urso

Atualização: Vacina contra meningite sorotipo B

vacinas, meningite, meningococo tipo B, vacina contra meningite, pediatria descomplicada, dra kelly oliveira, pediatra, pediatra são paulo

Papais, esse mês recebi esse informativo e achei interessante compartilhá-lo com vocês. A vacina para meningite contra o sorotipo B já era aplicada nos Estados Unidos, Austrália e Europa, porém somente a partir do mês de maio foi aprovada sua comercialização no Brasil. Aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e produzida pela empresa GSK, disponível somente em clínicas particulares, com custo em média de 340 reais.

Vamos entender um pouco sobre a vacina, como deve ser aplicada, e qual a sua relevância hoje.

Como é o esquema vacinal?

Para crianças entre 2 a 5 meses: A vacina pode ser dada a partir dos 2 meses, sendo 3 doses com intervalo de 2 meses entre elas. Uma dose de reforço deve ser aplicada entre 12 e 23 meses de idade.

Para crianças entre 6 a 11 meses: 2 doses, com intervalo de 2 meses entre elas e um reforço aos 2 anos de idade.

Acima de 1 ano de idade: 2 doses, com intervalo de 2 meses, sem necessidade de reforço.

Já existe no calendário básico vacinal as vacinas que protegem contra meningite, como a vacina pneumocócica, a vacina contra o Haemophilus tipo B e a vacina meningocócica contra o sorotipo C.

O que é a meningite?

A meningite é uma doença em que ocorre uma inflamação nas meninges, uma membrana que envolve todo o sistema nervoso central. Essa inflamação pode ser devido a patógenos, câncer, e até uma doença autoimune. A meningite causada por um patógeno, ou seja, um microrganismo que causa doença, pode ser transmitida pelo ar, devido a partículas de saliva da pessoa infectada através de tosse, espirro, saliva e contato.

Quais são os principais sintomas?

Dor de cabeça, febre, vômitos, irritabilidade e confusão mental. No exame fisico, pode ser observado rigidez na nuca, e outros sinais que o médico realiza que dão indícios da doença. Em crianças menores de 1 ano dificilmente observamos rigidez de nuca, pois é de difícil avaliação, e os sinais são inespecíficos, como somente uma irritabilidade da criança ou hipoatividade. A fontanela, também conhecida como “moleira”, pode estar abaulada.

É grave?

A meningite é uma doença que tem alta mortalidade, de 10 a 15% apesar do tratamento adequado e pode causar sequelas para o resto da vida.

A vacinação é a forma mais eficaz de prevenir a doença! Com a instituição da vacina, houve uma queda significativa da mortalidade, que sem tratamento adequado chega a 90%.

A vacina protege contra a meningite do tipo B, com uma prevalência de 20% no Brasil, sendo 70% do tipo C e 10% tipo W e Y.

Vacine seu filho! Para maiores informações pergunte ao seu pediatra.

Para seguir o blog e receber as novidades por email, basta clicar no botão “seguir” no site. Siga também no Facebook (ative o receber notificações, para receber aviso dos posts novos) e instagram (@pediatriadescomplicada).

Um abraço,

Dra. Kelly Marques Oliveira

CRM 145039

Consultório particular em São Paulo: (11) 5088-6699/ (11) 93014-0007

*As informações dadas aqui não substituem a consulta médica. Se houver dúvida o médico deverá ser consultado.

Saiba mais sobre o assunto em:

Referências:

http://www.sbim.org.br/noticias/de-maos-dadas-contra-a-meningite/

http://veja.abril.com.br/noticia/saude/vacina-contra-meningite-b-chega-ao-brasil/

http://g1.globo.com/bemestar/noticia/2015/05/vacina-contra-meningite-b-chega-ao-brasil-dose-custara-partir-de-r-340.html

9 Comments

Deixe uma resposta