urso

O que fazer quando seu filho está resfriado

www.huffingtonpost.ca

 

Olá queridos papais e mamães!

Ultimamente tenho visto muitos casos de resfriado tanto em meu consultório, como na minha família e amigos, e por isso fiquei sensibilizada e acredito ser um tema que tem trazido muita preocupação para nossas mamães e papais. Garganta doendo, aquela coriza, espirros sem parar, cabeça pesada, uma moleza…e em alguns casos, febre. Que incômodo! Penso sempre nos pequenos e o quanto é difícil para eles. Que sofrimento!

 

As infecções de vias aéreas superiores, assim chamadas porque acometem somente o trato respiratório superior (nariz, ouvido e garganta, orofaringe e cordas vocais) são consideradas um dos principais problemas de saúde na criança. A grande maioria é de causa viral, embora quase metade dessas infecções sejam tratadas com antibióticos, seja por pressão dos pais ou do pediatra.

Motivo de muita angústia dos pais ver o filho com febre e tossindo, muitas noites de sono perdidas, o resfriado pode deixar muitos pais desesperados e o pediatra bastante frustrado pela sua incapacidade de curá-la. Como não existe um remédio que trate o vírus especificamente, os pais ficam ansiosos para tratar os sintomas, que afinal, incomodam bastante.

Por isso, nessa semana decidi falar sobre os principais problemas respiratórios que acometem as crianças, e como ajudar os pais nessas situações. Respire fundo (literalmente!), vamos adentrar nesse universo!

Vamos entender um pouco então como o nosso corpo funciona, e porque as crianças sofrem tanto e tão mais vezes do que o adulto nessas doenças. O tamanho da via aérea da criança é proporcional a sua idade, isso significa que quanto mais nova a criança, menor a sua via aérea. Bebês resfriados podem ter muita dificuldade para respirar, primeiro porque a sua via aérea é muito pequena, e pequenas obstruções podem ocluir quase que completamente a passagem de ar! Segundo porque não coordenam bem o mecanismo de respiração, sucção e deglutição, podendo apresentar muita dificuldade para mamar, e até engasgar e aspirar o leite! Em terceiro lugar, porque seu sistema imune ainda está sendo formado, e estão muito suscetíveis a doenças comuns e potencialmente graves. Quadros respiratórios graves podem se desenvolver nos bebês no período de dias e até horas, e para isso a mamãe deve ficar atenta a qualquer sinal de desconforto respiratório. Por outro lado, a maioria dessas doenças evolui de forma benigna, e não tem qualquer repercussão ou problema, exceto pelo desconforto que ela causa (na criança e nos pais).

Entenda o que é o Resfriado comum

Começaremos então hoje pelo mais frequente de todos: O resfriado comum. Este pode ser definido como uma infecção respiratória alta com congestão nasal, rinorréia, e inflamação na garganta. Tem duração autolimitada e curso benigno. Os sintomas duram em média 5 dias, podendo durar mais…e a tosse é a última a sarar.

A maioria das crianças vai pegar de 4 a 14 episódios de resfriado por ano, normalmente um seguido do outro – e isso é absolutamente normal. Para terror dos pais, a creche é o lugar de maior proliferação de vírus, e bactérias, e pode parecer que a criança vive doente…o que de fato ocorre. Entretanto se o seu filho tem cerca de um episódio infeccioso por mês, sem que isso tenha levado a internações com infecções graves, é completamente normal e faz parte dessa fase…

Como ocorre a transmissão?

A infecção começa quando um vírus entra no nariz ou na boca, a partir de dedos contaminados ou das gotículas na tosse ou espirro de um indivíduo infectado.  O vírus então liga-se à superfície da pele no interior do nariz (das membranas mucosas.) A partir daí, o vírus invade a célula vizinha, e altera a sua função. O vírus se replica, e acabam sobrecarregando as células saudáveis.

Tudo culpa da inflamação…mas por meio dela vem também a cura!

Uma das partes fundamentais deste ciclo é a destruição das células da pele nasais. A presença de germes e a morte das células resulta em uma reação inflamatória – e os sintomas do resfriado começam a aparecer. O processo inflamatório no corpo, que causa os sintomas, faz parte também do próprio processo de cura da doença, e é por isso que os remédios pouco ajudam no resfriado comum, e antibiótico nesse caso não resolve. O melhor remédio nesse caso é o tempo.

A mucosa do nariz lesionada no resfriado funciona como quando esfolamos o joelho numa queda. Limpamos o machucado com água e sabão, passamos até antibiótico para não infectar, e depois formou-se uma casquinha. Quando a casquinha caiu, a pele nova estava por baixo! O tempo frio e o ar seco danificam a pele e a mucosa do nariz, e a parte de trás da garganta é como o joelho ralado. Assim como o joelho leva tempo para curar, assim também a mucosa que reveste o nariz e a garganta. Nenhum remédio nesse caso vai acelerar o processo de cicatrização. Até que ocorra a cura, haverá muco e bastante tosse. Dependendo do quanto foi danificado, pode demorar de duas a quatro semanas!

Mas, e a tosse???

Da mesma forma, a tosse funciona como um mecanismo de proteção feito para remover o muco do trato respiratório. Em uma criança com ou sem asma, tosse pode ser pior à noite, porque durante o dia a própria atividade da criança e a gravidade ajudam na drenagem de muco das vias aéreas. No entanto, à noite, quando estamos deitados na horizontal e sem nos movimentarmos, isso permite que o muco se acumule e a tosse fica mais carregada…

A congestão nasal e a coriza geralmente indicam o início da infecção viral. O muco é claro nos primeiros dias, amarelado e até verde por vários outros, e depois claro novamente no final. Qualquer muco que permanece no nariz ou na garganta por mais de um dia é muitas vezes amarelado ou esverdeado e, ao contrário da crença popular, este não é um sinal de infecção bacteriana nem tampouco uma razão para os antibióticos. A cor é causada por enzimas no sistema imunológico do organismo. É uma fase normal no ciclo de vida de uma infecção respiratória superior viral.

O congestionamento é geralmente a pior parte e começa a partir do dia segundo ao sexto dia da doença. A tosse geralmente começa logo após o início do congestionamento nasal. A maioria das tosses representam o esforço do corpo para proteger as vias aéreas. Quando o muco desce para a traquéia, ocorre o reflexo da tosse para prevenir que ele desça e invada os pulmões.

Os bebês não são tossidores muito eficiente, por isso eles tendem a ter mais dificuldade de limpar as vias aéreas. Assim, acabam tossindo a noite toda…resultado do dia todo sem eliminar essas secreções!  A febre muitas vezes anuncia o início da infecção viral. A febre geralmente desaparece após 2 a 3 dias, mas pode durar mais de uma semana.

O que fazer então???

 

Publiquei recentemente no blog Macetes de Mãe, da qual sou colunista, um post sobre tosse. Lá tem dicas bem legais sobre como aliviá-la (de verdade) em situações como essa.

Infelizmente, remédios para resfriados e para tosse não funcionam. Isso pode ser uma surpresa enorme uma vez que na farmácia existe um corredor inteiro dedicados a eles, mas décadas de pesquisa sobre a tosse e remédios para resfriados têm demonstrado sua falta de eficácia em crianças. Vários estudos nunca comprovaram a eficácia desses medicamentos e, pelo contrario, trazem um alerta que o uso desses medicamentos podem realmente causar efeitos colaterais perigosos em crianças, e até mesmo a morte.

A Food and Drug Administration (FDA) em 2008 emitiu um alerta para os pais e cuidadores, afirmando que esses remédios não devme ser usado em recém-nascidos e em crianças menores de 2 anos de idade devido aos efeitos colaterais graves e potencialmente fatais.

A Academia Americana de Pediatria (AAP) vai ainda mais longe, e recomenda que crianças com menos de 6 anos de idade não devem usar remédios para tosse e resfriados. De acordo com a AAP, “vários problemas de saúde graves, embora raros têm sido associados com o uso de tais medicações para crianças, incluindo morte, convulsões, aumento da frequência cardíaca e diminuição do nível de consciência.”

Por isso papais e mamães, melhor não usá-los…

Outras dicas que deixo aqui, são recomendações simples para ajudar a aliviar os sintomas:

  1. Mantenha o pequeno hidratado: criança com resfriado tem febre, e aquela sensação de garganta raspando que dói demais…mesmo que doa para engolir, vale a pena oferecer mais água ao pequeno, que ajudará a hidratar bastante essa via aérea.
  2. Inalação, inalação, inalação…quanto mais melhor. Com soro fisiológico mesmo, ajuda a umidificar a via aérea, e fluidifica o muco, que se torna mais fácil de ser eliminado. Assim ele sai naturalmente e não somente causa aquela tosse que não deixa ninguém dormir a noite.
  3. Soro no nariz também! O acúmulo de secreção no nariz e nos seios da face, acabam gerando um ambiente propício para proliferação de bactérias, e ai sim causar uma infecção bacteriana secundária. Para que isso não aconteça, lave o nariz do pequeno pelo menos 10 vezes ao longo do dia, com uma seringa com soro fisiológico. A sensação pode ser um pouco ruim, mas o resultado vale a pena.
  4. Um pouco de mel é recomendado para maiores de 1 ano e, ao contrário dos outros medicamentos para tosse, foi comprovado que ele realmente é capaz de aliviar os sintomas, principalmente da tosse. Mas não esqueça de escovar os dentinhos depois!
  5. Antitérmicos e analgésicos servem para aliviar a dor de garganta e o incômodo da febre, e podem ser usados nas crianças, desde que com cautela e bem indicados.
  6. Uma solução de antisséptico natural, para as crianças que conseguem fazer bochecho é excelente para aliviar a garganta: 1 copo de água morna filtrada, 1 pitada de sal, 1 quarto de limão espremido. Fazer gargarejo 3 vezes ao dia. É tiro e queda!
  7. Umidificador de ar pode ajudar na época de tempo muito seco, pois a falta de umidade no ar piora bastante a tosse.
  8. A aspiração nasal com sugadores pode ser usada principalmente nos bebês, que são incapazes de assoar o nariz. Porém deve ser feito no máximo 3 vezes ao dia para não machucar a mucosa delicada do nariz do bebê

 

A garganta já não dói mais, a secreção nasal já saiu do amarelado pro mais clarinho, mas a tosse, essa…ah ainda está. E sei que vai demorar um pouco pra sair. Paciência…vou persistir na lavagem nasal, mel e inalação!

E vocês mamães? Já passaram por algo semelhante com seu pequeno? O que fizeram para aliviar os sintomas? Que medidas tem feito que tem ajudado?

Coloquem aqui suas experiências, dúvidas e sugestões.

Espero que tenham aprendido bastante! Compartilhe para que outras pessoas também possam ter essa informação 😉

Um bjo

Dra. Kelly Marques Oliveira

Pediatra, Alergia e Imunologia e Consultora Internacional de Amamentação (IBCLC) – CRM 145039

E aí gostou do conteúdo? Espero que tenha ajudado a esclarecer dúvidas! Compartilhe! E você sabia que dá para receber o conteúdo do blog direto no seu email? É só se cadastrar! Só fazer o cadastro na nossa newsletter e colocar seu email! Não se preocupe pois somos contra spam, e você receberá somente os conteúdos relevantes. Estamos também no Facebook (curta e coloque para “ver primeiro” nas opções) e instagram @pediatriadescomplicada (ative as notificações para visualização).

Consultório Espaço Médico Descomplicado – São Paulo: (11) 5579-9090/ whatsapp (11) 93014-0007

 

Veja outras dicas  em:

Referências bibliográficas

  • Effect of Honey on Nocturnal Cough and Sleep Quality: A Double-blind, Randomized, Placebo-Controlled Study. Peduiatrics Volume 130, Number 3, September 2012
  • Tratado de Pediatria da Sociedade Brasileira de Pediatra, 3edição 2014.
  • Treating cough and cold: Guidance for caregivers of children and youth. Paediatr Child Health Vol 16 No 9 November 2011

 

52 Comments

  • zenaidelucasluis 30/01/2015 Reply

    oi gostaria de saber o que fazer meu bebe tem mta colica ..

    • Olá mamãe, veja os posts sobre cólica que coloquei no blog, ajuda bastante!Cólica do bebê parte 1, parte 2, parte 3 e parte 4. Continue acompanhando as novidades por aqui! Para seguir o blog e receber as novidades por email, basta clicar no botão “seguir” no site. Siga também no Facebook (ative o receber notificações, para receber aviso dos posts novos) e instagram (@pediatriadescomplicada) Um bjo, Dra Kelly

  • Pingback: Bronquiolite: entenda a doença do outono | pediatria descomplicada

  • Pingback: Bronquiolite: a importância da prevenção | pediatria descomplicada

  • Pingback: Tosse: medidas simples e eficazes para acabar com esse mal | pediatria descomplicada

  • Pingback: Bronquiolite: Como tratar? | pediatria descomplicada

  • Pingback: Dicas de inverno: dúvidas comuns para o frio -parte 1 | pediatria descomplicada

  • Pingback: Alergia alimentar, alergia ao leite de vaca e intolerâncias no bebê amamentado | pediatria descomplicada

  • Pingback: Gripe H1N1: entenda a doença e sinais de gravidade – parte 1 | pediatria descomplicada

  • Pingback: Saiba como se prevenir da gripe Influenza H1N1 – parte 2 | pediatria descomplicada

  • iraildes 06/05/2016 Reply

    Adorei as dicasirailded

  • Luciana 21/05/2016 Reply

    Olá doutora! São ótimas suas dicas meu filho tem 4 anos e três meses e dentro de 23 dias teve dois episódios de resfriados o primeiro com febre e o outro com bastante muco saindo do nariz mas sem febre. Nos dois episódios tivemos muita tosse e o segundo ainda não terminou. Estamos na segunda semana do ciclo deste ultimo resfriado e só restou a tosse que nunca vai embora. Parece que a tosse em certos dias até piora, principalmente quando ele vai pra escolinha ou fica na casa da minha vizinha. Mas de acordo com suas dicas espero pacientemente que esta tosse vá embora.

  • salete 11/06/2016 Reply

    esse foi o melhor post sobre resfriado que ja li …e olha que nao foram poucos.. parabens dra kelly

  • Karina 21/06/2016 Reply

    Adorei o post doutora. Uma dica que faço e gostaria de aproveitar pra perguntar se é bom mesmo é tomar sol. Hj mesmo levei minha pequena de 1ano e meio no quintal pra tomar um solzinho o nariz destrancou na hora.
    Outra coisa é incentiva lá a brincar bastante, de brincadeiras interativas como correr e brincar de bola. Além dela melhorar mais rápido, por se cansar dorme melhor assim, acordando melhor no outro dia.

  • viviane 27/06/2016 Reply

    Dra. Bom dia
    Tenho 02 filhos pequenos e me encontro num dilema. Os dois tem rinite alérgica e a qq resfriado a pediatra e o otorrinolaringologista receitam o prelone por 03 ou 05 dias.
    Os 2 já tomaram antibiótico 2x nesse ano por infecção na garganta. O menino tem 04 anos e iniciou agora a vida escolar e a menina tem 02 anos e fica doente por tabela.
    Qual a sua opinião sobre esse medicamento???

    Muito obrigada.

  • Pingback: Não pega esse vento gelado menino! – o tempo frio causa gripe? | pediatria descomplicada

  • VALDICINEIA SOUSA 23/07/2016 Reply

    Há doutora é complicado e tira a tranquilidade de quer quer mãe e pai ver seu filho nessa situação! Tenho uma pequena que vai fazer 4 ano e realmente por mais que eu cuide evito algumas coisas ela vive com o narizinho escorrendo e com tosse ô tosse que tosse viu. As vezes me pergunto o que estou fazendo de errado pra minha filha ficar tão gripada???? E hoje fuçando a net achei esse seu poste que me ajudou a me tranquilizar mais um pouco! Qdo Alyce, está com tosse eu gosto de fazer xarope com produtos naturais!
    Cebola, alho, gengibre e mel. Ajuda bastate!! Como a senhora mesmo falou evitar medicar . eu faço de tudo pra não médica_lá.

  • jucineide 13/08/2016 Reply

    Eu realmente não sei o que fazer. O meu filho tem um ano e desde os 9 meses que sofro com ele. Febre,coriza, congestão nasal e falta de apetite. Já não sei o q fazer.

  • Jamile 30/09/2016 Reply

    Muito obrigada por compartilhar essa matéria Drª Kelly! Minha bebê de 4 meses acabou de contrair um resfriado. É incrível como todos ao meu redor (com boas intenções, claro!) recomendam que eu dê remédio. Porém meu instinto me diz pra não dar, e que só o leitinho do peito e o tempo é que vão realmente fazer a diferença. Fiquei mais tranquila ao ler esse texto. Obrigada mais uma vez!

  • Poliana Mota 01/10/2016 Reply

    Meu bb de 10 meses vive resfriado.Com o nariz congestionado, tossindo etc. …eu dou sempre pra ele um xarope caseiro e faço muito inalação.

  • Katia 11/10/2016 Reply

    Doutora meu bebê tem 25 dias e esta com o narizinho entupido, o que posso fazer para ajudar??? Fico sem saber o que posso fazer já que ele é muito novinho. Desde já obrigada…

    • Dra. Kelly Marques Oliveira - Pediatra 30/12/2017 Reply

      Olá Katia, imaginamos o quanto sua dúvida te deixe angustiada ,mas infelizmente o conselho federal de medicina não permite que nenhum de nossos profissionais deem condutas pela internet, pois cada caso é um caso e é necessária uma avaliação.

  • Natalia 29/10/2016 Reply

    Olá mamãe, sou mãe do João Pedro de 1 ano e meio , ele está resfriadinho…. graças a Deus ele só resfriou 2 vezes e dessa vez não teve febre , só narizinho escorrendo e tosse , é normal resfriado sem febre?
    Hoje ele estava comendo ameixa e vomitou como se tivesse engasgado e vi que tinha tipo catarro no vômito. .. Também é normal?
    Obrigada e boa noitee !

    • Dra. Kelly Marques Oliveira - Pediatra 30/12/2017 Reply

      Olá Natalia, imaginamos o quanto sua dúvida te deixe angustiada, mas infelizmente o conselho federal de medicina não permite que nenhum de nossos profissionais deem condutas pela internet, pois cada caso é um caso e é necessária uma avaliação.

  • Elisângela 23/11/2016 Reply

    No caso da minha neta q cuido com 1 ano e 6 Usei muito soro fisiológico na narina várias e varias vezes ao dia umidificador de ar não quarto analgésico uma vez ao dia pra tirar aliviar a dorzinha no corpo e tbm usei diariamente no caso de.minha netinha com 1aninho e 6 meses 3 gotinhas de cewin pra aumentar a himunidade resolveu bem ela dormia maia tranquila as vezes fazia um aerosol só com o soro acho que fiz certo!!!!????

    • Dra. Kelly Marques Oliveira - Pediatra 30/12/2017 Reply

      Olá Elisângela, imaginamos o quanto sua dúvida te deixe angustiada, mas infelizmente o conselho federal de medicina não permite que nenhum de nossos profissionais deem condutas pela internet, pois cada caso é um caso e é necessária uma avaliação.

  • Laura Santos 07/12/2016 Reply

    Ameeei, tirou várias dúvida. ????????

  • Wanessa 16/12/2016 Reply

    Meu BB tem um mês e quinze dias tá resfriado e não consegue mamar direito e tem q dormir sentado me dá uma peniha o q fazer nesses caso ? Ele respira devagar e as vezes para ,aí se assusta quando volta a respirar ????????????Ajudinha

    • Dra. Kelly Marques Oliveira - Pediatra 30/12/2017 Reply

      Olá Wanessa, imaginamos o quanto sua dúvida te deixe angustiada, mas infelizmente o conselho federal de medicina não permite que nenhum de nossos profissionais deem condutas pela internet, pois cada caso é um caso e é necessária uma avaliação.

  • Simone 26/12/2016 Reply

    Sou mamãe de primeira viagem, tenho uma dúvida, quando vc fala lavar o nariz com soro usando uma siringa é colocar dentro das narinas do bebê? Meu filho tem apenas 5 meses e pegou seu primeiro resfriado.

    • Dra. Kelly Marques Oliveira - Pediatra 30/12/2017 Reply

      Olá Simone, imaginamos o quanto sua dúvida te deixe angustiada, mas infelizmente o conselho federal de medicina não permite que nenhum de nossos profissionais deem condutas pela internet, pois cada caso é um caso e é necessária uma avaliação.

  • Mikaele Alves de lima 18/01/2017 Reply

    Meu filho tem 1 mês e 26 dias e pegou resfriado, já levei ao médico e eles passaram antibiótico, mais não tá servido, e ele tá com uma tosse muito forte !!! O que eu faço pelo o amor de Deus, estou desesperada, sou mãe de primeira viagem e mim preocupo bastante, pois não sei o que fazer ??? Mim ajuda Pediatra descomplicada ????

    • Dra. Kelly Marques Oliveira - Pediatra 30/12/2017 Reply

      Olá Mikaele, imaginamos o quanto sua dúvida te deixe angustiada, mas infelizmente o conselho federal de medicina não permite que nenhum de nossos profissionais deem condutas pela internet, pois cada caso é um caso e é necessária uma avaliação.

  • Maritania Brandalise de Deus 26/01/2017 Reply

    Amei a matéria,meu pequeno de dois anos esteve com um resfriado acompanhado de tosse.usei vick vaporub na sola do pė,tira a tosse e ele dorme tranquilamente,para a congestao nasal,passo soro(salsep) no nariz e um pouquinho de vick no pescoço,dormimos bem a noite toda,porem no dia seguinte cuido para nao ficar de pés descalço.

  • Stephany 16/08/2017 Reply

    Meu bebe ta com cinco dia de nascido e ta saindo uma secreção do ouvido dele! Estou preocupada, o que será doutora?

    • Dra. Kelly Marques Oliveira - Pediatra 29/12/2017 Reply

      Olá Sephany! Imaginamos o quanto sua dúvida te deixe angustiada ,mas infelizmente o conselho federal de medicina não permite que nenhum de nossos profissionais deem condutas pela internet, pois cada caso é um caso e é necessária uma avaliação.

  • giovana 01/09/2017 Reply

    Olá! Minha filha de 8 meses está resfriada há 4 dias. A febre já passou, a médica disse que ela está com a garganta inflamada e receitou cilodex diluído em soro fisiológico pra aplicar nas narinas, mas pesquisando vi que esse antibiótico se trata de um colírio pra uso adulto. Faz sentido? Fiquei com receio de dar isso a ela…

    • Dra. Kelly Marques Oliveira - Pediatra 30/12/2017 Reply

      Olá Giovana, imaginamos o quanto sua dúvida te deixe angustiada, mas infelizmente o conselho federal de medicina não permite que nenhum de nossos profissionais deem condutas pela internet, pois cada caso é um caso e é necessária uma avaliação.

  • JOELMA 22/10/2017 Reply

    Boa noite minha filha de 3 anos vive resfriada e com muita tosse ,tosse tanto que chego a me desespera já fui em um otorrino fez um tratamento para renite alérgica sem sucesso! Porém não sei mais o que fazer

    • Dra. Kelly Marques Oliveira - Pediatra 29/12/2017 Reply

      Olá Joelma! Imaginamos o quanto sua dúvida te deixe angustiada, mas infelizmente o conselho federal de medicina não permite que nenhum de nossos profissionais deem condutas pela internet, pois cada caso é um caso e é necessária uma avaliação

  • Marcilia 10/01/2018 Reply

    Boa noite, gostaria muito de ser respondida. É normal uma criança pegar de 2 a 3 resfriados em 1 mês?

    • Dra. Kelly Marques Oliveira - Pediatra 24/01/2018 Reply

      Olá Marcilia

      Imagino o quanto sua dúvida é angustiante, afinal, nossos pequenos são nossos maiores tesouros. Infelizmente,o Conselho Federal de Medicina não me permite dar condutas pela internet, pois além de não ser correto, cada paciente é único e é necessário uma avaliação completa para entender o que está acontecendo, e atender com todo o carinho e atenção que eles merecem.
      Caso você seja de São Paulo, que tal marcar uma consulta conosco para podermos te ajudar?
      (11)5579-9090 ou whatsapp (11)93014-0007
      Um Bj
      Dra. Kelly

  • Vanessa 15/02/2018 Reply

    Bom dia Dra. Kelly!
    Eu tenho uma duvida, um bebe de 11 meses, febril por 4 dias, tossindo, pode tomar xarope Abrilar? Ou tomar anti-alérgico, ou algum tipo de antibiótico? To perguntando porque a pediatra do filho da minha amiga passou tudo isso, e eu achei estranho! Obrigada fica com Deus. Bj

    • Dra. Kelly Marques Oliveira - Pediatra 16/02/2018 Reply

      Olá Vanessa,
      Boa Tarde
      Imagino o quanto sua dúvida é angustiante, afinal, nossos pequenos são nossos maiores tesouros. Infelizmente,o Conselho Federal de Medicina não me permite dar condutas pela internet, pois além de não ser correto, cada paciente é único e é necessário uma avaliação completa para entender o que está acontecendo, e atender com todo o carinho e atenção que eles merecem.
      Caso você seja de São Paulo, que tal marcar uma consulta conosco para podermos te ajudar?
      (11)5579-9090 ou whatsapp (11)93014-0007

  • Patrícia Goecking Barreto 12/03/2018 Reply

    Boa tarde dr.
    Meu filho a 1 semana foi diagnosticado com laringite. A tosse melhorou quase que 90% mas ainda tem catarro verde claro. Isso pode acontecer ou esse catarro e algum sinal de infecção?
    Muito obrigada

    • Dra. Kelly Marques Oliveira - Pediatra 14/03/2018 Reply

      Ola Patricia, Imagino o quanto sua dúvida é angustiante, afinal, nossos Pequenos são nossos maiores tesouros… Infelizmente, o Conselho Federal de Medicina não me permite dar condutas pela internet, pois além de não ser correto, cada paciente é único e é necessário uma avaliação completa para entender o que está acontecendo, e atender com todo carinho e atenção que eles merecem.
      Entre em contato para agendar sua consulta, só ligar no número (11) 5579-9090 ou via whatsapp (11) 93014-0007

      Um bjo

      Dra Kelly

  • Juliana guimarães 29/04/2018 Reply

    Minha filha esta muito encatarrada, sem febre e tossindo pouco. Tenho dado a ela um xarope de cenoura. Quando ela tosse percebo o catarro solto, mas não o vejo saindo,por exemplo. Tenho medo de ir pro pulmão ou sei lá. Devo fazer a inalação apenas com o soro? Ela ja tomou antibiótico, expectorante, mas parece q voltou o catarro. Vou leva-la no pediatra mas estamos no feriado.

    • Dra. Kelly Marques Oliveira - Pediatra 02/05/2018 Reply

      Olá Mamãe tudo bem? Muito obrigado pelo envio da mensagem. No entanto, existem assuntos que não podemos avaliar por meios virtuais uma vez que cada paciente é único e devemos tratar de forma individualizada. O Conselho de Medicina recomenda que um médico ou profissional da saúde avalie toda e qualquer situação.

      Um bjo

      Dra Kelly

  • Nadiane 23/06/2018 Reply

    Olá , meu filho tem 1 ano e meio,pegou uma gripe fortíssima,que o deixou derrubadinho teve febre altíssima,levei ao médico que me receitou antibiótico e também prelone.ele teve uma melhora, não teve mais febre porém já fazem 5dias e ele continua sem disposição para nada,dorme bastante e não brinca nem interage . isso é normal

    • Dra. Kelly Marques Oliveira - Pediatra 25/06/2018 Reply

      Imagino o quanto sua dúvida é angustiante, afinal, nossos Pequenos são nossos maiores tesouros… Infelizmente, o Conselho Federal de Medicina não me permite dar condutas pela internet, pois além de não ser correto, cada paciente é único e é necessário uma avaliação completa para entender o que está acontecendo, e atender com todo carinho e atenção que eles merecem.
      Entre em contato para agendar sua consulta, só ligar no número (11) 5579-9090 ou via whatsapp (11) 93014-0007

      Um bjo

      Dra Kelly

    • Dra. Kelly Marques Oliveira - Pediatra 28/06/2018 Reply

      Imagino o quanto sua dúvida é angustiante, afinal, nossos Pequenos são nossos maiores tesouros… Infelizmente, o Conselho Federal de Medicina não me permite dar condutas pela internet, pois além de não ser correto, cada paciente é único e é necessário uma avaliação completa para entender o que está acontecendo, e atender com todo carinho e atenção que eles merecem.
      Entre em contato para agendar sua consulta, só ligar no número (11) 5579-9090 ou via whatsapp (11) 93014-0007

      Um bjo!

      Dra Kelly

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Faixa