urso

Quanto de sono seu bebê realmente precisa?

sono criança, sono do bebê, sono bebe, pediatria descomplicada

 Seu bebê tem tido a quantidade de sono que ele precisa?

Não há dúvida sobre esse assunto: Bebês e crianças precisam de muitas horas de sono! Mas quanto, exatamente? Na verdade não existe uma resposta exata e que vale para todos os bebês, ainda que na mesma faixa etária. Muitos fatores influenciam quanto um bebê dorme, por exemplo, se mama no peito ou não, quanto o bebê está exposto à luz natural e aos estímulos durante o dia.

Foi feito uma tabela baseada no consenso de vários médicos especialistas e Guidelines que você pode consultar abaixo, mas veja que a variação para cada faixa etária é grande, e serve mais como parâmetro para os pais. Não se desespere!

Recomendações de horas de sono: o que mudou?

O National Sleep Foundation  realizou uma revisão científica para poder precisar melhor as recomendações de sono para cada faixa etária.  Hoje a tabela tem uma variação maior de horas de sono por idade, que “pode ser apropriado” e deve-se respeitar a individualidade de cada um. A recomendações foram definidas como: (a) recomendado; (b) pode ser apropriado para alguns indivíduos; ou (c) não recomendado, veja a tabela abaixo.

Veja abaixo um resumo das recomendações:

  • Recém nascidos (0-3 meses ): Entre 14-17 horas cada dia (antes era 12-18)
  • Bebês (4-11 meses): Entre 12-15 horas (antes era 14-15)
  • Crianças (1-2 anos): Entre 11-14 horas (antes era 12-14)
  • Pré- escolares (3-5 anos): Entre 10-13 horas (antes era 11-13)
  • Escolares (6-13 anos): Entre 9-11 horas (antes era 10-11)
  • Adolescentes (14-17 anos): Entre 8-10 horas (antes era 8.5-9.5)
  • Adulto jovem (18-25): Entre 7-9 horas (nova categoria)
  • Adults (26-64 anos: Entre 7-9 horas (sem mudança)
  • Idosos (65+): Entre 7-8 horas (nova categoria)

sleep recommendations

Quanto de sono seu bebê realmente precisa? 

Não existe uma quantidade exata de sono recomendada para cada idade, mas um intervalo na qual cada pessoa deve avaliar qual a sua quantidade necessária para ficar bem. Isso vale também pros bebês! Alguns “sinais” são importantes perceber se seu bebê está tendo a quantidade de sono que ele realmente precisa, por exemplo: um bebê que parece feliz, tranquilo durante o dia aparentemente está tendo a quantidade de sono adequada. Se o bebê parece sempre irritado, agitado e chora sem motivo, pode ser privação de sono…

Claro que devemos sempre excluir se existe um problema ligado à amamentação, principalmente se há dificuldades como dor para amamentar, ganho de peso inadequado. Deve-se sempre descartar condições patológicas como Alergia a proteína do leite de vaca (APLV)  ou doença do refluxo gastroesofágico. mas se o problema for mesmo privação de sono, você deve buscar ajuda sim!

O sono costuma ser negligenciado por nós adultos, mas pode ser responsável por inúmeras doenças, como estresse, ansiedade, depressão, hipertensão arterial sistemica, obesidade e por aí vai…

É durante o sono que o nosso corpo promove funções importantes do nosso corpo, como restabelecer energias, consolidar a memória, liberação de hormônios importantes, como o hormônio do crescimento, relaxamento do corpo e da musculatura. Quando você dorme, seu cérebro trabalha restaurando importantes funções do corpo.

Espero que gostem dessa série sobre sono, coloquem suas sugestões e dúvidas nos comentários!

Mais artigos sobre sono no blog:

  Para seguir o blog e receber as novidades por email, basta clicar no botão “seguir” no site. Siga também no Facebook (ative o receber notificações, para receber aviso dos posts novos) e instagram (@pediatriadescomplicada).

Um abraço,

Dra. Kelly Marques Oliveira

Pediatra e Consultora Internacional de Amamentação (IBCLC) – CRM 145039

Consultório particular em São Paulo: (11) 5088-6699

2 Comments

Deixe uma resposta