urso

Como Aumentar a Produção de Leite Materno

thumb3_LansinohBF.jpg

Todas as mamães que amamentam querem saber: como posso aumentar a minha produção de leite? O meu leite está sendo suficiente? Na verdade, o grande segredo para aumentar a produção de leite está em nós mesmas!  O mecanismo de produção de leite em nosso corpo funciona de forma complexa e depende praticamente de mecanismos hormonais. Para simplificar, podemos dizer que quanto mais o bebê sugar, mais leite a mãe irá produzir. Se conseguirmos retirar leite além do que o bebê já mama, ou seja, retirar mais leite através da ordenha de leite manual ou com bomba, podemos aumentar essa produção! Dessa forma o seu corpo entende que precisa produzir mais, pois a demanda está aumentada. O nosso corpo funciona como um mecanismo de oferta (quanto leite produzo) e procura (quanto o bebê precisa)! Veja mais informações no link: Como funciona no corpo da mamãe o mecanismo de produção de leite.

Isso significa que qualquer coisa que interferir nesse mecanismo irá alterar essa produção de leite. Qualquer tipo de suplementação, uso de chupetas, mamadeiras, bicos artificiais, enfim…qualquer problema nesse mecanismo pode levar à diminuição d produção do leite nessa mãe.

O contrário também acontece. Se existe uma maior demanda do bebê, seja devido a um salto de crescimento ou desenvolvimento, seja através da retirada de mais leite do peito através do uso de bombas tira leite ou ordenha manual, seu corpo entenderá que precisa produzir mais leite!

Sendo assim, vamos às dicas para aumentar a produção de leite materno!

Dicas para aumentar a produção de leite:

1. Certifique-se de que o bebê está mamando de forma eficiente

O leite deve ser retirado da mama de forma eficiente para aumentar a sua produção (quanto mais esvazia, mais produz). Se o leite não é efetivamente retirado da mama (dificuldadade na transferência, pega inadequada, língua presa) , a oferta de leite da mãe irá diminuir. Se a posição e a pega estiverem incorretas, e não ocorre o encaixe correto entre a mama e a boca do bebê, não ocorrerá transferência do leite de forma eficaz. Lembre-se, isso é essencial! Mesmo que a pega pareça correta, se existe dor ou dificuldade na amamentação, devemos buscar o motivo!

2. Bebês sonolentos, uso de bico de silicone ou intermediário, doença materna ou problemas relacionados à anatomia da boca do bebê

Língua presa (anquiloglossia) ou freio lingual curto, pode interferir com a capacidade do bebê de realizar a transferência de leite do peito para a boca. A fenda palatina, por exemplo, dificulta que se forme o vácuo dentro da boca para etrair o leite e bebês com essa condição precisarão de ajuda para conseguir amamentar. Para um bebê que não está mamando bem, retirar o leite do peito é como tentar esvaziar uma piscina através de um canudo – demora uma eternidade e não sai nada! A retirada ineficiente de leite leva o bebê a não receber leite suficiente (e se esforçar muito para isso!) e de querer mamar quase a todo momento para obter apenas uma pequena quantidade. Isso acaba deixando o bebê muito irritado e com fome, ou simplesmente dormindo no peito sem sugar.

3. Amamente com frequência

Lembre-se: se você deseja produzir mais leite amamente mais! Se o bebê está tendo problemas para ganhar peso, amamente pelo menos, a cada 1h 30 min a 2h durante o dia e pelo menos a cada 3 horas durante a noite. Acorde-o se necessário. Isso vle especialmente para bebês pequenos ou prematuros.

4. Ofereça ambos os lados em cada mamada

Ofereça sempre os dois lados, mesmo que o bebê pareça satisfeito após mamar um lado, e ficar sonolento. O fluxo de leite aumentado do outro lado pode acordá-lo e ele poderá mamar mais.

5. Troque o lado durante a mamada se o bebê ficar agitado

Se o bebê perde o interesse de mamar em um lado, por exemplo ao ficar agitado ou brigar com o peito, ou dormindo no peito após apenas algumas sugadas, tente trocar o lado. Muitas vezes o fluxo de leite está diminuído e não necessariamente não existe leite aí! Lembre-se: peito é fábrica e não apenas armazenamento. Tente mudar o lado que o bebê está mamando se isso acontecer.

6. Use a técnica de compressões da mama

Use essa técnica para manter o bebê acordado e o seu interesse em mamar. Isto pode ser particularmente útil para os bebês sonolentos ou distraídos, ou bebês mais agitados no peito e que brigam com o peito. Bebês respondem ao fluxo de leite, e a compressão na mama aumenta o fluxo que vai para a boca do bebê. Para fazer as compressões na mama, segure a mama com a mão em “c” e aperte levemente enquanto o bebê mama. Se tiver dúvidas, procure um especialista em amamentação ou consultora em amamentação. 

7. Dê ao bebê apenas leite materno

Evite todos os sólidos, água, chás e qualquer tipo de fórmula se o bebê tem menos de seis meses. Se você estiver usando fórmula, reduza a quantidade gradualmente e suspenda o mais rápido possível. Procure alternativas que não seja a suplementação por mamadeira. Veja aqui como dar leite materno ou complemento no copinho.

8. Descanse! Durma quando o bebê dorme. Relaxe!

Diminuir o nível de estresse é fundamental para aumentar produção de leite. O estresse por si só é capaz de diminuir drasticamente a produção de leite, por isso não deixe que ele faça isso!

9. Beba líquidos à vontade e tenha uma alimentação saudável e bem equilibrada

Lembre-se que o leite só poderá ser produzido se você ingerir muito líquido. O mínimo aqui são 2 litros de água, a recomendação é que seja em torno de 4 litros ok?

10. Considere ordenhar o leite

Faça a ordenha após ou entre os períodos de amamentação. O objetivo na ordenha é remover mais leite das mamas e aumentar a frequência de esvaziamento da mama, dessa forma estimulando sua produção. Você pode fazer ordenhas mais frequentes (após cada mamada) por 2 a 3 dias para aumentar a produção, ou a cada 30 minutos por um período de 8 horas, por exemplo, enquanto amamenta ( o chamado “power pump”)!

11. Avalie com o seu médico a possibilidade de usar alguma medicação que aumente a produção de leite

Existem algumas medicações que podem ser utilizadas para aumentar a produção de leite, porém estas devem ser prescritas pelo médico! Não faça automedicação nunca!

Essas são algumas dicas para ajudar, mas lembre-se o mais importante é a confiança que você, mamãe, precisa ter que o seu leite é suficiente para o bebê! Não é preciso mais nada!

Um abraço,

Dra. Kelly Marques Oliveira

Para seguir o blog e receber as novidades por email, basta clicar no botão “seguir” no site. Siga também no Facebook (ative o “ver primeiro”, para receber aviso dos posts novos) eInstagram(@pediatriadescomplicada, clique no canto superior direito “ativar notificações de publicação”).

Dra Kelly Marques Oliveira

CRM 145039

Consultório particular em São Paulo: (11) 5088-6699/ Whatsapp (11) 93014-0007

Este artigo foi originalmente publicado no blog da Lansinoh, e escrito também pela Dra Kelly Marques Oliveira.

Fonte: http://www.lansinohbrasil.com.br/noticia/como-aumentar-a-producao-de-leite-materno

3 Comments

Deixe uma resposta