urso

Guia pra uso de repelentes – perguntas e respostas

repelentes de inseto, dra kelly oliveira, pediatria descomplicada, repelente, proteção contra insetos

Estamos numa época de ALERTA de doenças transmitidas por insetos, como Dengue, Zika e Chikungunya. Todo cuidado é pouco e ainda não sabemos ao certo as complicações do vírus zika. Pensando nisso resolvi fazer um post sobre o assunto. Vamos entender tudo sobre repelentes e como se proteger dos mosquitos e das doenças que eles causam!

Qual o melhor repelente de repelente de mosquito? 

As recomendações da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e CDC (Centre of Diseases Control)  é que os produtos contenham substâncias ativas com registro na Agência de Proteção Ambiental (EPA) ou Anvisa (Brasil). Esses produtos são seguros e não causam efeitos adversos em humanos e no meio ambiente.

Os produtos disponíveis no Brasil são: DEET, icaridina, IR3535, e óleo de eucalipto limão, citronela e outros óleos essenciais, com menor eficácia.

Quantas vezes o repelente deve ser reaplicado?

A frequência de aplicação do repelente deve ser de acordo com a orientação no rótulo do produto. Aqueles que contém maior porcentagem do ingrediente ativo tem maior duração.

Repelentes podem ser usado em crianças?

Sim. A maioria dos produtos pode ser usado em crianças, desde que respeitado as recomendações do fabricante. Repelentes de insetos não são recomendados para crianças menores de 2 meses.

No Brasil, a Anvisa recomenda a utilização de repelentes em crianças de acordo com a fórmula do produto.  

DEET

repelente, dra kelly oliveira, pediatria descomplicada, picada de inseto, zika virus, gestante, gravida, repelente

É o repelente mais eficaz atualmente disponível, usado desde a década de 1950. Quanto maior a concentração da substância, mais longa é a duração da proteção, sem toxicidade relevante. Seguro para crianças e gestantes. Disponível nas marcas: Repelex, Autan e OFF.

Segundo a Academia Americana de Pediatria (AAP), em 2003, a recomendação é que produtos à base de DEET (N, N-dietil-m-toluamida) nas crianças numa concentração de 10% parece ser tão seguro como produtos com uma concentração de 30%, quando utilizado de acordo com as instruções nas etiquetas dos produtos. A recomendação geral seria usar a menor concentração possível em crianças e respeitar o tempo de reaplicação e outros cuidados.

AAP recomenda que os repelentes com DEET não devem ser aplicados em bebês com menos de 2 meses de idade.

A recomendação feita pela Anvisa no Brasil é que seja usado a partir dos 2 anos de idade, com concentração até 10%, não reaplicar mais que 3 vezes ao dia.

Icaridina

É um repelente derivado da pimenta, indicado pela OMS para viajantes e utilizado na Europa há mais de 10 anos. É semelhante ao DEET e fornece proteção de longa duração contra insetos. Existem diferentes concentrações, com maior ou menor duração. A ação é semelhante ao DEET, com aparente maior proteção ao Aedes aegypti, quando comparado ao DEET e IR335. É seguro para gestantes e crianças a partir de 2 anos. A única marca disponível no Brasil é o Exposis®.

O seu uso no Brasil é liberado para crianças a partir de 2 anos de idade em concentração de 25%, com período de proteção média de 8 a 10 horas. 

IR3535

repelente, exposis, dra kelly oliveira, pediatria descomplcada, picada de inseto, gravida, gestante, zika virus

repelente, exposis, dra kelly oliveira, pediatria descomplcada, picada de inseto, gravida, gestante, zika virus

Repelente sintético usado na Europa há mais de 20 anos. Em concentração de 20%, é eficaz contra Anopheles e Aedes. Aegypti, com eficácia em média de 3 horas. Seguro para gestantes e crianças a partir de 6 meses.

Existem 2 marcas disponíveis no Brasil o Jonhson Loção Antimosquito e o Repelente infantil Huggies Turma da Mônica, ambos com indicação de uso acima de 6 meses, pela Anvisa.

Outros repelentes naturais, como citronela, andiroba, óleo de soja, podem ser usados, mas a sua eficácia é baixa.

Conclusão
Bebês de 0 a 2 meses: repelentes de barreira, protetores de tomadas, telas e roupas compridas.
Bebês 2 a 6 meses: DEET na concentração de no máximo 10% (recomendação AAP, não brasileira) são seguros, desde que respeitados instruções de uso! Na dúvida pergunte ao seu pediatra!
Bebês de 6 meses a 2 anos: IR3535 (liberado no Brasil) ou DEET máximo 10% (liberado pela AAP)
Acima de 2 anos: qualquer uma das opções, sendo mais eficazes os a base de DEET ou ICARIDINA. Respeitar os limites de aplicação.

 

repelente tabela, picadas de insetos, repelente, nivel de evidencia de repelentes, eficacia de repelentes, dra kelly oliveira, pediatria descomplicada

Fonte: http://www.scielo.br/pdf/rpp/v27n1/13.pdf

 

Tabela repelentes, dra kelly oliveira, pediatria descomplicada, kelly oliveira, repelentes, picadas de insetos, zika virus, dengue, chikungunya

Fonte: Jana Rodrigues

 Repelentes de insetos pode ser usado por mulheres grávidas ou amamentando?

Sim. Não há contraindicação do uso de repelentes para grávidas ou lactantes.

 Posso usar um repelente de insetos e um produto que contenha protetor solar ao mesmo tempo?

Sim. As pessoas podem, e devem utilizar o  protetor solar e o repelente de insetos quando estão ao ar livre. Aplique primeiro o protetor solar e depois o repelente.

Devo usar produtos combinados protetor solar + repelente de insetos?

Não é recomendado usar um produto único que combinam repelente de insetos contendo DEET e protetor solar, pois o protetor solar deve ser reaplicado com mais frequência que o repelente.

Produtos abaixo NÃO tem eficácia comprovada  

  • Pulseiras embebidas em produtos químicos repelentes
  • Alho ou vitamina B1 tomado por via oral
  • Dispositivos de ultra-som que emitem ondas de som projetadas para manter os insetos longe

Dicas para usar repelentes com segurança

O que DEVO fazer:

  • Leia o rótulo e siga todas as instruções e precauções.
  • Aplique apenas repelentes de insetos do lado de fora da roupa do seu filho e sobre a pele exposta. Produtos contendo permetrina não devem ser usados ​​sobre a pele.
  • Use somente repelentes de pulverização em áreas abertas para evitar a inalação direta.
  • Use apenas o suficiente para cobrir a pele exposta. Utilizar mais vezes que o recomendado não torna o repelente mais eficaz.
  • Ajude aplicar repelente de insetos em crianças pequenas. Supervisione as crianças mais velhas ao usar esses produtos.
  • Lavar a pele de seus filhos com água e sabão para remover qualquer repelente quando eles retornarem dentro de casa, e lavar as roupas antes de usá-las novamente.
  • Lave as mãos após aplicar o repelente e lave as mãos do seu filho.

O que NÃO devo fazer:

  • Nunca aplique repelente de insetos para crianças menores de 2 meses.
  • Nunca repelente de insetos diretamente no rosto de seu filho. Em vez disso, borrife um pouco em suas mãos em primeiro lugar e, em seguida, esfregue-o no rosto de seu filho. Evite os olhos, a boca e a região genital.
  • Não aplique repelente de insetos em cortes, feridas ou pele irritada.
  • Não utilize produtos que combinam DEET com protetor solar. O DEET pode tornar o fator de proteção solar (FPS) menos eficaz. Estes produtos podem expor demais o seu filho a DEET porque o filtro solar deve ser reaplicado com freqüência.
  • Não durma com repelente no corpo.

Outras maneiras de se proteger de picadas de insetos

  • Evite áreas que atraem insetos voadores, tais como latas de lixo, poças de água parada, e canteiros ou pomares.
  • Use calças compridas, camisa de mangas compridas leves, meias e sapatos fechados quando você sabe que o seu filho vai ser exposto a insetos. Use um chapéu de abas largas para ajudar a manter os insetos longe do rosto. Um mosquiteiro pode ser usado sobre carrinhos de bebê em áreas onde há exposição a insetos.
  • Evite roupas com cores brilhantes ou estampas floridas, pois atraem mais insetos.
  • Não use sabonetes perfumados, perfumes ou sprays de cabelo perfumados, pois atraem insetos.
  • Mantenha as telas de portas e janelas em bom estado de conservação.
  • Verifique ao final do dia se não tem algum carrapato no seu corpo, ou picadas de inseto suspeitas.
  • O repelente mais eficaz para carrapatos é permetrina. Ela não deve ser aplicada na pele, mas na roupa do seu filho.

 O que é permetrina?

A permetrina é um repelente e inseticida. Podem ser usado sobre roupas, sapatos, mosquiteiros e equipamento de camping. São eficazes para matar carrapatos e outros artrópodes.

Bom gente, esse foi um resumão para vocês se protegerem no verão! Criança e grávidas cuidado redobrado!

Mais dicas de proteção vocês encontram nos meus posts:

 Para seguir o blog e receber as novidades por email, basta clicar no botão “seguir” no site. Siga também no Facebook (ative o receber notificações, para receber aviso dos posts novos) e instagram (@pediatriadescomplicada).

Espero que tenham aprendido bastante! Compartilhe para que outras pessoas também possam ter essa informação 😉

Um bjo

Dra. Kelly Marques Oliveira

Pediatra, Alergia e Imunologia e Consultora Internacional de Amamentação (IBCLC) – CRM 145039

E aí gostou do conteúdo? Espero que tenha ajudado a esclarecer dúvidas! Compartilhe! E você sabia que dá para receber o conteúdo do blog direto no seu email? É só se cadastrar! Só fazer o cadastro na nossa newsletter e colocar seu email! Não se preocupe pois somos contra spam, e você receberá somente os conteúdos relevantes. Estamos também no Facebook (curta e coloque para “ver primeiro” nas opções) e instagram @pediatriadescomplicada (ative as notificações para visualização).

Consultório Espaço Médico Descomplicado – São Paulo: (11) 5579-9090/ whatsapp (11) 93014-0007

Referências bibliográficas:

Comentários do Facebook