urso

Será que meu filho tem autismo? Como diagnosticar

 

Você já se deparou com essa pergunta? Será que meu filho está se desenvolvendo normalmente? Como posso perceber os sinais de alerta para alguma característica diferente em meu bebê?

Se você não leu a história do Pedrinho, acesse aqui:

A história do Pedrinho – vamos falar sobre o Autismo?

A autismo abrange um espectro amplo de doenças e hoje o nome mais correto para ele é Transtorno do Espectro Autista (TEA), sendo portanto uma síndrome (conjunto de sinais e sintomas) com alterações comportamentais associadas ao distúrbio do desenvolvimento. No TEA, temos alterações concernentes à interação social e no relacionamento interpessoal, com alterações de linguagem e de comportamento.

Em outras palavras, a criança autista enxerga o mundo de outra forma, e se relaciona de forma diferente com o mundo que os cerca. Determinados estímulos que para nós são ignorados, para eles podem ser muito intensos, causar dor e irritação, como por exemplo um cachorro latindo.

O diagnóstico precoce é importantíssimo, porque quanto antes for identificado o problema,  melhor a evolução. Crianças que iniciam a terapia cedo tem melhor prognóstico.

Por isso, veja abaixo sinais importantes do desenvolvimento do seu filho, e quando ficar alerta e procurar o especialista, o neurologista ou psiquiatra infantil. 

# Diagnóstico precoce: sinais e sintomas que podem ser percebidos desde bebê

Todos os sinais que observamos no TEA em crianças maiores podem ser vistos no bebê, porém esses sinais são relativos à sua idade. Para sabermos o que caracteriza um bebê com TEA, precisamos saber primeiro quais as características observadas nos bebês com desenvolvimento normal: 

  • Presença de alegria e curiosidade
  • Prazer no contato físico com outros – o aconchego
  • Busca pela “atenção” das outras pessoas
  • Busca pelo olhar das outras pessoas
  • Alternância entre comportamentos e ciclos: alegria e irritação,acordado e dormindo.

Da mesma forma, o bebê com autismo apresentam algumas características que podem ser percebidas facilmente pelos pais:

  • Não existe a troca de olhares em momentos entre os pais e o bebê: durante a amamentação, no banho ou nas trocas de fraldas.
  • Dificuldade do bebê em olhar nos olhos, mesmo quando pedem algo ou quando outros se dirigem a ele, com expressões e brincadeiras.
  • Acompanha objetos com o olhar, mas não a movimentação da mãe
  • Rejeita o aconchego físico, sente-se melhor quando colocado no berço
  • Não levanta os braços pedindo colo.
  • Não demonstra alegria com brincadeiras usuais de beijos, cócegas ou música.
  • Não demonstra alegria ao ver a mãe. 
  • Não reage à voz da mãe e de pessoas próximas, diferente de reações com um barulho próximo.
  • Alterações do sono (dormem pouco ou em horários diferentes), e da alimentação (choram pouco e não reagem à comida).

Aos 5 meses: não reage ou responde ao nome  – não se reconhece pelo som de seu nome (esse muito fácil de ser percebido).

Aos oito meses: não aponta o que quer.

Com um ano: Não aponta para partilhar interesses. Não interage com outras crianças ou interage pouco, prefere brincar sozinha. Quando já anda, pega o outro pela mão e o leva para fazer algo – usa outros como ferramentas, porém não fala o que quer, somente aponta.

Outros sinais mais tardios: Atraso na fala. Movimentos com as mãos e braços sem finalidade aparente. Usa a terceira pessoa para falar de si própria, e não a primeira pessoa (eu).

# Questionário M-CHAT (Modified Checklist for Austism in Toddlers) 

É um questionário de fácil utilização, já validado no Brasil para o diagnóstico de TEA. Pode ser utilizado por pais, com orientação do pediatra, para identificar riscos para o autismo, a partir dos 18 meses.

Veja o link para a escala aqui.

Leia mais aqui:

A história do Pedrinho – vamos falar sobre o Autismo?

Para seguir o blog e receber as novidades por email, basta clicar no botão “seguir” no site. Siga também no Facebook (ative o “ver primeiro”, para receber aviso dos posts novos) e Instagram (@pediatriadescomplicada, clique no canto superior direito “ativar notificações de publicação”).

Dra Kelly Marques Oliveira

CRM 145039

Pediatra, Alergista e Consultora Internacional de Amamentação 

Consultório Espaço Médico Descomplicado – São Paulo: (11) 5579-9090/ whatsapp (11) 93014-0007

Deixe uma resposta