urso

Vacina de Meningite ACWY – o que você precisa saber

vacina. vacinacao, meninigite

Hoje vamos falar sobre uma doença extremamente grave, que infelizmente pode atingir desde o bebê até o idoso, sendo que, no Brasil, os menores de cinco anos são os mais acometidos: A doença meningocócica.

Para se ter uma ideia do quão impactante a doença meningocócica é na sociedade brasileira, todos os anos de 1.500 a 3 mil brasileiros são acometidos pela infecção, sendo que o risco de morte pode chegar em até 20% e as possíveis sequelas são: surdez, cegueira e problemas neurológicos.

A doença meningocócica é uma infecção bacteriana aguda, causada pela Neisseria meningitidis e está entre as doenças imunopreveníveis (que podem ser prevenidas por meio da aplicação de vacinas) mais temidas. Esta bactéria pode causar a já conhecida meningite (inflamação nas membranas que revestem o sistema nervoso central) e meningococcemia (infecção generalizada), sendo os principais tipos de sorogrupos capazes de provocar a doença em seres humanos: A, B, C, W, Y, sendo que a gravidade da infecção provocada por cada tipo de bactéria varia conforme o país ou região.

Quanto à forma de transmissão desta bactéria, o que mais nos preocupa é o fato dela propagar-se por meio de secreções respiratórias (espirros e tosses), bem como pelo contato com a saliva de uma pessoa infectada, sendo que a transmissão da doença é facilitada pelo contato próximo, especialmente quando se trata de convívio em ambientes fechados. No caso de crianças pequenas, vale ressaltar que a preocupação é ainda maior, uma vez que as mesmas muitas vezes brincam de forma próxima com outras crianças, em ambientes de creches ou escolas que podem eventualmente conter pessoas infectadas.

Leia mais sobre creche e doenças

MENINGITE E AS ESTATÍSTICAS

5 sorogrupos são responsáveis pela maioria dos casos de doença meningocócica no Brasil. São os sorotipos A, B, C, W e Y, veja abaixo a prevalência dos sorotipos de acordo com a idade:

  • Bebês menores de 1 ano. Sorotipo C – 48%, sorotipo B -47%, Sorotipo W e Y – 5%
  • Crianças de 1 a 4 anos. Sorotipo C – 20%, sorotipo B 70%, sorotipos A, W e Y – 10%
  • Crianças de 5 a 9 anos. Sorotipo C – 84%%, sorotipo B 10%, sorotipos W e Y – 6%
  • Adultos e viajantes. Sorotipo C – 77%%, sorotipo B 11%, sorotipos A, W e Y – 11%

QUAIS SÃO OS SINTOMAS DA DOENÇA? 

Os principais sintomas da doença são: febre alta e repentina, intensa dor de cabeça, rigidez do pescoço, vômitos e, em alguns casos, sensibilidade à luz e confusão mental. Por serem sintomas inicialmente inespecíficos, muitas vezes o diagnóstico demora para ser concretizado, podendo aumentar o risco de sequelas em função da demora no início do tratamento.

Uma vez que a transmissão da doença é algo simples e as consequências de contraí-la podem ser terríveis, apesar de existirem algumas dicas de prevenção, como por exemplo a manutenção de bons hábitos de higiene, bem como evitar aglomerações e áreas fechadas, a melhor solução é a prevenção por meio da vacinação.

QUAIS SÃO AS POSSÍVEIS CONSEQUÊNCIAS DA DOENÇA MENINGOCÓCICA?

  • Pode se desenvolver rapidamente e se tornar uma ameaça à vida dentro de 24-48 horas.
  • 20% das pessoas afetadas pela doença meningocócica morrem no Brasil.
  • 10-20% dos sobreviventes podem ter sequelas como: amputações, perda de audição, dificuldade de aprendizado ou danos cerebrais.

Leia mais sobre meningite

A VACINA

A vacina meningocócica ACWY ainda causa muitas dúvidas nos pacientes em geral, especialmente no que diz respeito à eventual utilização de fragmentos de bactérias atenuadas, porém é importante ressaltar que este tipo de vacina é inativa e, portanto, não tem a possibilidade de causar a doença.

A vacina de meningite NÃO causa doença! 

Além disso, por proteger o paciente por um espectro muito mais amplo de sorogrupos da bactéria, são 4 sorotipos ao invés de apenas um, a vacina meningocócica ACWY tem uma cobertura mais ampla do que a vacina meningocócica C. Trata-se também de uma única picadinha também, com um menor sofrimento para o bebê no momento em que ele recebe a vacinação.

Do ponto de vista técnico, a vacina contém antígenos formados por componentes das cápsulas das bactérias (oligossacarídeos) dos sorogrupos A, C, W e Y, conjugados a uma proteína que, dependendo do laboratório produtor, pode ser o toxóide tetânico ou o mutante atóxico da toxina diftérica, chamado CRM-197. Podem também fazer parte da composição da vacina a sacarose, o trometamol, o fosfato de potássio diidrogenado, o cloreto de sódio, o fosfato de sódio diidrogenado monoidratado, o fosfato dissódico hidrogenado diidratado e água para injeção.

A vacina ACWY é encontrada apenas nas redes particulares, enquanto a meningocócica C tem na rede pública.

DIFERENÇAS NINMERIX x MENVEO 

São as 2 vacinas que estão disponíveis nas clínicas particulares e ambas protegem contra os 4 sorotipos, A,C,W e Y. As diferenças são:

Menveo: produzido pela GSK, já está aprovada pela Anvisa em menores de 1 ano, podendo ser aplicada a partir dos 2 meses de vida. O esquema de vacinação é de 3 doses, com 3, 5, e 7 meses, e reforço com 1 ano.

Ninmerix: produzido pela Sanofi, aprovada pela Anvisa a partir de 1 ano de idade. Fora do país é aplicada em menores de 1 ano, e na falta da Menveo, pode ser usada off-label nos bebês menores de 1 ano. O esquema de vacinação é de 2 doses, com 3 e 5 meses, e reforço com 1 ano.

Idealmente o esquema deve ser mantido com a mesma vacina desde a primeira dose. Isso significa que se a bebê foi vacinada com Menveo, manter a Menveo, se foi Ninmerix, mantera Ninmerix. Na falta de vacinas, pode ser feita a outra marca, porém não é o ideal.

CONTRA-INDICAÇÕES

A vacina meningocócica ACWY é contraindicada para pessoas que tiveram anafilaxia após o uso de ao menos um componente da vacina ou após aplicação de dose anterior, ou seja, as contra indicações da vacina são raríssimas!

PRECAUÇÕES

Quanto às precauções que devem ser tomadas previamente à vacinação, não são necessários cuidados especiais. No caso de doença febril aguda, é indicado que espere pelo menos 24 horas afebril para a aplicação da vacina. Um resfriado comum, por exemplo, na ausência de febre, não é contra indicação de suspender a vacina. Caso haja dúvida, pergunte ao seu médico se pode fazer a vacina ou não.

ESQUEMA DE VACINAÇÃO

  • Para crianças, a vacinação deve iniciar aos 3 meses de idade, sendo indicada a aplicação de três doses no primeiro ano de vida (aos 3, 5 e 7 meses), seguida por reforços aos 12 meses, 5 anos e 11 anos de idade.
  • Para adolescentes, que nunca receberam a vacina meningocócica conjugada quadrivalente — ACWY, são recomendadas duas doses com intervalo entre elas de cinco anos.
  • Para adultos, é recomendada a aplicação de dose única.

PARA QUEM É INDICADA

  • Para crianças e adolescentes;
  • Para adultos e idosos, dependendo da situação epidemiológica.
  • Para pessoas de qualquer idade com doenças que aumentem o risco para a doença meningocócica.
  • Para viajantes com destino às regiões onde há risco aumentado da doença.

REAÇÕES MAIS COMUNS

A vacina meningocócica ACWY não é uma vacina que na maioria dos casos resulta em reações adversas, porém em 10% dos vacinados podem ser observados: inchaço, endurecimento, dor e vermelhidão no local da aplicação, perda de apetite, irritabilidade, sonolência, dor de cabeça, febre, calafrios, cansaço e dor muscular.

Entre 1% e 10% dos vacinados podem apresentar sintomas gastrintestinais como diarreia, vômito e náusea). Outros sintomas como hematoma grande no local da aplicação,  erupções na pele e dor nas articulações podem ocorrer.

As reações tendem a desaparecer em até 72 horas, mas fica aqui algumas dicas para aliviar o incômodo que pode ocorrer: aplicação de compressas frias, e remédio para dor ou febre, sempre com orientação médica. Além de, claro,  muito colo, carinho e beijinhos!

Que tal compartilhar o conteúdo?

 

Um beijo,

Dra. Kelly Marques Oliveira

Pediatra, Alergia e Imunologia e Consultora Internacional de Amamentação (IBCLC) – CRM 145039

  • Para mais informações entre em contato conosco em nosso telefone:
    ☎ (11) 5083-1818
  • Ou envie sua mensagem em nosso WhatsApp:
    📲 (11) 99866-1107
  • www.vacinadescomplicada.com.br
  • contato@vacinadescomplicada.com

Consultório Espaço Médico Descomplicado – São Paulo: (11) 5579-9090/ whatsapp (11) 93014-0007

E aí gostou do conteúdo? Espero que tenha ajudado a esclarecer dúvidas! Compartilhe! E você sabia que dá para receber o conteúdo do blog direto no seu email? É só se cadastrar! Só fazer o cadastro na nossa newsletter e colocar seu email! Estamos também no Facebook (curta e coloque para “ver primeiro” nas opções) e instagram @pediatriadescomplicada (ative as notificações para visualização).

Deixe uma resposta