urso

Qual a importância da vacina da gripe?

O inverno tá ai, veio com tudo e tem muita gente que tem muita dúvida, receio ou nem sabe muito bem porque fazer a vacina da gripe. Para entender um pouco melhor sobre a vacina queria antes de tudo esclarecer alguns pontos importantes:

  • A vacina da gripe NÃO dá gripe pessoal. É composta de vírus inativado e as reações adversas são mínima e raríssimas. No entanto, a vacina da gripe nao protege contra resfriado, e você pode pegar (coincidentemente) um resfriado na mesma semana que vacinar pra gripe, por exemplo.
  • É segura e eficaz. Dados do CDC – Center for Diseases Control (pois não temos muitos dados brasileiros) estimam que a vacina da gripe é capaz de reduzir pela metade o número de idas ao médico e necessidade de hospitalização.
  • Quem é alérgico a ovo pode toma a vacina. Leia mais: sobre alergia a ovo e vacina da gripe.

Entenda porque a vacina é importante: 

A vacinação é uma estratégia de prevenção da gripe H1N1. Ela é capaz de promover imunidade durante o período de maior circulação dos vírus influenza reduzindo o risco de formas graves da doença.

A vacina contra a influenza é uma ferramenta importante e efetiva. Uma campanha de vacinação bem-sucedida, com altos níveis de cobertura, pode diminuir a incidência da doença e o número de óbitos associados a ela.

Em regiões de climas temperados, as epidemias de gripe podem ocorrer principalmente durante a temporada de inverno, enquanto nas regiões tropicais, a gripe pode ocorrer ao longo de todo o ano, causando surtos irregulares(nosso país é tropical, ou seja, estamos mais sujeitos!).

Todos os anos a vacina é direcionada a toda a população, mas ela é particularmente importante para o público-alvo: crianças até 5 anos, idosos e gestantes (com maiores chances de complicações) e profissionais da saúde e professores (que podem transmitir a doenças para outras pessoas do grupo de risco). Além disso, é importante vacinar toda a família, pois ao vacinar  pais e cuidadores de bebês recém nascidos, que ainda não podem tomar a vacina e são extremamente sujeitos a adquirir a doença, estamos evitando que eles peguem a doença!

É importante ressaltar que a vacina da gripe é feita de vírus inativado, ou seja, ela não transmite a doença. Entretanto, como a vacina é aplicada numa época em que há muitos vírus respiratórios circulando, as pessoas ficam mais doentes e atribuem os sintomas à vacina, mas certamente a doença que se manifestou foi provocada por outros vírus que não os contidos na vacina.

Estima-se que a epidemia de gripe afeta milhões de pessoas no mundo anualmente, resultando em: 5-10% dos adultos e 20-30% das crianças infectadas pela gripe por ano!

Uma infecção típica resulta em 3-6 dias de afastamento do trabalho. E o impacto nos grupos de alto risco pode ser sério, pode levar a complicações médicas graves, como pneumonia e hospitalização, principalmente no grupo de risco, que são crianças, idosos e gestantes.

 Quem pode ser infectado?

A gripe pode afetar qualquer pessoa em qualquer idade. Principalmente crianças menores de 5 anos, idosos, grávidas, mulheres que amamentam, profissionais da saúde e professores.

 Esquema de Vacinação:

– bebês à partir dos seis meses a 3 anos incompletos: 1 dose de 0,25ml.  Bebês vacinados pela primeira vez, deve-se repetir a dose com intervalo mínimo entre as doses de um mês.

– crianças de 3 a 8 anos de idade: 1 dose de 0,5 ml. Para crianças sendo vacinados pela primeira vez, deve-se repetir a dose com intervalo mínimo entre as doses de um mês.

crianças a partir de 9 anos de idade e adultos: 1 dose de 0,5 ml.

Quais são as reações mais comuns?

-dor no local da injeção, eritema e enrijecimento. São manifestações consideradas benignas, cujos efeitos costumam passar em 48 horas.

Converse com o seu médico a respeito da sua prevenção e da sua família contra a gripe.

 Um abraço,

Dra. Kelly Marques Oliveira

CRM 145039

Pediatra, Alergia e Imunologia e Consultora Internacional de Amamentação 

Consultório Espaço Médico Descomplicado – São Paulo: (11) 5579-9090/ whatsapp (11) 93014-0007

Para seguir o blog e receber as novidades por email, basta clicar no botão “seguir” no site. Siga também no Facebook (ative o “ver primeiro”, para receber aviso dos posts novos) e Instagram (@pediatriadescomplicada, clique no canto superior direito “ativar notificações de publicação”).

Referências bibliográficas

  • https://portal.fiocruz.br/pt-br/content/h1n1-principal-estrategia-de-combate-e-prevencao
  • http://www.casadevacinasgsk.com.br/doencas/16/gripe-(influenza-sazonal)
  • https://www.cdc.gov/mmwr/volumes/66/wr/mm6606a3.htm

Deixe uma resposta