urso

Dúvidas sobre a vacina de febre amarela

Hoje vou falar sobre as indicações da vacina, mas também muito importante, as suas contra-indicações! Devido à vacina ser de vírus vivo atenuado, ela apresenta algumas particularidades e não deve ser administrada em determinadas situações.

Para saber sobre a Febre amarela e sobre a vacina de febre amarela, acesse os posts:

A vacina contra febre amarela é a medida mais importante para prevenção e controle da doença. Produzida no Brasil desde 1937, pelo Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos Bio-Manguinhos, é da cepa 17DD, sendo constituída por vírus vivos atenuados derivados de uma amostra africana do vírus amarílico selvagem. Apresenta eficácia acima de 95%.

Se eu me vacinar hoje, a partir de quanto tempo estarei protegido? 

Os anticorpos protetores aparecem entre o 7o e 10o dia após a aplicação, razão pela qual a imunização deve ocorrer dez dias antes de se ingressar na área de transmissão.

A partir de quantos meses um bebê pode se vacinar?

A orientação é que bebês sejam vacinados a partir dos 9 meses de idade, se moram em regiões endêmicas ou vão viajar para uma região endêmicas. Somente em casos excepcionais, de casos de morte suspeita por febre amarela ou região de morte de macacos com suspeita de febre amarela, a criança pode ser vacinada aos 6 meses de idade. Fora dessas ocasiões, a orientação é vacinar aos 9 meses.

Como fazer no caso de famílias  viajando com bebês entre seis meses a um ano?

Depende da região em que essa criança se encontra. Se ela está em região em que a indicação é a vacinação a partir de seis meses, então deve ser vacinada a partir dos seis meses de idade.

Para crianças que vão iniciar o esquema, pode tomar a vacina de febre amarela junto com outras vacinas? 

A vacina de febre amarela pode ser aplicada com outras vacinas do Calendário Nacional de Imunização, mas NÃO deve ser aplicada ao mesmo tempo que a vacina tríplice viral (contra sarampo, caxumba e rubéola) ou a tetra viral (contra sarampo, caxumba, rubéola e varicela). Se a criança não recebeu ainda a tríplice ou tetra viral nem a de febre amarela, a orientação é receber a dose de febre amarela e dar um intervalo de 30 dias para a vacina triplice ou tetra viral.

Em que situações  vacina contra febre amarela é contra-indicada? 

A vacina é contraindicada para crianças menores de seis meses, idosos acima dos 60 anos, gestantes, mulheres que amamentam crianças de até seis meses, pacientes em tratamento de câncer e pessoas imunodeprimidas. Em situações de emergência epidemiológica, vigência de surtos, epidemias ou viagem para área de risco, o médico deve avaliar o risco -benefício para estes grupos.

Veja abaixo as contra indicações da vacina: 

  • Gestantes.
  • Mães que estejam amamentando crianças com menos de 6 meses de idade.
  • Crianças com menos de 6 meses de idade.
  • Idosos acima dos 60 anos

Gestantes, lactantes com bebês menores de 6 meses e bebês com menos de 6 meses de idade não podem tomar a vacina!

  • Pacientes com imunossupressão de qualquer natureza, como:
    • Pacientes infectados pelo HIV com imunossupressão grave, com a contagem de células CD4 <200 células/mm3 ou menor de 15% do total de linfócitos, para crianças com menos de 6 anos de idade.
    • Pacientes em tratamento com drogas imunossupressoras (corticosteroides, quimioterapia, radioterapia, imunomoduladores).
    • Pacientes submetidos a transplante de órgãos.
    • Pacientes com imunodeficiência primária
    • Pacientes com neoplasia.

Obs: Em pacientes com imunodeficiência, a administração da vacina deve ser avaliada pelo médico do paciente, e sempre considerado o risco-benefício. Não deve ser realizada em caso de imunodepressão grave.

  • Indivíduos com história de reação anafilática (reação grave) relacionada a substâncias presentes na vacina (ovo de galinha e seus derivados, gelatina e outros produtos que contêm proteína animal bovina).
  • Pacientes com história pregressa de doenças do timo (miastenia gravis, timoma, casos de ausência de timo ou remoção cirúrgica).

  O que devem fazer as pessoas que não podem se vacinar (grávidas, lactantes, alergia a ovo, etc)?

Procurar orientação médica. Em caso de não ter como evitar a permanência em áreas silvestres, a pessoa deve reforçar o uso de repelentes.

 Se essa informação te ajudou, compartilhe! 🙂

Para seguir o blog e receber as novidades por email, basta clicar no botão “seguir” no site. Siga também no Facebook (ative o receber notificações, para receber aviso dos posts novos) e instagram (@pediatriadescomplicada).

Um abraço,

Dra. Kelly Marques Oliveira

CRM 145039

Consultório em São Paulo: (11) 5579-9090

Referências Bibliográficas

One Comments

  • Danielle 21/02/2017 Reply

    A dúvida que eu tenho é: minha filha tem um ano e quatro meses e Ainda mama no peito.
    Posso me vacinar e vacinar ela no mesmo dia ou já risco de super dosagem para ela por causa dos anticorpos que passam no leite… obrigada

Deixe uma resposta