urso

Amamentação: perguntas e respostas

breastfeeding-fotolia_48786010_subscription_xxl_detail

olá mamães, hoje em mais uma série  sobre amamentação, vou abordar algumas dúvidas frequentes relacionadas ao tema.

A idéia é não esgotar o tema num primeiro momento, outras perguntas e dúvidas frequentes que as mamães tem vou esclarecer ao longo dessa série. Não perca!

Quantas vezes devo dar de mamar ao meu bebê?

A criança deve ser amamentada sem restrições de horários e de tempo de permanência na mama. Chamamos de amamentação em livre demanda. Nos primeiros meses, é normal que a criança mame com freqüência e sem horários regulares. No geral, um bebê em aleitamento materno exclusivo mama de oito a 12 vezes ao dia (haja ânimo!), mesmo porque nessa fase o bebê cresce rapidamente. Muitas mães, principalmente as que estão inseguras e as com baixa auto-estima, costumam interpretar esse comportamento normal como sinal de fome do bebê, leite fraco ou pouco leite, o que pode resultar na introdução precoce e desnecessária de suplementos. Então mamãe, fique tranquila, o bebê vai mamar mesmo…

 

O tamanho das mamas influencia na produção do leite?

O tamanho das mamas não altera a produção de leite, uma vez que a produção relaciona-se a demanda. Quanto mais o bebê mama no peito, de maneira efetiva, mais a mãe produz. Entretanto, o tamanho  pode exercer alguma influência no número de mamadas da criança por dia. As mulheres com mamas mais volumosas têm uma maior capacidade de armazenamento de leite e por isso podem ter mais flexibilidade com relação à frequência das mamadas . Já as mulheres com mamas pequenas podem necessitar amamentar com mais freqüência devido a sua pequena capacidade de armazenamento do leite . No entanto, o tamanho da mama não tem relação com a produção do leite, ou seja, as mamas grandes e pequenas em geral têm a capacidade de secretarem o mesmo volume de leite em um dia.

Por isso mamães, não fiquem encanadas se sua mama é pequena, só pode dar um pouco mais de trabalho…descanse quando o seu bebê descansar e aproveite esse momento!

Quanto tempo o bebê deve mamar?

O tempo que cada bebê mama não deve ser fixado, pois o tempo necessário para esvaziar uma mama varia para cada dupla mãe/bebê e, numa mesma dupla, pode variar dependendo da fome da criança, do intervalo transcorrido desde a última mamada e do volume de leite armazenado na mama, entre outros. O mais importante é que a mãe dê tempo suficiente à criança para ela esvaziar adequadamente a mama. Dessa maneira, a criança recebe o leite do final da mamada ( o leite posterior), que é mais calórico, promovendo a sua saciedade e, consequentemente, maior espaçamento entre as mamadas. O esvaziamento das mamas é importante também para o ganho adequado de peso do bebê e para a manutenção da produção de leite suficiente para atender às demandas do bebê.

Como saber se o bebê está mamando de forma satisfatória?

A melhor forma de avaliar se o bebê mama adequadamente é avaliando alguns parametros: ganho de peso, número de fraldas molhadas e número de fraldas sujas. Veja a tabela abaixo.

Do nascimento até 6 semanas

Ganho de peso 

 Se o bebê está ganhando adequadamente somente com o leite materno, então o bebê está ganhando o suficiente. É normal ocorrer uma perda do peso de 5-7% nosp rimeiros 3 a 4 dias apos o nascimento. O bebê deve recuperar o peso de nascimento em torno de 10 a 14 dias. A partir do dia 5, a taxa de ganho de peso fica em torno de 25 a 30g por dia. Em media 200g por semana. Se esse alvo não está sendo atingido, procure o pediatra.

Fraldas molhadas 

 Em média 6 ou mais fraldas molhadas por dia, a partir do 4 dia.    Espere 1 fralda molhada no primeiro dia, aumentando para 6 ou mais até o quarto dia. Para saber mais ou menos quanto é uma diurese adequada, coloque 45ml de água numa fralda seca. Se o bebê urinar com mais frequência, a quantidade pode ser menor. A urina deve ser clara e sem cheiro forte.

Fralda sujas 

Em média 3 a 4 fraldas sujas por dia ou mais, a partir do dia 4.
As fezes devem ser amareladas (sem ser mecônio) a partir do 5 e de 2,5cm de diâmetro ou maior. As fezes de um bebê amamentado normalmente é amarelo, de consistencia pastosa para aguada)
Outros sinais positivos

Após amamentar, as mamas estão macias, mais leves e o bebê parece satisfeito. O bebê é ativo, alerta e está se desenvolvendo adequadamente.

 

Uso da mamadeira

Se o bebê está somente no seio materno, não usar água, chás e principalmente outros leites (fórmula e afins, salvo sob prescrição médica). Há evidências de que o seu uso está associado com desmame precoce e aumento da morbimortalidade infantil.

A mamadeira, além de ser uma importante fonte de contaminação, pode influenciar negativamente a amamentação. Observa-se que algumas crianças, depois de experimentarem a mamadeira, passam a apresentar dificuldade quando vão mamar no peito. Chamamos essa dificuldade de “confusão de bicos”, gerada pela diferença marcante entre a maneira de sugar na mama e na mamadeira. Nesses casos, é comum o bebê começar a mamar no peito, porém, após alguns segundos, largar a mama e chorar. Como o leite na mamadeira flui abundantemente desde a primeira sucção, a criança pode estranhar a demora de um fluxo maior de leite no peito no início da mamada, pois o reflexo de ejeção do leite leva aproximadamente um minuto para ser desencadeado e algumas crianças podem não tolerar essa espera.

Isso não significa que o leite da mamadeira é melhor, nem que o seu leite é ruim, mas uma vez que foi iniciada a mamadeira, isso poderá acontecer.

Não há dúvidas de que a suplementação do leite materno com água ou chás nos primeiros seis meses é desnecessária, mesmo em locais secos e quentes.
Mesmo ingerindo pouco colostro nos primeiros dois a três dias de vida, recém-nascidos normais não necessitam de líquidos adicionais além do leite materno, pois nascem com níveis de hidratação tecidual relativamente altos.

 

Uso da chupeta

A chupeta não deve ser usada pois pode interferir negativamente na duração do aleitamento materno, entre outros motivos. Crianças que chupam chupetas, em geral, são amamentadas com menos freqüência, o que pode comprometer a produção de leite.

Não há dúvidas de que o desmame precoce ocorre com mais freqüência entre as crianças que usam chupeta, porém os mecanismos envolvidos nessa associação não são totalmente conhecidos . É possível que o uso da chupeta seja um sinal de que a mãe está tendo dificuldades na  amamentação ou de que tem menor disponibilidade para amamentar.

Além de interferir no aleitamento materno, o uso de chupeta está associado a uma maior ocorrência de candidíase oral (sapinho), de otite média e de alterações do palato. A comparação de crânios de pessoas que viveram antes da existência dos bicos de borracha com crânios mais modernos mostra que também existe o efeito nocivo dos bicos na formação da cavidade oral.

 

Aspecto do leite

Como as mamães são preocupadas com o aspecto de seu leite! Acham que, por ser transparente em algumas ocasiões, o leite é fraco e não sustenta a criança. Ficam encanadas e logo pensam em dar outro leite que não o seu. Esqueça isso mamãe! Saiba que a cor do leite varia ao longo de uma mamada e também com a dieta da mãe.
O leite do início da mamada, o chamado leite anterior, pelo seu alto teor de água, tem aspecto semelhante ao da água de coco. Porém, ele é muito rico em anticorpos, que defendem o seu bebê contra inúmeras doenças! Já o leite do meio da mamada tende a ter uma coloração branca opaca devido ao aumento da concentração de caseína. E o leite do final da mamada, o chamado leite posterior, é mais amarelado devido à presença de betacaroteno, pigmento lipossolúvel presente na cenoura, abóbora e vegetais de cor laranja, provenientes da dieta da mãe. O leite pode ter aspecto azulado ou esverdeado quando a mãe ingere grande quantidade de vegetais verdes. O leite posterior é também o leite mais gorduroso e mais calórico, por isso é tão importante que o bebê esvazie a mama. Ele é o maior responsável pelo ganho de peso do bebê. Pode ocorrer a presença de sangue no leite, dando a ele uma cor amarronzada. Esse fenômeno é passageiro e costuma ocorrer nas primeiras 48 horas após o parto. É mais comum em mamães de primeira viagem adolescentes e mulheres com mais de 35 anos, devido ao rompimento de capilares provocado pelo aumento súbito da pressão dentro dos alvéolos mamários na fase inicial da lactação. Nesses casos, a amamentação pode ser mantida, se houver náuseas ou vômitos na criança podem exigir cuidados específicos e o pediatra deve ser consultado.

Maiores informações sobre tipos de leite e vantagens da amamentação, veja nos posts listados abaixo.

Existe então leite fraco?

Não, não existe leite fraco! É comprovado que mesmo mulheres africanas desnutridas conseguiam amamentar os seus bebês de maneira adequada, apesar das condições. Existem inúmeras razoes para que o bebê está chorando, e não está mamando adequadamente. Se o seu bebê está mamando exclusivamente no peito e não está ganhando peso adequadamente, consulte o pediatra.

Existe pouco leite?

Existe sim! O leite é produzido de acordo com a demanda do bebê. Bebês sonolentos, que sugam pouco ou que não estão sugando adequadamente, técnica incorreta de amamentação, suplementar o leite materno com leite de fórmula, mães submetidas a estresse muito grande, podem ter uma diminuição da sua produção. Quanto mais o bebê mamar, e da forma correta,  a produção aumentará.

Se você mamãe acha que não está produzindo leite adequadamente, procure o pediatra.

 

Espero que tenham gostado! Não deixem de compartilhar suas dúvidas, experiências de vida e sugestões de próximos temas a serem abordados.

Um grande abraço,

Dra. Kelly

Veja outras dicas sobre amamentação também em:

 

 

Bibliografia:

Tratado de Pediatria da Sociedade Brasileira de Pediatria, 2014.

Saúde na criança: Nutrição Infantil, Aleitamento Materno e Alimentação Complementar. Ministério da Saúde, 2009.

Photo Credit:  http://nourishingourchildren.wordpress.com/2012/08/03/the-optimal-diet-for-pregnant-and-nursing-mothers/

48 Comments

  • silvane arnek 06/11/2014 Reply

    Por favor me ajude meu bebe tem dois meses e meus seios nao saram as fisuras no bico do seio ja usei mamare masse meme depantol socorro me ajude eu quero amamentar meu filho

    • Olá querida mamãe Silvane, muito obrigada pela sua dúvida, ela é muito importante. Continue acompanhando o blog. O problema que vc está relatando em questão pode ter inúmeras causas, e para isso precisaria fazer a história e exame físico completos. Por ética medica não posso responder aqui com detalhes. Sugiro que continue retirando o leite e procure uma pediatra urgente para avaliar o problema. Um abraço, Dra. Kelly

  • Pingback: Amamentação na volta ao trabalho : Dicas e Recomendações |

  • Pingback: Amamentação: Dicas para ordenhar mais leite |

  • Pingback: Dicas para aliviar o calor dos pequenos | pediatria descomplicada

  • Pingback: Introdução alimentar na criança: como começar uma alimentação saudável | pediatria descomplicada

  • Juliana 27/01/2015 Reply

    Dra kelly seu blog é muito bom, parabéns. Eu consegui amamentar exclusivamente até dois meses e meio até que o meu bebê começou a dar verdadeiros chiliques na hora de mamar. Na sequência passou a não ganhar o peso adequado. Então a pediatra mandou complementar. Agora com quase quatro meses ele está abandonando o peito. Muito triste. Tentei de tudo para aumentar a produção de leite, para evitar a confusão de bicos, mas ele não pegou nada que não fosse a mamadeira. A culpa foi minha pelo possível desmame?

    • Olá querida Juliana, obrigada pelo envio da sua dúvida. Antes de tudo, por favor, livre-se da culpa. Mãe já leva culpa de tanta coisa…além disso, sobram dúvidas e opiniões erradas, e falta orientação! Ainda acredito que seja possível que a sua filha não abandone o peito, mas precisa de ajuda. Sugiro que procure um pediatra que saiba lidar com isso, e seja a favor da amamentação. Precisa identificar o problema pela qual o bebê não está mamando, e podem ser inúmeros fatores. Continue acompanhando as novidades por aqui! Para seguir o blog e receber as novidades por email, basta clicar no botão “seguir” no site. Siga também no Facebook (ative o receber notificações, para receber aviso dos posts novos) e instagram (@pediatriadescomplicada) Um bjo, Dra Kelly

  • Pingback: Introdução alimentar da criança: princípios básicos | pediatria descomplicada

  • Pingback: Introdução alimentar: quando, quanto e como oferecer os alimentos à criança – Parte 3 | pediatria descomplicada

  • Elierica 04/02/2015 Reply

    Olá Dra. Kelly. Estou voltando a trabalhar. Minha princesa está com quase 7 meses. Pratiquei amamentação exclusiva e em livre demanda até os 6 meses. Após isso introduzi 3 papinhas (de fruta no meio da manhã, de verduras no horário do almoço e de fruta no lanche da tarde). Ela se adaptou bem. Eu trabalho das 9h ao meio dia pela manhã e retorno 14h até 17h, ou seja dois intervalos de 3h sendo que nesses períodos ela se alimenta dessas papinhas. Mesmo sendo só 3h é necessário que eu deixe leite materno armazenado? ou posso amamentar só nos intervalos e a noite?

    • Querida mamãe Elierica. Em primeiro lugar, parabéns pelo cuidado com sua filha! Sabemos como é difícil “remar contra a maré” de tanta gente falando ao contrário…O ideal é manter o aleitamento materno sem precisar de mamadeiras, pois isso pode provocar o desmame, e não as papinhas. Por favor sempre consulte o pediatra para condutas mais específicas. Continue acompanhando as novidades por aqui! Para seguir o blog e receber as novidades por email, basta clicar no botão “seguir” no site. Siga também no Facebook (ative o receber notificações, para receber aviso dos posts novos) e instagram (@pediatriadescomplicada) Um bjo, Dra Kelly

      • Elierica 05/02/2015 Reply

        Muito obrigada!

  • Pingback: Introdução alimentar: entenda o método baby-led-weaning (BLW) | pediatria descomplicada

  • Pingback: Mitos sobre amamentação: Meu leite não sustenta! | pediatria descomplicada

  • Thais 14/02/2015 Reply

    Olá Dra. Kelly!

    Muito obrigada por manter um blog com tanta qualidade de informação. Minha dúvida é a respeito de amamentação e gravidez: a recomendação é que o filho mais velho seja desmamado caso a mãe engravide novamente? Mesmo se a criaça for nova, com menos de um ano?

    Um beijo e novamente obrigada pelos textos excelentes,

    Thais

    • Olá querida Thais. Obrigada pelo envio da sua dúvida. O mais importante é conversar direitinho com seu obstetra, pois depende muito da sua gravidez. Outra gestação pode mudar muito as características do leite e a quantidade de produção, devido a aspectos hormonais. Converse tanto com o obstetra quanto com o pediatra, eles é que orientarão da melhor maneira. Tenho outros posts sobre amamentação no meu blog, dê uma lida: Amamentação: Dicas para tirar mais leite, Amamentação: perguntas e respostas, Amamentar: como funciona no meu corpo. Continue acompanhando as novidades por aqui! Para seguir o blog e receber as novidades por email, basta clicar no botão “seguir” no site. Siga também no Facebook (ative o receber notificações, para receber aviso dos posts novos) e instagram (@pediatriadescomplicada) Um bjo, Dra Kelly

  • Pingback: Amamentação: bebês que dormem no peito ou choram para mamar, o que fazer?   | pediatria descomplicada

  • Valéria 17/02/2015 Reply

    Boa Tarde Dra Kelly!
    Minha filha tem 13 dias, mama super bem. Só que a única dificuldade que temos é na hora de arrotar. As vezes ela mama e em seguida já arrota, outras vezes eu fico até mais de 20 minutos com ela no colo e dou as batidinhas nas costas e nada. Ai coloco ela no berço, com o corpinho inclinado pra cima e quando eu vejo ela vomitou. Tem alguma outra maneira de se fazer??
    Desde já eu agradeço sua atenção.

    • Olá mamãe Valéria. As vezes a criança pode demorar para arrotar mesmo, ou ela arrota ainda enquanto está mamando no peito. O ideal é colocá-la para arrotar após todas as mamadas, na posição do ombro ou sentadinha no seu colo. Apos a mamada pode acontecer dela regurgitar um pouco de leite mesmo. Continue acompanhando as novidades por aqui! Para seguir o blog e receber as novidades por email, basta clicar no botão “seguir” no site. Siga também no Facebook (ative o receber notificações, para receber aviso dos posts novos) e instagram (@pediatriadescomplicada) Um bjo, Dra Kelly

  • Pingback: Amamentação: Erros comuns que nos levam a pensar que o bebê mama pouco | pediatria descomplicada

  • Pingback: Amamentação: Como dar leite materno no copinho | pediatria descomplicada

  • Pingback: Uma abordagem diferente: não olhe para números na amamentação, olhe para o bebê! | pediatria descomplicada

  • Pingback: Como retirar o leite materno | pediatria descomplicada

  • ilanebalbina 13/04/2015 Reply

    Eu queria saber se é normal nascer dois dentes de cima? Ele tem 7 meses

    • Ilane, o ideal e que você faça o acompanhamento com o pediatra. Se precisar de acompanhamento profissional, atendo em consultório particular em São Paulo, para marcar consulta você pode ligar para (11) 5088-6699. Continue acompanhando as novidades por aqui! Para seguir o blog e receber as novidades por email, basta clicar no botão “seguir” no site. Siga também no Facebook (ative o receber notificações, para receber aviso dos posts novos) e instagram (@pediatriadescomplicada) Um bjo, Dra Kelly

      CurtirCurtir

  • Pingback: Como armazenar leite materno: o que você precisa saber | pediatria descomplicada

  • gessica 13/05/2015 Reply

    Meu bebê tem 1 ano e 6 meses. Mas ele não quer deixar o peito, e se alimenta pouco. O que posso fazer??

    • Olá Jessica. O Ministério da Saúde recomenda o aleitamento materno até 2 ano de idade ou mais. Não há motivo para tirá-lo do peito. Muitas vees a nossa percepção que a criança mama pouco é maior do que o real de fato. O leite materno ainda é o principal alimento para a criança até 1 ano de idade. Se precisar de acompanhamento profissional, atendo em consultório particular em São Paulo, para marcar consulta você pode ligar para (11) 5088-6699. Continue acompanhando as novidades por aqui! Para seguir o blog e receber as novidades por email, basta clicar no botão “seguir” no site. Siga também no Facebook (ative o receber notificações, para receber aviso dos posts novos) e instagram (@pediatriadescomplicada) Um bjo, Dra Kelly

  • Elaine Cristina 02/07/2015 Reply

    Dra preciso de ajuda.
    Minha bebê mamava de 3em 3 hrs exclusivamente LM..porém chorava bastante a tarde e noite até adormecer era uma luta. Eu e meu esposo resolvemos dar chupeta coisa que nem com cólicas ela pegava.
    Com isso ela se desinteressou por mamar o que chegou a 9 mamadas em 24 hrs passou pra 5 e com muitas tentativas.

    • Oi querida. Vc deve tirar a chupeta e tudo que possa estar interferindo na amamentação. Lembre-se que livre demanda não está preso aos horários e sim aos sinais de fome de sua bebê. Não se prenda a horários. E procure alguém que possa ajudar vc em relação a amamentação. Um bjo Dra Kelly

  • Pingback: Carta às mães que não conseguiram amamentar…ou ainda lutam | pediatria descomplicada

  • Juliana 16/11/2015 Reply

    Olá , Dra. Kelly. Lendo tudo em seu blog sobre amamentação e adorando as informações, muito obrigada. Se puder me ajudar em uma questão específica, agradeço. Tenho um bebê de 3meses. Desde a gestação sabemos que ele possui um CIV perimenbranoso de 8mm em média e que possivelmente resultará em uma cirurgia breve para seu fechamento. Acontece que meu filho está diminuindo o aumento de peso. Muito em virtude da respiração que gasta mais calorias, e das mamadas mais curtas, pelo cansaço. Ele ganhou 32g/dia no primeiro mês, 21g/dia no segundo e nesse terceiro, apenas 12g/dia. A pediatra sugeriu entra com uma fórmula artificial. Fiquei arrasada, mas comprei, e tentei dar no munchkin (aquela colher com reservatório), e ele não aceitou. Depois, tentei dar na mamadeira, e foi uma dificuldade também. Ele mamou pouco, e acabei dando o peito novamente (ela tinha pedido para revisar peito e mamadeira). Mas ela me orientou a dar 100ml a cada mamada. Meu filho não mama tanto assim, concluí… Em conversa com outras mães, muitas disseram que seus filhos também ganhavam pouco peso, algumas crianças, menos que ele é crianças sem uma doença como a dela, e que não indicaram leite artificial. Decidi ordenhar meu leite e tentar oferecer mais vezes, não ficar só esperando ele pedir, como fazia. Sinto que ele tem mamado mais. Por hora, ainda tenho tirado pouco leite na ordenha com uma bomba. E ofereço esse leite que tiro como complemento da mamada. Mas estou na dúvida se estou agindo corretamente, se seria melhor mesmo, no caso dele, entrar com leite artificial, tentar a relactação, ou mesmo uma madeira mais anatômica e revezar com o peito. Qual é sua opinião? Obrigada desde já

    Juliana

    • Olá Juliana, vejo que encontrou um meio mto bom de continuar oferecendo o seu leite. Não há porque oferecer outro leite se ele tem se satisfeito no seu peito. Para aumentar a produção vc pode continuar oferecer leite ordenhado até que ele fique somente no peito. É o melhor alimento para seu bebê. E faça um seguimento com o pediatra que apoie a ammentacao. Um bjo Dra Kelly

  • Danielle Oliveira 07/12/2015 Reply

    Olá, meu bebê tem 3 meses e tenho percebido que as fraldas não tem ficado muito cheias mesmo com bastante tempo depois da troca. Ele pode estar com alguma infecção de urina ou outro diagnóstico?

  • jessica 20/12/2015 Reply

    eu tenho 18 e o meu filho tem 8mes e o meu leite ta saindo amarelo ele pode volta a ser branco e estou tomando equilid

  • Osvan 28/12/2015 Reply

    Boa noite!
    Meu bebê de 10 dias chora muito antes de amamentar “faz um escândalo” e depois de muita luta e paciência 30min mais ou menos ele começa a mamar.
    “Tenho muito leite”
    É normal esse choro?
    Pq ele faz esse escândalo?

  • Erika 31/12/2015 Reply

    Boa noite estou com meu filho q está com 15 dias,gostaria de saber assim como eu tomava cha mate antes mesmo dele nascer eu posso continuar consumindo o chá? E outra coisa e verdade q cha mate por ter cafeína pode prejudicar meu bebe.?ou chá a aumenta a quantidade de leite?

  • Vanessa 12/02/2016 Reply

    oi dra. Kelly quero amamentar enquanto puder meu bebe só no peito ele vai fazer um mes, no começo eu doei alguns vidros de leite mas como ele mama sem horario fixo e sem tempo determinado( tbm tivemos sapinho) meu leite reduziu, parece que agora so tem a qtdade q ele precisa, mas e qdo preciso sair? como faço não consigo mais tirar leite…

  • Nivea 31/05/2016 Reply

    Ola Dra. Por indicacao medica o meu bebe tem que mamar de 3 em 3 horas. Acontece que ha 2 noites fizemos um intervalo de 4 horas e nessa ultima noite um intervalo de 5 horas. Tendo nao respeitado ha risco de consequencias a nivel mental/cognitivo???

  • amelia 14/06/2016 Reply

    ola . aminha filha esta com 9 mese desde ontem nao esta aceitar o leite do peito

  • Ana margarida Barros 05/07/2016 Reply

    Olá . o meu filho tem agora 2 anos e ainda mama no peito . eu adoro amamentar , mas começo a passar por alguns problemas . o meu marido acha que bebê está muito agarrado ao peito e que parte das birras que tem devem se a isso , a mamar . 🙁 eu noto realmente que ele está mais agarrado ,já não usa chupeta , e acho que se agarrou mais a mama . acordo imenso de noite para mamar . o que eu queria era saber como poderei ir cortando aos poucos . já so amamento a noite mas por vezes ele quer dormir a tarde é acabo por dar lhe. Tebho medo de estar a ” estragar ” o bebê com mimos e maus hábitos .
    Obrigada

  • João Batista 06/03/2017 Reply

    Olá Dra sou o João , minha esposa está 48 hrs sem amamentar ela pode voltar a amamentar?

Deixe uma resposta