para melhorar a função motora oral. Uma vez que o uso de chupeta tem sido associado a uma redução na incidência de SIDS, as mães de bebês a termo saudáveis devem ser instruídas a usar a chupeta nas sonecas ou no período de sono dos bebês após a amamentação estar bem estabelecida, aproximadamente com 3 a 4 semanas de vida.”

Essa instrução é o posicionamento da Academia Americana de Pediatria e não ressalta os possíveis malefícios da chupeta já falados acima, como confusão de bicos na amamentação, desmame precoce e problemas dentários futuros. O meu posicionamento é que você leve tudo isso em conta na sua decisão final. Sabe-se que a amamentação é um grande protetor quando falamos em Morte Súbita.

A Sociedade Brasileira de Pediatria recomenda que os pais tenham claramente esta visão de “prós e contras” do uso da chupeta, para que, junto ao seu pediatra, possam tomar uma decisão informada quanto a oferecê-la, ou não, aos seus bebês.

Leia mais aqui:

 Encontrando equilíbrio nisso tudo…

Como vimos, existem algumas situações a chupeta não é recomendada, principalmente naquele começo de vida e de vínculo entre mãe e bebê, e o estabelecimento da amamentação. Em outros casos, ele poderia reduzir ser um fator entre outros, que reduz o risco de morte súbita.

Ainda existe algo que é a própria necessidade desse bebê de sugar, e que a chupeta acaba ajudando a acalmar o bebê, muitas vezes e situações que a mãe não pode estar presente, ou está no seu limite de exaustão.

Acredito numa maternidade mais leve e sem culpas, por isso, a decisão precisa ser em conjunto com os pais do que é melhor para o contexto daquela família. O equilíbrio é importante, por isso a necessidade de levar em consideração a possíveis dificuldades na amamentação, o nível de esgotamento da mãe, a demanda do bebê. Que você possa encontrar o caminho! 😉

Para seguir o blog e receber as novidades por email, basta clicar no botão “seguir” no site. Siga também no Facebook (ative o “ver primeiro”, para receber aviso dos posts novos) e Instagram (@pediatriadescomplicada, clique no canto superior direito “ativar notificações de publicação”).

Dra Kelly Marques Oliveira

CRM 145039

Pediatra, Alergista e Consultora Internacional de Amamentação 

Consultório Espaço Médico Descomplicado – São Paulo: (11) 5579-9090/ whatsapp (11) 93014-0007

Referências bibliográficas

3 Comments

  • Sarah 17/03/2017 Reply

    Meu bebê usou chupeta desde umas 3 semanas de vida, quando já mamava bem. Mas fui percebendo que ele começou a chorar enquanto mamava e que, conforme as semanas iam passando, a duração das mamadas ia diminuindo e o tempo que ele aguentava entre cada mamada tb diminuía. Até que no final ele só aguentava 2 ou 3 minutos no peito e chorava desesperado até eu colocar a chupeta. Ele, já com 2 meses, também só aguentava uma hora ou uma hora e meia entre mamadas e logo estava chorando de fome. Enfim, depois de muito stress meu e dele, vi que tinha toda cara de confusão de bicos. Tem 3 dias que suspendi a chupeta e as mamadas melhoraram desde o primeiro dia e estão cada vez melhor. Ele voltou à duração normal das mamadas a dar 2 a 3 horas entre cada uma delas. Depois de um primeiro dia mais nervoso sem a chupeta, hoje acho ele mais calmo também. Antes era só cair a chupeta que ele chorava, mas agora ele fica bons tempos sozinho sem chorar. Enfim, me arrependi muito por ter achado que a confusão de bicos não iria acontecer comigo e não recomendo ninguém a começar a usar, mesmo que a amamentação já esteja consolidada, porque pode regredir tudo.

  • Shirley 20/03/2017 Reply

    Boa tade Dra. Kelly meu nome é Shirley sou mãe de primeira viagem e meu babê está com 57 dias hoje. Desde o início fui contra o uso da chupeta (pelos motivos que citou acima), mas meu bebê tem necessidade de sugar e estou no limite da exaustão por não ter tempo de fazer nada,pois ele só quer peito o tempo todo, qd dorme e o coloco no carrinho ou berço ele acorda e chora em questão de segundos. Ele dorme mal durante o dia, e a noite dorme 3 horas e 2 horas corridas sequencialmente. Nessa altura gostaria muito que ele pegasse a chupeta, para acalmar nas horas de dormir durante o dia, também estou preoculpada com a volta ao trabalho já que ele tb não pegou a mamadeira, comprei aquela pétala da Avent. Estou passando leite do peito nos bicos pra ver se ele pega (dica de parentes), mas ainda nada, ele pega na hora mas logo solta. Você tem alguma dica? Obrigada

    • Dra. Kelly Marques Oliveira - Pediatra 30/12/2017 Reply

      Olá Shirley, imaginamos o quanto sua dúvida te deixe angustiada, mas infelizmente o conselho federal de medicina não permite que nenhum de nossos profissionais deem condutas pela internet, pois cada caso é um caso e é necessária uma avaliação.

Deixe uma resposta

Faixa