urso

Asma e bronquite na criança: prevenção e tratamento

asma criança, pediatria descomplicada, dra kelly oliveira, bronquite, tratamento

Olá queridos papais e mamães,

Hoje em mais uma série sobre problemas respiratórios, falarei sobre prevenção e tratamento da asma.

Uma vez identificado que a criança tem asma (ou bronquite como queira chamar), devemos partir para um plano de tratamento. O paciente com asma pode e deve viver como uma criança normal, sem nenhuma limitação, e esse é o objetivo do tratamento. A criança com asma que não brinca, não corre e não toma banho de piscina ou de mangueira porque sente falta de ar, não está com um bom controle da doença! Existe um mito e um medo muito grande da criança ser asmática, uma vez feito e confirmado o diagnóstico, os pais querem colocá-la numa bolha…por favor não faça isso. Uma criança com asma bem controlada é uma criança normal e sem limitações. Se isso não está acontecendo, procure o pediatra para que possa orientá-la a como chegar nisso.

Os medicamentos inalatórios são o pilar da terapia para asma, e são absorvidos de duas maneiras diferentes. O primeiro é um nebulizador, que é uma máquina que emite ar humidificado combinada com a medicação. A criança inala o ar através de uma máscara e o medicamento é absorvido nos pulmões.

A outra maneira de receber a medicação inalada é através de “inaladores de dose calibrada” (IDC). São as famosas “bombinhas” que a maioria das pessoas está familiarizada. A medicação é pulverizada diretamente na boca, acoplada a uma engenhoca chamada de “espaçador”, que ajuda a garantir que o medicamento atinja diretamente os pulmões. Usando a bombinha sem o espaçador, somente metade da medicação vai para os pulmões. Um desperdício de dinheiro, além do risco da criança estar sendo submedicada. Em geral, os IDCs (em oposição a nebulizadores) são mais práticos e fáceis de administrar, desde que orientado corretamente, e  portanto, são a modalidade de escolha em pediatria.

Veja na imagem abaixo com o espaçador é usado

asma e espaçador, pediatria descomplicada, dra kelly oliveira, tratamento da asma

Quais são os remédios mais usados?

Os dois grupos mais comuns de medicamentos são os medicamentos preventivos, onde o corticosteroide inalatório é o principal medicamento, e os beta agonistas, o Salbutamol (ou Aerolin®) ou o Fenoterol (ou Berotec® como é mais conhecido) são os medicamentos de resgate, ou seja, para quando houver a crise.

Os corticosteróides inalatórios são usados todo dia, se a criança tem sintomas ou não, para prevenir futuros episódios de sibilância (o chamado “chiado no peito”). Funciona como um “protetor solar” para os pulmões. A criança utiliza todos os dias para evitar problemas futuros.

Os beta-agonistas são como o Aloe vera, que acalma a queimaduras solares, uma vez que isso acontece. O Salbutamol é o beta-agonista mais utilizado. Ele age relaxando os músculos das vias aéreas nos pulmões, deixando-os abertos para que o ar possa entrar e sair livremente. Os efeitos do Salbutamol são de curta duração. Ele precisa ser dado novo e de novo, normalmente a cada quatro horas, até que os sintomas desapareçam. O Aloe Vera (com o Salbutamol para os pulmões), nos faz sentir melhor após a queimadura, mas não previnem episódios futuros. Somente o protetor solar – os corticosteróides inalados – podem fazer isso.

Alguns pais se assustam com a palavra “esteróides”, pois nos vem à mente atletas tomando bomba, fazendo o consumo ilegal delas, apenas para aumentar os músculos. Tenha certeza de que os corticosteróides não são a mesma coisa.

Existem estudos que dizem que o uso crônico com doses elevadas de corticosteróides podem afetar a altura do seu filho, levando ao retardo temporário do crescimento. Entretanto uma criança asmática que vive constantemente internada e tem limitações da sua atividade física, toma frequentemente corticosteroide oral (o famoso Predsin® ou Prelone®), que é muito mais prejudicial para o corpo do que os corticosteroides inalatórios. Estes, em doses mais baixas, tem uma absorção muito mais local (somente no pulmão), do que no corpo todo ( como o corticosteroide sistêmico), com muitos menos efeitos colaterais.

Fora que a limitação das atividades de uma criança que está em pleno desenvolvimento é muito pior do que usar um medicamento  contínuo que permitirá que ela tenha uma vida normal! Além disso a altura final de uma criança que usa esse tipo de medicação será pouquíssimo afetada. É importante também lembrar que os efeitos colaterais dos corticosteróides são consideravelmente menos graves do que os efeitos colaterais da asma mal controlada – o que inclui déficit de crescimento final e crises recorrentes, com risco de morte.

Pra resumir a história, no final, se colocarmos numa balança os riscos e benefícios de usar a medicação, ganham os benefícios em detrimentos dos riscos de não usá-la….

Medidas de Prevenção 

Desencadeadores são coisas que fazem a asma piorar ou podem provocar um ataque de asma – definidos como qualquer alteração aguda com a presença de sintomas que interrompam a rotina normal do seu filho ou requer alguma intervenção médica.

Abaixo coloco um quadro de medidas que comprovadamente melhoram o controle da asma e reduzem a necessidade de medicação, e você pode começar a colocá-la em prática agora mesmo! Essa tabela vale para crianças e adultos asmáticos.

Fator de risco Estratégia
Tabagismo ativo e passivo Evitar fumaça do cigarro. Asmáticos não devem fumar. Familiares de asmáticos não deveriam fumar.
Medicações, alimentos e aditivos Evitar se forem sabidamente causadores de sintomas.
Exposição ocupacional (no trabalho) Reduzir ou, preferencialmente, abolir (contato com substância que possivelmente desencadeia a crise de asma)

 

Fator de risco Estratégia
Ácaros Lavar a roupa de cama semanalmente e secar ao sol ou calor. Uso de fronhas e capa de colchão antiácaro. Substituir carpete por outro tipo de piso, especialmente nos quartos de dormir. O uso de acaricidas deve ser feito sem a presença do paciente.
Pêlos de animal doméstico A remoção do animal da casa é a medida mais eficaz. Pelo menos, bloquear o acesso do animal ao quarto de dormir. Lavar semanalmente o animal.
Baratas Limpeza sistemática do domicílio. Agentes químicos de dedetização (asmáticos devem estar fora do domicílio durante a aplicação). Iscas de veneno, ácido bórico e armadilhas para baratas são outras opções.
Mofo Redução da umidade e infiltrações. Pólens e fungos ambientais. Evitar atividades externas no período da polinização.
Poluição ambiental Evitar atividades externas em ambientes poluídos

Uma vez sabendo como é o tratamento da asma, como evitar os fatores desencadeantes, podemos cuidar melhor dos nossos pequenos, e permitir que eles tenham uma vida completamente normal!

Por isso, se seu filho tem asma / bronquite, ou se você suspeita que ele tenha, procure o pediatra.

Se você gostou, deixe seu comentário, dúvida ou sugestão.

Espero que tenham aprendido bastante! Compartilhe para que outras pessoas também possam ter essa informação 😉

Um bjo

Dra. Kelly Marques Oliveira

Pediatra, Alergia e Imunologia e Consultora Internacional de Amamentação (IBCLC) – CRM 145039

E aí gostou do conteúdo? Espero que tenha ajudado a esclarecer dúvidas! Compartilhe! E você sabia que dá para receber o conteúdo do blog direto no seu email? É só se cadastrar! Só fazer o cadastro na nossa newsletter e colocar seu email! Não se preocupe pois somos contra spam, e você receberá somente os conteúdos relevantes. Estamos também no Facebook (curta e coloque para “ver primeiro” nas opções) e instagram @pediatriadescomplicada (ative as notificações para visualização).

Consultório Espaço Médico Descomplicado – São Paulo: (11) 5579-9090/ whatsapp (11) 93014-0007

Veja outras dicas  em:

 

Referências Bibliográficas

  • Diretrizes da Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia para o Manejo da Asma – 2012
  • Pocket Guide for Asthma Management and Prevention (Fir Children 5 years and younger) – 2014, Global Initiative for Asthma
  • Global Strategy for Asthma Management and Prevention – 2014, Global Initiative for Asthma

image credits: http://getwellhere.com/wp-content/uploads/2013/11/asthma.jpg

http://healthtipspedia.com/wp-content/uploads/2009/10/asthma-in-children-overview-causes-symptoms-diagnosis-and-treatment1.jpg

109 Comments

  • Pingback: Alergia alimentar: Livro de receitas para alérgicos e recomendações importantes | pediatria descomplicada

  • Pingback: Dermatite atópica: o que você precisa saber | pediatria descomplicada

  • Winie 14/01/2015 Reply

    Adoro seu blog, é muito bom ter um lugar com informações seguras sobre a saúde de nossos filhotes.. minha filha tem 2 anos e 9 meses e é alérgica. Tem alergia alimentar e teve bronquite duas vezes, eu não sabia que é a mesma coisa que asma. A pediatra falou que a tosse era alérgica e passou o tratamento com o montelucaste de sódio por 6 meses. Minha dúvida é se mesmo sem crises ela precisa continuar tomando..pois a alergista é contra e a pediatra diz que sim. Fiquei perdida. Qual a sua opinião sobre isso?

    • Olá querida mamãe, obrigada! Chamamos muitas vezes de bronquite pois o nome significa a inflamação dos brônquios, mas uma vez diagnosticada o nome correto é asma. Em relação a sua dúvida, é melhor você conversar abertamente com as duas médicas que te acompanham, pois elas conhecem o seu filho. Veja os posts que coloquei sobre asma aqui no blog: Asma e Bronquite na criança. Continue acompanhando as novidades aqui no blog! Um bjo, Dra Kelly

  • Leticia 04/02/2015 Reply

    Ola doutora, adorei seu blog, meu filho tem serias crises de Bronquite a 3 anos ele faz uso do Aerolin spray,Aerolin para o nebulizador e Seretide spray, a noite é quando mais ataca, gostaria de saber o por que que logo após tomar a mamadeira a noite é quando ele fica mais frágil, o leite de alguma forma pode fazer com que as crises piore? ficarei grata se poder me ajudar abraço.

    • Olá querida Letícia, obrigada por acompanhar a gente por aqui! Lembre-se que asma é uma doença que precisa ser acompanhada de perto pelo médico da criança, e muitas vezes por um especialista. As doenças respiratórias no geral pioram a noite, pois geralmente está mais frio, e a criança fica deitada, na posição horizontal. Isso facilita a drenagem do muco, que consequentemente piora a tosse. Escrevi um post sobre resfriado que fala sobre esse assunto, dá uma lida! NO blog macetes de mãe também tem um post sobre tosse bem legal que escrevi. Mamar deitado pode fazer com que algum conteúdo de leite vá para os pulmo~es, e não é recomendado. Continue acompanhando as novidades por aqui! Para seguir o blog e receber as novidades por email, basta clicar no botão “seguir” no site. Siga também no Facebook (ative o receber notificações, para receber aviso dos posts novos) e instagram (@pediatriadescomplicada) Um bjo, Dra Kelly

  • Pingback: Mamãe, seu filho está com bronquiolite? Saiba o que é e o que fazer | pediatria descomplicada

  • Luciana Souza Santos Silveira 01/04/2015 Reply

    Bom dia Drª.

    Meu filho foi internado durante 10 dia com pneumonia e bronquite. Ele tem 3 anos, e adoece com facilidade. Mas agora está fazendo tratamento de bronquite, igual ao que a senhora descreveu.
    Estou com uma dúvida: Como funciona esta vacina contra ácaros, e em quais casos é recomendado?

    Obrigada,
    Luciana

    • Olá Luciana. A vacina para acaros chama-se imunoterapia e deve ser feito com médico especialista, geralmente o alergista que faz. Se precisar de acompanhamento profissional, atendo em consultório particular em São Paulo, para marcar consulta você pode ligar para (11) 5088-6699. Continue acompanhando as novidades por aqui! Para seguir o blog e receber as novidades por email, basta clicar no botão “seguir” no site. Siga também no Facebook (ative o receber notificações, para receber aviso dos posts novos) e instagram (@pediatriadescomplicada) Um bjo, Dra Kelly

    • Olá querida mamãe Luciana, você deve acompanhar com um pediatra de perto o seu filho e em relação a essa vacina, é somente o médico alergista que faz. Se precisar de acompanhamento profissional, atendo em consultório particular em São Paulo, para marcar consulta você pode ligar para (11) 5088-6699. Continue acompanhando as novidades por aqui! Para seguir o blog e receber as novidades por email, basta clicar no botão “seguir” no site. Siga também no Facebook (ative o receber notificações, para receber aviso dos posts novos) e instagram (@pediatriadescomplicada) Um bjo, Dra Kelly

  • Pingback: Bronquiolite: a importância da prevenção | pediatria descomplicada

  • Pingback: Bronquiolite: Como tratar? | pediatria descomplicada

  • graciele 07/04/2015 Reply

    Bom dia doutora, tenho dois filhos, uma menina de.6 anos e um garotinho de 2. Os dois foram diagnosticados com bronquite… o pediatra que os acompanha é o mesmo que me acompanhou quando criança e todas as vezes que eles tossiam carregados receitava antibióticos e o predsin, junto com inalação com berotec e atrovent. Mas as crianças não sentem falta de ar…só as vezes tossem com muco…eu não sei o que fazer….eles tem essas “crises de bronquite” mais ou menos de 2 em 2 meses…as vezes mais as vezes menos…e tomam antibióticos em tds as vezes…qual especialista eu procuro? Tem alguma vacina que eu possa dar?

    • Olá Graciele, o diagnóstico de asma ou bronquite é essencialmente clínico, ou seja, o próprio médico pode fazer o diagnóstico. Existe um bom controle da doença de modo que as criancas nao tenham nenhum sintoma. Vc pode procurar um alergista ou pneumologista para isso. Atendo em consultório particular em São Paulo, caso queira uma avaliação. Continue acompanhando as novidades por aqui! Para seguir o site clique no botão seguir na página do blog. A página do Facebook é http://www.facebook.com/pediatriadescomplicada e o instagram é @pediatriadescomplicada. Um bjo Dra Kelly Marques Oliveira

    • Oi querida mamãe Graciele, o diagnóstico de asma e bronquite é essencialmente clínico, ou seja, o médico faz o diagnóstico através da história e exame físico. Vc pode procurar um alergista ou pneumologista para ajudá-la a entender melhor sobre seus filhos. Atendo em consultório particular em São Paulo, caso queira uma avaliação. Continue acompanhando as novidades por aqui! Para seguir o site clique no botão seguir na página do blog. A página do Facebook é http://www.facebook.com/pediatriadescomplicada e o instagram é @pediatriadescomplicada. Um bjo Dra Kelly Marques Oliveira

  • alane 25/04/2015 Reply

    Doutora, qual o melhor remédio para o tratamento Singulair ou Montelucaste?

    • Olá querida Alane, em relação a asma ou bronquite, o acompanhamento é feito pelo médico, que irá indicar o melhor tratamento para a criança. Não tem como se basear somente nas medicações. Se precisar de acompanhamento profissional, atendo em consultório particular em São Paulo, para marcar consulta você pode ligar para (11) 5088-6699. Continue acompanhando as novidades por aqui! Para seguir o blog e receber as novidades por email, basta clicar no botão “seguir” no site. Siga também no Facebook (ative o receber notificações, para receber aviso dos posts novos) e instagram (@pediatriadescomplicada) Um bjo, Dra Kelly

  • Audilene andrade 22/05/2015 Reply

    OI!tenho um filho de 6 anos que tem crises de laringite aguda com falta de ar. depois vem sempre a tosse rouca e cheia e de vez em qundo dá pmneumonia em seguida . ele já teve umas 5 vezes pneumonia e toma muito corticoide antibioticos. O medico alergista disse que era asma passou cleni 250 mas tive medo de dar pois li na bula que pode a causar laringite. Tambem não tive coragem de fazer o tratamento pra alegia recomendado pois li na net que pode ocorrer edema laringeo. Ele já teve isso duas vezes dái o meu medo. mas não sei se fiz certo pois as crises se repetem.

    • Querida Audilene, pelo quadro que você me descreveu a sua criança precisa realmente de um tratamento e essa medicação é para ajuda-lo com o controle da doença e não atrapalhar. Por favor, sempre se informe com o seu médico e pergunte para ele os seus medos. Se você não fizer o tratamento adequado, ai então que não terá um bom controle da doença. Se precisar de acompanhamento profissional, atendo em consultório particular em São Paulo, para marcar consulta você pode ligar para (11) 5088-6699. Continue acompanhando as novidades por aqui! Para seguir o blog e receber as novidades por email, basta clicar no botão “seguir” no site. Siga também no Facebook (ative o receber notificações, para receber aviso dos posts novos) e instagram (@pediatriadescomplicada) Um bjo, Dra Kelly

  • Pingback: Dicas de inverno: dúvidas comuns para o frio -parte 1 | pediatria descomplicada

  • Angelica Zanotelli 19/07/2015 Reply

    Matéria ótima. tudo que precisamos saber. Top!!!

  • Mariana 27/07/2015 Reply

    Olá doutora, muito obrigada por este blog. Me esclareceu muitas dúvidas. Minha filha tem dois anos e meio e já foi diagnosticada com bronquite pelo pneumologista pediátrico. Ela sofre muito com crises apenas de tosse seca, e não foi detectado nenhum reagente alérgico nela. Atualmente ela faz bombinha todos os dias com dois jatos de flixotide, mas acho que não está resolvendo muito. Ela continua a tossir. Ja não sei mais o que fazer.

  • Ana Cristina 17/08/2015 Reply

    Dra. Que bom são seus esclarecimentos.
    Minha filha de um ano e meio, estar em crise a uma semana. Senti seu peito cheio e a levei para o hospital em que ela ja ficou interna por duas vezes e uma delas por broquiolite (19 dias/7 na UTI). Fizeram a esculta e bateram raiio x. No raio x o peito esta limpo. O Dra. prescreveu Prelone, Aerolin Nebules 4x/dia. Disse que a secreção é na face. Hoje já fazem 4 dias que a levei para o pronto socorro e ainda dá para escutar muito barulho como se catarro solto. Lavo constantemente o nariz com soro fisiologico e ainda da para escultar o barulho da secreção solta, principalmente quando faz esforço. O que fazer para acabar com a secreção e consequentemente o barulho?Por favor me ajude?
    Obrigada.

  • Liliane Dorneles 10/09/2015 Reply

    Bom dia! Achei muito interessante essa matéria, minha filha de três anos foi diagnosticada com crise de asma e estou lendo a respeito! Temos um poodle em casa e ela, aliás, todos nós somos apaixonados por ele q é muito carinhoso! Estou tendo mais cuidados com ácaros e tomarei mais algumas medidas!!! Obrigada pelas dicas!

  • Danielle 12/09/2015 Reply

    Meu filho tem 3 anos e foi diagnosticado bronquite asmática, quando ele tem crises faz uso do aerolim e do predsim, passada a crise faz o uso do clenil diariamente.
    Minha pergunta é ( esqueci e perguntar a medica) vai fazer uso do clenil sem parar pra sempre? Pois se paro um ou dois dias ele entra em crise novamente.

  • sandra 07/10/2015 Reply

    Ola,boa noite.
    Eu tenho uma bebe de 6 meses e desde os 2 que sofre de bronquiolite hoje fui ao pediatra e ele receitou me o budesonida budiair e o ventilan inalador … eu queria saber se a menina de 6 meses pode fazer este tratamento?

  • Yoko Rosanah 09/10/2015 Reply

    Olá Drª Keli,
    Como todas as outras mãe, também tenho um filho com asma. Ele tem 3 anos e fez tratamento com asmofem. Recentemente o pneumologista receitou o singular, mas após pesquisa na internet estou com receio de dar o medicamento a ele, devido ao efeito colateral neuropsicológico. O que os médicos sabem sobre isso? É mito?
    Obrigada.

  • Parabéns Dra. Kelly!
    Seu blog tem utilidade pública.
    O meu pequeno tem o diagnóstico de asma alérgica e, graças a Deus, pude encontrar uma pediatra que, assim como você, tem esse comprometimento.
    Meu filho realiza, exatamente, o tratamento que você mencionou!
    Que Deus te ilumine sempre na sua vida profissional e pessoal!!

  • Jane 17/10/2015 Reply

    Minha filha tem 2 anos e 8 meses ela tem bronquite não se deu bem com bombinha o pediatra passou montelucaste gostaria de saber como usar tô em dúvida me ajude obrigada

  • Danielle 20/10/2015 Reply

    Meu filho tem 3 anos e tem asma ele faz uso do clenil hfa 50, primeiramente gostaria de saber se ele terá que fazer uso do clenil para sempre, pois é ele quem segura para que ele não entre em crise? E gostaria de saber também se durante as crises eu posso associar o clenil com o aerolim spray?

  • Eliana 29/10/2015 Reply

    Bom dia Dra. , gostei muito da reportagem, de forma clara entendi como os medicamentos que o pneumoligista passou para o meu bebe de 8 meses irão agir. Minha dúvida é bronquite/asma tem cura?? Ou o tratamento será para vida toda. obrigada

    • Oi Eliana. Existem períodos de melhora e piora, e pode ser que melhore com o tempo. Mas o acompanhamento deve ser feito de perto enquanto for necessário. Um bjo Dra Kelly

  • Danielle 15/11/2015 Reply

    Olá, Dr. Kelly muito bom site!
    Bom, meu filho tem 2 anos e 11 meses e já teve koqueluche, rinite, laringite e bronquite.
    No momento faz dois meses que não para de tossir, primeiro diagnosticaram tosse alérgica, depois laringite e agora bronquite, no entanto todos os remédios receitados não tem o curado, nem cessado a tosse e o pior, oque antes resolveu muito bem quando receitado na primeira crise de bronquite, hj ja faz o efeito ao contrário que é o Aerolin nebules, Dr. Esse medicamento causa irritação? Todas vez que meu filho inala a reação de tosse piora, como se irritasse.
    Não sei mais como proceder a essa tosse que não vai embora, já marquei um alergista, porém só para o mês que vem!

    Grata pela atenção!

  • Emerson 18/11/2015 Reply

    Eu tenho 32 anos
    E minha filha 3
    Eu tenho bronquite asmatica des de pequeno e só agora obtive esclarecimento sobre a doença , e tentarei fazer o maximo possível para ajudar a minha pequena
    Obrigado

  • Vanessa 21/11/2015 Reply

    Olá doutora!
    A minha filha tem 11 meses e esta passando por uma crisa de tosse, na minha família tem histórico de bronquite asmática alérgica, eu tive e minha irma tem também. Estou preocupada, pois ela anda com muito chiado, tosse encatarrada, cansaço, coração dispara, e a noite tudo piora, so alivia com muita nebulização com massagens com vick vapuru, e ainda assim dorme muito mal, ronca e senti faltas de ar!
    Gostaria de saber a sua opiniao porfavor estou agoniada com essa duvida, ela esta assim a dois dias e dias noites e só piora ! Obrigada desde ja.

  • Rafaela Paula 02/12/2015 Reply

    Oi Dra. Kelly. Tenho uma filha de 6 anos e acho ela pequena para sua idade e pesa 20kg. será porque ela é asmatica,? a doença influencia no crescimento?

  • robertanavarro2O15@hotmail.com 01/01/2016 Reply

    Ola sou roberta gostaeia de tirar algummas duvidas minha filha tem bronquite e ja fazia ym tempinho q nao dava crise e ela TA BEM cANsada qtas gotas de birotec e atovent eu do pra ela

  • ribeca2008 27/01/2016 Reply

    Olá Dra Kely parabéns pelo post..
    Meu filho tem 4 anos, teve bronquiolite aos nove meses.. quando foi internado por 7 dias, Fui orientada a procurar uma pneumologista, a qual receitou bombinha Flixotide, bombinha Aerolin, singular Baby…. até hoje meu filho tem crises… hoje mesmo está em crise fazendo uso de 6 medicamentos diários..
    Bombinha de Flixotide
    Bombinha de Aerolin
    Singular Baby
    Predisin
    Ambev
    Notuss
    Me senti muito culpada porque ele teve uma crise dia 25/10/2014… onde teve que tomar até uma injeção de adrenalina no pronto Socorro o que melhorou o quadro e graças a Deus não ficou internado… agora em crise novamente 3 meses depois… a quatro dias com uma tosse sem tréguas… mesmo fazendo uso de todos esses medicamentos..
    Desesperada porque quando ele melhorou da crise em Outubro fiquei com dó de continuar com a bombinha de Flixotide e com o singular…

    Seu post foi muito esclarecedor no sentido de que tenho que medicar pra prevenir essas crises..
    Quando muda o tempo meu filho entra em crise…
    Já atendeu retorno na pneumologista
    farei exames de alergia nele

    Minha questão é: ESSE MONTE DE REMEDIO JUNTO NÃO TRAZ ALGUMA CONSEQUÊNCIA PRA CRIANÇA

    É MUITO CORTICÓIDE JUNTO

    A TOSSE COM TUDO ISSO MINISTRADO DURANTE 4 DIAS AINDA PERSISTE… PORQUE?

    Desde já agradeço a sua atenção

    • Olá Rebeca. Veja com seu médico sobre as medicações. O tratamento da asma deve ser otimizado para que ele tenha uma vida normal sem limitações. Um bjo Dra Kelly

  • gislene 17/02/2016 Reply

    Olá Dra. adorei a matéria,

  • Pingback: Gripe H1N1: entenda a doença e sinais de gravidade – parte 1 | pediatria descomplicada

  • Mônica 05/04/2016 Reply

    Bom dia Dra. Kelly. Eu faço uso da bombinha clenil para asma e gostaria de saber se posso tomar a vacina para H1N1 e influenza, pois alguns sites informam que quem faz uso de corticóide não é recomendada.

  • jessica 06/04/2016 Reply

    ola doutora! a minha bb no dia 08/03 estava quase sem voz cansadinha nao queria mamar fiquei preocupada levei ela na urgencia e a medica disse que ela deu laringite ela ficou 04 dias internada ai no ultimo dia a medica disse que ela deu bronquite ela deu alta pra ela e passou o sabutamol 3 jatos de 3 em 3 horas durante 1 semana hidroxizina 1,5 de 8em 8 horas durante 5 dias e prednisolona 2,5 de manha durante 3 dias eu dei esses remedios direitinho mas quando foi na proxima semana ela voltou a ficar canda e tossindo ai levei ela no pediatra ele passou so o prednisola durante 3 dias mas nao resolveu ai voltei com ela de novo na urgencia ai a medica passou 2 micro com o birotec e depois me ppassou o sabutamol 4 jatos de 4 em 4 horas mas ela aiinda continua cansada e tossindo muito me ajude nao sei o que fazer

  • Jaqueline 14/04/2016 Reply

    Olá! Minha filha estava fazendo tratamento com clenil e sempre q tem crise faz 7 dias de aerolin de 4/4hs e prednisolona durante 5 dias, mas ainda assim as crises estão frequentes… levei a uma consulta hj onde a médica suspendeu tudo q ela estava usando e passou dexametasona durante 5 dias de 8/8hs e hidrixina durante 7 dias 3mls, e depois disse pra fzr um tratamento com uma pastilha durante 4 meses, a senhora acha q esse tratamento pode ser mais eficaz?

  • Jaqueline 14/04/2016 Reply

    Só completando o que eu disse anteriormente, minha filha tem 02 anos e o nome da pastilha que ela pediu pra usar durante 4 meses é: viatine. Gostaria de saber tbm se o tratamento com pediatra homeopata pode ser eficaz nesses casos de doenças pulmonares. Obrigada!

  • Luciana 15/04/2016 Reply

    Doutora meu filho tosse muito mais não tem chiado tem 4 anos e meio ministro predissim e alegra ele pesa 20 quilos ministro quanto de medicamento e preciso fazer berotc?

  • Julina oliveira 18/04/2016 Reply

    Gostei muito do que eu lir.obrigada dr kelly.queria uma pediatra assim no centro de saúde q frequento.Precisamos de médicos assim

  • Andre 20/04/2016 Reply

    Asma e uma doença que mata quando tratado. Adoro pela voca dica, eu mesmo sofro de asma ja ha dois 2 anos, agora tenho 26 anos

  • Junior Muniz 21/04/2016 Reply

    Doutora Referente a atividades ao ar livre.
    Moramos na frente de uma pracinha, e fico pensativo se é bom ele fazer atividades ao ar livre (brincar na praça, por exemplo), sem saber se isso pode agravar o tratamento dele, ou se isso ajuda no tratamento!?, pois esta com bronquite tem 1 ano e 9 meses de idade.

  • Wellington S.Marques 21/04/2016 Reply

    Gostei muito, obrigado pelas importantes informações.

  • Edlania 25/04/2016 Reply

    Dra.Kelly me ajude minha filha de 5 anos tem bronquite descobri ha quase dois anos o medico nunca passou aerolin jato queria saber se posso dar e qtos ml?

  • Daniela 25/04/2016 Reply

    Dra, qual o melhor inalatorio para controle para crianca. Alvesco, clenil ou flixotide?

  • Rosietexavier 29/04/2016 Reply

    Boa a dica meu filho tem 11 anos e a primeira crise dele depois de 6 anos precisou até ficar no balão de oxigênio

  • Kelhy 06/05/2016 Reply

    olá dra. Kelly. Ótimo artigo! Meu filho tem três anos e raras vezes tem crise de bronquite, elas sempre foram bem leves, rápidas e fáceis de lidar até semana passada, ele gripou e a bronquite veio com tudo, levei ao PS e o médico indicou acebrofilina, que é uma medicação diferente da que estamos acostumados (aerolin e prednisolona), perguntei ao médico se poderia dar o aerolin, ele disse que se eu achasse muito necessário sim, mas ao ler a bula fiquei em dúvida de dar os dois remédios, uma vez que os dois são broncodilatadores. Será que existe alguma contra indicação? Qual seria o intervalo ideal para medica-lo? Obrigada e sucesso!

  • Mônica 07/05/2016 Reply

    Dra. Kelly, boa noite

    Tenho duas filhas uma de 5 anos que tem bronquite mas nunca grave e uma criança chiadora de 1 ano e 9 meses. Estou com a menor pela terceira vez internada. A primeira vez foi pneumonia aspirativa devido a refluxo aos 2 meses. Foi tratada com aerolin e só piorou. Foi entubada, recebeu transfusão de sangue. Da segunda vez aos 1 ano e 3 meses foi tratada com berotec e antibióticos na veia, não chegou a UTI. Desta vez foi tratada com aerolin e foi piorando ,até que foi transferida de Hospital para UTI, tratou com antibióticos , bricanil, berotec, e outros.Existe a possibilidade dela ser alérgica ao medicamento salbutamol? Ela usa a beclometasona e mesmo assim apresentou esse quadro preocupante e já fez uso de predinosolona , dessa vez usou bricanil na veia. Fico preocupada com a questão de tantos medicamentos, e de 10 gotas de salbutanol não fazer efeito nenhum numa crise, aliás até piorar a saturação. Desde já agradeço a atenção

  • Alessandra 12/05/2016 Reply

    Olá, gostei muito da matéria. É importante termos mais esclarecimentos porquê nem sempre na consulta conseguimos esclarecer todas as dúvidas. Meu filho de 3 anos e 10 meses acabou de ser diagnosticado com asma e isso sem uso de exames auxiliares, foi apenas baseado no histórico e seu estado clínico atual. A médica receitou o uso de Aerolin com espaçador de 4 jatos de 4 em 4 horas. Me preocupei com essa dosagem ao ler a bula do medicamento que fala em 2 jatos por no máximo 4 vezes ao dia. Ainda não comecei com a medicação porquê gostaria muito de saber se ela realmente exagerou receitando 4 jatos em cada aplicação? Por favor Doutora me ajude!

  • mrca26@gmail.com 17/05/2016 Reply

    Boas dicas,meu filho tem 9 anos e a um ano e meio tem asma tudo começou com chiado no peitoa ate descobrir o que ele tinha demorou uns 5 meses p eu descobrir que e asma .No inicio era horrivelele tinha muuuita dificuldade parase alimentar dizia que tudo intalava na garganta ,até liquido tinha vez que ele vinha dizisperado com uma bolacha nas maos gritando que tava sem ara ele vinha gritando eimagine o meu desespero.Mas hoje graças a Deus tem controlado bastante ainda mais com a bombinha de ar,procuro sempre dar bastante cha pra ele que parece aliviar tambem.

  • Flavia Minotti 18/05/2016 Reply

    Boa tarde Dra.
    Tenho um filho de 4 anos,e no ano passado doi diagnosticado com bronquite depois de uma forte crise,desde então (1 ano ) ele usa viatine 4mg e bombinha com seretide todos os dias,nunca mais teve uma crise daquelas,mas essa semana ele gripou e carregou bastante o peito,não esta tossindo muito,mas hj teve vomito apos uma ceise de tosse com catarro,é possivel ele ter uma crise grave mesmo fazendo o tratamento???
    Ele tem dermatite atopica tbem…
    Obrigado

  • Marcia 21/05/2016 Reply

    Por quantos dias eu posso dar o aerolin spray para o meu bebe de 5 meses?

  • Luana Nunes 29/05/2016 Reply

    Olá Dr, boa noite.
    Meu filho tem 3 anos e tem vários quadros de cansaço, estou tratando ele na pneumologista há pouco tempo, com clenil diariamente, ontem ele teve a primeira crise após o tratamento e estou aqui dando o aerolin de 4 em 4h, e eu fico muito preocupada quando ele está assim e acabo sempre levando à emergência e às vezes fico pensando se fiz errado, por estar levando quase que sempre que fica com o cansaço. Minha dúvida é quando é realmente necessário levá-lo? Até quando eu posso tratá-lo em casa mesmo?
    E ele esse ano tem tomado antibióticos todos os meses, muitos quadros de pneumonia.

  • Adriana cristina Limoni de Morais 05/06/2016 Reply

    Parabéns, Dra. Kelly, minha filha de 2 anos teve 3 crises este ano, desde março. Com uso de antibioticos, melhora sensivelmente, mas estou preocupada com as recorrencias. Preciso procurar um alergista?

  • Liliane 07/06/2016 Reply

    Oii Dr kelly. Minha filha tem 3 anos e faz clenil, 1 jato 2x ao dia e Aerolin 4 jatos de 4/4 horas. Faço isso todos os dias em uso contínuo, será que está certo? Muitas pessoas dizem que estou fazendo mal para minha filha, usando direto. Mas a médica me mandou fazer desse jeito,obrigada

  • leonardotorreti 09/06/2016 Reply

    Dra. kelly, antes de tudo parabéns pela iniciativa.

    Vem chegando uma mega frente fria e sempre fico a seguinte dúvida.

    Qual a meneira correta de utilizar o aquecedor elétrico no quarto da criança? Por quanto tempo? Com umidificador ou bacia água? Estes, devem ficar no quarto a noite toda ou quando desligar o aquecedor tb devo retirar do quarto?

    Muito obrigado pleas orientações!

    Leonardo.

  • FERNANDA NOVAES FERREIRA 24/06/2016 Reply

    Oi ! Gostei muito do que li . Pq tem um bebê de 1 ano e 6 ms que sofre desse tipo de doença. Ele desde quando nasceu que tem muitos internamentos e ainda não desculbri o que é esse ano fez 1 ano que ele deu 2 paras cardio respiratória em meu colo . Queria muito conhecer alguém que pudesse mim ajudar a descobrir o que ele tem pois estou muito triste em respeito à saúde dele não posso fazer nada para ele não ficar cansando e agora a médica que acompanha ele indicou ele para cirurgia de gastro por conta de resto de dieta saindo pela narina .e hoje ele está bem melhor do que ele já esteve mais como mãe queria muito ver ele crescer como uma criança normal . Obrigado pela atenção e por poder compartilhar a minha história com vocês.

  • olá doutora ,ja levei minha filha m varios médicos eles sempre passa nebulização para fazer com berotec e atrovent mais a pediatra pesde para fazer o uso das bombinhas Clenil e o Aerolin e soro fisiologico nas narinas só que não vejo melhora nela , ela vive com as vias respiratorias trancadas somente a noite e de vez em quando da muita tosse ,vou tomar algumas providencias que tu postaste e tiraram muito as minhas duvidas ,onde eu moro é muito úmido e as vezes quando vamos ver já tem mofo nas paredes vou tentar limpar e depois passar álcool tanto nas paredes como no piso será que isso pode resolver ?

  • Rafaela Oliveira 14/07/2016 Reply

    Dra. Pode nos informar o nome de um “corticosteroide inalatório” conhecido no mercado? Conheço apenas corticosteroide oral (Predsin® ou Prelone®).
    Grata

  • Pingback: Bronquite, dermatite e tempo seco, o que fazer? | pediatria descomplicada

  • maria luiza 02/08/2016 Reply

    para mim foi muito util essas informacoes muito obrigado

  • Isabela Cristina rambo 22/09/2016 Reply

    Muito bom suas explicações.so tenho uma dúvida sobre fazer nebulização somente com soro fisiológico,tem algum risco.ela tem 6anos.ja usa clenil eaerolin.

    • Dra. Kelly Marques Oliveira - Pediatra 30/12/2017 Reply

      Olá Isabela, imaginamos o quanto sua dúvida te deixe angustiada ,mas infelizmente o conselho federal de medicina não permite que nenhum de nossos profissionais deem condutas pela internet, pois cada caso é um caso e é necessária uma avaliação.

  • Luana 24/09/2016 Reply

    MEu filho está com uma posse e tá com um pouco de falta de ar ele tem bronquite não sei o que fazer ele tomou prednisolona mais não está adiantando o que faço?

    • Dra. Kelly Marques Oliveira - Pediatra 30/12/2017 Reply

      Olá Luana, imaginamos o quanto sua dúvida te deixe angustiada, mas infelizmente o conselho federal de medicina não permite que nenhum de nossos profissionais deem condutas pela internet, pois cada caso é um caso e é necessária uma avaliação.

  • Patty Monique 22/10/2016 Reply

    Minha bebê tem 9 meses e está com uma toce forte e toda vez que ela toce ela vomita ja dei xarope mais não passa faz três semanas ja o que será que podi ser doutora?e oq eu posso fazer?me ajuda?

    • Dra. Kelly Marques Oliveira - Pediatra 30/12/2017 Reply

      Olá Patty, imaginamos o quanto sua dúvida te deixe angustiada, mas infelizmente o conselho federal de medicina não permite que nenhum de nossos profissionais deem condutas pela internet, pois cada caso é um caso e é necessária uma avaliação.

  • Weber Lopes bessegato 01/11/2016 Reply

    Artigo bem completo e esclarecedor !
    Parabéns Dra.Kelly

  • Francês lugar Pereira 20/11/2016 Reply

    Boa noite dr.a . Tenho uma filha de 6 anos que foi diagnósticada com asma .faz uso de clenil hfa250 a 6 meses 1 jato a noite . Não teve mais crises . Gostaria de saber se essa medicação pode ser feito em dias alternados . Já que tenho notado algumas manchinha nos dentes . Desde já obrigada pela atenção.

    • Dra. Kelly Marques Oliveira - Pediatra 30/12/2017 Reply

      Olá Francês, imaginamos o quanto sua dúvida te deixe angustiada, mas infelizmente o conselho federal de medicina não permite que nenhum de nossos profissionais deem condutas pela internet, pois cada caso é um caso e é necessária uma avaliação.

  • Sílvia Silva 24/11/2016 Reply

    Parabéns por existir na net, foi muito esclarecedor, sou avó de uma princesa que tem rinite alérgica, sua informação sobre a tosse me esclareceu o que precisa saber. Deus lhe abençoe sempre.

  • Erineia 13/12/2016 Reply

    Excelente essa matéria. Me ajudou muito a entender sobre a bronquite.

  • glaucia 30/12/2016 Reply

    Meu filho tem 8 anos e a bronquite apareceu so agora tem 2 gatos e estão colocando a culpa neles eu não quero tiralos de casa mais se for preciso eu irei doalos realmente e necessário retiralos eu moro em um apartamento me ajude.

    • Dra. Kelly Marques Oliveira - Pediatra 30/12/2017 Reply

      Olá Glaucia, imaginamos o quanto sua dúvida te deixe angustiada, mas infelizmente o conselho federal de medicina não permite que nenhum de nossos profissionais deem condutas pela internet, pois cada caso é um caso e é necessária uma avaliação.

  • Davidson 05/01/2017 Reply

    Boa noite..Dra posso da nebulização com berotec e dar o predissin alguns minutos depois..

    • Dra. Kelly Marques Oliveira - Pediatra 30/12/2017 Reply

      Olá Davidson, imaginamos o quanto sua dúvida te deixe angustiado, mas infelizmente o conselho federal de medicina não permite que nenhum de nossos profissionais deem condutas pela internet, pois cada caso é um caso e é necessária uma avaliação.

  • Silmara daniela l. O . Antunes 27/01/2017 Reply

    Parabéns. .Adorei a reportagem. Simples e de facil compreensão….meu filho faz uso diário de flixotide e fiquei bem mais segura em continuar com o uso até o retorno com a pneumologista

  • Maria Letícia 17/02/2017 Reply

    Olá Dra Kelly, ótimas explicações. Meu filho foi diagnosticado com bronquite asmática aos 9 meses, eu adaptei minha casa na época e tudo correu bem, também porque era uma casa espaçosa e com quintal, não um apartamento. Agora ele está com 1 ano e eu me separei do pai dele e estou indo morar noutro lugar, porém, só posso morar em apartamento e temos um cachorrinho. Se eu mantiver o nosso cãozinho sempre tosado, limpo e frequentando somente a área de serviço do apartamento, você acha que teríamos problemas ou eu realmente preciso me desfazer do animal?
    Obrigada!

  • izabella vieira 02/03/2017 Reply

    Olá doutora Kelly muito bacana os esclarecimentos,meu filho inflamava a garganta constantemente o narizinho sempre escorrendo,então procurei um pneumologista.Foi quando descobrimos que ele tinha a adenoide aumentada,sinusite e asma. Começamos o tratamento imediatamente com o aerolin para dias de crise,brondilac,amoxilina com clavulanato para as infecções ,para prevenção o clenil,montelucaste,busonid….Agora aguardamos para ver se sera necessário operar a adenóide.No começo me assustei muito com a quantidade de medicamento,mas ja tivemos uma excelente melhora!!!

  • Michelle 06/03/2017 Reply

    Ola Doutora Kelly, primeiramente parabéns pela matéria, achei bastante informativa e interessante. Doutora tenho uma filha de 3 anos que começou com as crises a pouco tempo, essa semana foi a segunda crise dela. O médico receitou erolin de 4 em 4 horas durante 5 dias. Minha filha já está bem melhor, ja está brincando super ativa, só tem tosse e catarro. Estou fazendo a inalação uma vez de tarde e duas vezes durante a noite pois tenho medo desse remédio porque ouvi dizer que ele da problemas no coração. Fiz a inalação em mim e percebi que ele realmente aumenta os batimentos. O que a você acha? Existe realmente a necessidade de fazer certinho essas inalações? Estou fazendo mal por não estar fazendo da maneira que o médico indicou? Gratidão desde ja!

  • Marilda 11/03/2017 Reply

    Parabéns doutora Kelly, pela excelente matéria. Meu filho está com 8 anos e tem bronquite asmática. Ele passou um bom tempo sem crise, mas hoje começou tudo de novo! Só a misericórdia!!!rsrsrs

  • TAILENE 29/05/2017 Reply

    Olá Dra, minha filha tem asma desde bebê, faz tratamento hoje com 7 anos com symbicort, no teste de alergia não reagiu a nada. A asma dela piora quando chega o inverno (dias úmidos e frios). Porque mesmo usando preventivos as crises ocorrem?

    • Dra. Kelly Marques Oliveira - Pediatra 29/12/2017 Reply

      Olá Tailene, imaginamos o quanto sua dúvida te deixe angustiada ,mas infelizmente o conselho federal de medicina não permite que nenhum de nossos profissionais deem condutas pela internet, pois cada caso é um caso e é necessária uma avaliação.

  • vany 02/06/2017 Reply

    Parabéns pela matéria Doutora, muito esclarecedora!

  • Débora Karine Pereira Gomes 27/06/2017 Reply

    Olá, muito legal o artigo.
    Meu filho de 3 anos foi diagnosticado asmático desde o primeiro ano de vida , já teve crises terríveis a ter que receber oxigênio, agora faz acompanhamento com alegista e uso do aerolyn. E tento ter todas as precauções possíveis. A última crise foi essa semana e mesmo com o uso do aerolyn ele demorou pra melhorar.

  • Vânia 16/08/2017 Reply

    Olá estive lendo suas explicações e me identifiquei, meu filho faz uso do aerogold nas crises com 4 jatos de 6/6 horas.e do clenil continuo.Ele te 3 anos anos estou usando o espassador. Meu único receio é esses 4 jatos que acho muito forte, com 10 segundos e aplico um de cada vez.z

  • Francisca Carvalho 04/10/2017 Reply

    Dr.kelly meu bebê ele gripa com muita facilidade com intervalos de 40 dias de um quadro viral para outra, e sempre pra que ele fique bom é necessario fazer o uso de antibiotico e de nebolizaçao com berotec pois ele fica com o pulmao muito cheio de secreçoes e acompanhado de casaço. Queria saber a causa disso pq a alimentcao dele é bem rica de nutrientes,minha casas nao rem animais de estimacao enfim… eu gostaria de saber de um tramento que meu filho pudesse bom por um tempo mais prolongado.

    • Dra. Kelly Marques Oliveira - Pediatra 29/12/2017 Reply

      Olá Francisca! Imaginamos o quanto sua dúvida te deixe angustiada ,mas infelizmente o conselho federal de medicina não permite que nenhum de nossos profissionais deem condutas pela internet, pois cada caso é um caso e é necessária uma avaliação.

  • Camila 16/11/2017 Reply

    Boa tarde Dr, tenho 1 filho de 1 ano e 7 meses que vive em crise, fica bom 1 semana e volta tudo de novo, começa com uma tosse, depois espirro e depois catarro e entra no antibiótico, ele é acompanhado por uma alergista mais ela só passou as bombinhas, pois falou que só a parti de 2 anos da para saber o que ele tem, não sei o que é dormi a tempo, ele é assim desde bebe, não sei mais o que fazer, já tentei de tudo e nada passa.

  • Bom dia!
    Dra. me Chamo Viviane, moro em Fortaleza e tenho uma filhinha de 1 ano e 1 mês que desde os seus 3 meses de vida que vive gripadinha, não sei mais o que fazer e nem quem procurar, em menos de 1 ano ela já teve 2 vezes pneumonia, e vive, tossindo, com coriza e de uma semana pra cá ela está apresentando cansaço, tosse tanto que vomita e o cansaço acompanhando, me preocupo muito porque fui uma criança problemática até os meus 14 anos de idade, hoje tenho 32 e desde os 14 não apresento mais o quadro asmático, agora domingo fui a emergência ela cansada, com febre e tossindo muito, foi passado para ela o Predsin durante 5 dias, 3ml e Azitromicina 2,2ml e Aerosol de 4 em 4 horas com 2 gotas de Berotec e 3ml de soro, está correto?
    o que devo fazer se ela continuar assim após esses 5 dias de tratamento?:

    • Dra. Kelly Marques Oliveira - Pediatra 08/06/2018 Reply

      Imagino o quanto sua dúvida é angustiante, afinal, nossos Pequenos são nossos maiores tesouros… Infelizmente, o Conselho Federal de Medicina não me permite dar condutas pela internet, pois além de não ser correto, cada paciente é único e é necessário uma avaliação completa para entender o que está acontecendo, e atender com todo carinho e atenção que eles merecem.
      Entre em contato para agendar sua consulta, só ligar no número (11) 5579-9090 ou via whatsapp (11) 93014-0007

      Um bjo

      Dra Kelly

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Faixa