urso

Repelentes de insetos: perguntas e respostas

Bottles with mosquito repellent cream and fumigator, isolated

 

Se você não viu quais tipos de repelentes existem e qual usar de acordo com a idade do seu filho acesse:

Repelentes: qual devo usar para meu filho?

Veja abaixo algumas respostas às dúvidas super comuns das mamães sobre repelentes!

1. Posso usar repelente no meu bebê menor de 6 meses?

As orientações  sobre repelente são recomendações da ANVISA. Não existem estudos em crianças pequenas, não sabemos o nível de toxicidade do repelente.  Principalmente para bebês menores de 6 meses, há pouquíssima informação.  Sempre deve ser pesado o risco benefício. Por exemplo:.se você vai num sítio, numa chácara, num parque, ou na praia em locais que tem mosquito, focos de dengue, zika, chikungunya, o risco é muito grande. Deve ser sempre discutido essas particularidades com o pediatra do seu filho.

O que posso fazer além do uso do repelente ou em bebês abaixo de 6 meses, em que não há repelente liberado? 

Proteção mecânica

  • Utilize roupas com as mangas longas e calças compridas. As roupas finas e muito coladas não impedem as picadas, prefira tecidos com trama mais fechada e mais grossos. Evite roupas coloridas. O uso de pefumes pode atrair insetos e deve ser evitado. 
  • Produtos como a permetrina 0,5% em spray tem ação repelente e pode ser aplicada APENAS em roupas ou telas e janelas. NÃO usar diretamente sobre a pele
  • Use telas e mosquiteiros, com ou sem permetrina spray.
  • O uso do ar condicionado e ventiladores ajudam a manter os mosquitos afastados.

Qual o período em que os mosquitos “atacam”?

Os mosquitos como o Aedes atacam mais durante as primeiras horas da manhã e no final da tarde, mas podem picar à noite se houver luz artificial. No período do nascer e do pôr do sol as janelas devem ficar fechadas.

Posso usar repelente de tomada? 

Pode! Repelentes elétricos com liberação de inseticidas diminuem a entrada dos mosquitos e devem ser colocados próximos de janelas e portas. Tome cuidado para não ficar ao alcance das crianças e serem ingeridos acidentalmente. Aparelhos ultrassônicos ou que emitem luzes não tem eficácia comprovada.

Posso dormir com o repelente? 

Não se recomenda usar o repelente para dormir,pois podem causar reações alérgicas ou intoxicações na criança quando utilizado em excesso. Deve-se usar a proteção mecânica e repelente de tomada.

O repelente deve ser usado em áreas externas ou passeios ao ar livre, e tão logo não for mais necessário deve ser retirado no banho com água e sabonete neutro.

Como devo aplicar o repelente? Até quantas vezes? Que regiões devo evitar? 

  • NUNCA aplicar na mão da criança para que ela mesma espalhe no corpo. Elas podem esfregar os olhos ou  colocar a mão na boca.
  • NÃO aplicar próximo da boca, nariz, olhos ou sobre machucados na pele
  • SIGA sempre a recomendação do fabricante quanto à frequência de aplicação.

Veja a tabela de repelentes abaixo:

tabela-repelente-2016-pd

Posso usar protetor solar e repelente junto?

  • Sim! Aplique primeiro o protetor solar, e após 15 a 20 minutos, aplique o repelente. Lembre-se que o protetor solar deve ser reaplicado com mais frequência do que o repelente.
  • Evite usar produtos que contenham protetor solar e repelente junto, pois tem eficácia menor.

Pode usar repelente grávida ou se estou amamentando? 

Pode e deve! Não há contraindicação do uso de repelentes para grávidas ou lactantes.

 GUARDE a bula ou embalagem no caso de ingestão acidental ou efeitos adversos.
PREFIRA a apresentação em loção ou gel para crianças, ao invés do spray.

Para seguir o blog e receber as novidades por email, basta clicar no botão “seguir” no site. Siga também no Facebook (ative o “ver primeiro”, para receber aviso dos posts novos) e Instagram (@pediatriadescomplicada, procure no canto direito superior “ativar notificações de publicação”).

Dra Kelly Marques Oliveira

CRM 145039

Consultório em São Paulo: Whatsapp (11) 93014-0007

Deixe uma resposta