urso

Saiba mais sobre a febre amarela

febre-amarela

Depois de relatos de casos com morte em Minas Gerais, muitas famílias vieram com várias dúvidas sobre febre amarela. Quando vacinar? Mais do que isso, é importante entender a doença. Veja no post!

A febre amarela é uma doença infecciosa febril de causa viral, transmitida através do mosquito que possui dois ciclos distintos de transmissão: silvestre e urbano.

Na febre amarela silvestre os macacos são os principais hospedeiros e o homem é o hospedeiro acidental, ao adentrar a área da mata. A trasmissão se dá através dos mosquitos Haemagogus e Sabethes contaminado com o vírus da doença.  Na febre amarela urbana o  homem é o único hospedeiro com importância epidemiológica e a transmissão ocorre a partir do Aedes aegypti infectado.

Desde 1942, não há registro no Brasil da forma de transmissão pelo Aedes aegypti (ciclo urbano) da febre amarela. Os casos confirmados após 1942 são resultado de transmissão silvestre.

O vírus é transmitido unicamente pela picada dos mosquitos transmissores infectados e não há transmissão direta de pessoa a pessoa. A vacina é a principal ferramenta de prevenção e controle da doença.

Segundo o Ministério da Saúde, já foram notificados  555 casos de febre amarela no país esse ano, com 107 mortes suspeitas e 42 confirmadas. Os casos notificados ocorreram em Minas Gerais, Espírito Santo, Bahia, São Paulo, Goiás e Mato Grosso do Sul.

Onde se corre risco de pegar febre amarela?

No Brasil, os locais de risco são as regiões de matas e rios das seguintes regiões: todos os Estados da Região Norte e Centro-Oeste, bem como parte da Região Nordeste (Estado do Maranhão, sudoeste do Piauí, oeste e extremo-sul da Bahia), Região Sudeste (Estado de Minas Gerais, oeste de São Paulo e norte do Espírito Santo) e Região Sul (oeste dos Estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul).

wp-1485780836503.png

As pessoas que moram em regiões endêmicas ou as que irão viajar para estes locais devem tomar a vacina, caso ainda não tenham feito ou o fizeram há mais de dez anos.

Quais são os sintomas da febre amarela?

Os sintomas são muito parecido com uma gripe, entretanto é uma doença grave que pode complicar e levar à morte. Os sintomas mais comuns são febre alta e calafrios, mal-estar, vômito, dores no corpo, pele e olhos amarelados, sangramentos, fezes cor de “borra de café” e diminuição da urina.

Se você tiver sintomas com quadro clínico semelhante, procure um médico e informe sobre qualquer viagem para áreas de risco nos 15 dias anteriores ao início dos sintomas.

A doença passa de pessoa para pessoa?

Não. Não existe transmissão de pessoa a pessoa. A doença é transmitida através do mosquito transmissor contaminado.

Qual mosquito transmite a febre amarela?

A febre amarela que temos hoje no Brasil é de transmissão silvestre, pelos mosquitos Haemagogus e Sabethes em região de mata fechada ou área rural. O aedes aegypti é o transmissor da febre amarela nas cidades (febre amarela urbana). Entretanto, desde 1942  o Brasil não registra casos de febre amarela urbana.

Qual o tratamento para a febre amarela? 

Não há tratamento específico contra a febre amarela. A mesma orientação utilizada para dengue deve ser seguida, ou seja, não utilize medicamentos à base de salicilatos (AAS e Aspirina), pois o seu uso pode favorecer o aparecimento de manifestações hemorrágicas, como sangramentos.

Onde posso tomar a vacina?

O Ministério da Saúde disponibiliza gratuitamente a vacina em postos de saúde de todo o país. A vacina é segura e protege durante 10 anos. Para as pessoas que já foram vacinadas há mais de 10 anos, basta tomar uma dose de reforço e seguir viagem, não sendo necessário esperar 10 dias para garantir sua proteção.O maior número de casos ocorre nos meses de dezembro a maio e sua transmissão é considerada possível em grande parte do Brasil.

A vacina é oferecida gratuitamente pelo SUS e está disponível nas Unidades Básicas de Saúde em todo o país.

Lembrando que crianças podem ser vacinadas a partir dos 9 meses de idade. Em casos excepcionais, a partir de 6 meses.

Quais são as possíveis reações da vacina?

A vacina contra febre amarela é eficaz e segura. Entretanto, eventos adversos podem ocorrer, como reações locais e sistêmicas, tais como febre, dor local, dor de cabeça, dor no corpo e mal-estar.

A partir de quantos meses um bebê pode se vacinar?

A orientação é que bebês sejam vacinados a partir dos 9 meses de idade, se moram em regiões endêmicas ou vão viajar para uma região endêmicas. Somente em casos excepcionais, de casos de morte suspeita por febre amarela ou região de morte de macacos com suspeita de febre amarela, [e que a criança pode ser vacinada aos 6 meses de idade. Fora dessas ocasiões, a orientação é vacinar aos 9 meses.

 Em quais casos a vacina é contra indicada? 

Gestantes, lactantes com bebês menor de 6 meses, crianças menores de 6 meses de idade, pessoas que estão em tratamento de câncer, ou que estão tomando drogas imunosupressoras como corticóides com dosagens elevadas, paciente com imunodeficiência primária.

O que devem fazer as pessoas que não podem se vacinar (grávidas, alergia a ovo etc)?

Procurar orientação médica. Em caso de não ter como evitar a permanência em áreas silvestres, a pessoa deve reforçar o uso de repelentes.

Como fazer no caso de famílias  viajando com bebês entre seis meses a um ano?

Depende da região em que essa criança se encontra. Se ela está em região em que a indicação é a vacinação a partir de seis meses, então deve ser vacinada a partir dos seis meses de idade.

Se essa informação te ajudou, compartilhe! 🙂

Para seguir o blog e receber as novidades por email, basta clicar no botão “seguir” no site. Siga também no Facebook (ative o receber notificações, para receber aviso dos posts novos) e instagram (@pediatriadescomplicada).

Um abraço,

Dra. Kelly Marques Oliveira

CRM 145039

Consultório em São Paulo: (11) 5579-9090

Referências Bibliográficas

One Comments

  • Lizandra 13/02/2017 Reply

    Dra. Kelly, boa noite
    Tenho um bebê de 1 ano e 4 meses, e ele esta tomando antibiótico, amoxilina 400mg. No dia 24 vamos viajar para Maringá no Paraná. Estou preocupada. Ele pode ser vacinado contra a febre amarela mesmo tomando antibiótico amoxilina? É permitido? Tem alguma contra indicação?
    Muito obrigada!

Deixe uma resposta