urso

Refluxo gastroesofágico: saiba o que é e o que fazer

bebe refluxo gastroesofagico, dra kelly oliveira, pediatria descomplicada, pediatra sao paulo

Olá mamães!

Hoje vou falar sobre um tema que incomoda bastante: O refluxo gastroesofágico. Bebê que regurgita o tempo todo, gasta milhares de babadores e paninhos, os outros falando para você que TEM que ter algo errado, afinal, não é normal alguém regurgitar desse jeito, e no fim, ficamos na dúvida: até quando é normal? Como saber se preciso me preocupar ou não? Isso vai passar um dia??? (risos…)

Calma! Vamos entender um pouco esse sintoma, e saber quando ele é patológica, ou seja, quando prejudica os pequenos e quando é completamente normal e esperado…

O refluxo gastroesofágico é definido como “fluxo retrógrado e repetido de conteúdo gástrico para o esôfago”, ou seja, nada mais é que o retorno do conteúdo do estômago para o esôfago, muitas vezes chegando até a boca e causando do que chamamos de “gorfo” nos bebês.

É importante saber que existe o refluxo gastroesofágico fisiológico em praticamente todos os bebês, em maior ou menor grau, que se traduz em episódios de regurgitações e vômitos, sem comprometimento no desenvolvimento e no crescimento dos pequenos. Isso é completamente normal e esperado! Por isso se seu bebê “gorfa”, e muito, mas está ganhando peso adequadamente e não aparenta esboçar dor, não fique encanada com as pessoas falando (porque elas falam demais!).

Por isso tenha em mente o que é o refluxo fisiológico: ele ocorre geralmente no bebê até os seis meses de idade, pode se estender até um ano, não causa dor nem desconforto no bebê, não atrapalha seu crescimento nem o seu ganho de peso e melhora sozinho com o tempo! O mais importante é ficar tranquila e fazer o seguimento adequado do seu bebê com o pediatra. Ele saberá como orientá-la e te deixará segura. Por isso não precisa ouvir muito pitaco dos outros, fazer simpatia, nem nada disso!

Mas por que isso ocorre?

Existem algumas diferenças fundamentais entre bebês pequenos e crianças maiores no quesito “refluxo”. Em adultos, o refluxo gastroesofágico é um fenômeno eventual, que ocorre somente em alguns momentos, principalmente ao longo do dia e após as refeições, e muitas vezes nem ocasionando sintomas. Nas crianças, em particular nos recém-nascidos e bebês pequenos, o RGE ocorre em praticamente todos os bebês, traduzido por regurgitações e/ou vômitos.

A competência do esfíncter esofágico inferior, que nada mais é que um pequeno músculo presente na região inferior do esôfago, responsável por impedir que o conteúdo do estômago volte para o esôfago, em associação com as suas estruturas vizinhas (vários ligamentos e músculos ligados a ele) são o principal mecanismo de proteção a ocorrência do RGE.

Fatores que favorecem o refluxo nos recém nascidos e bebês:

  1. Imaturidade do desenvolvimento desse esfíncter e as suas estruturas.
  2. Estímulo hormonal relacionado ao esfíncter não é bem desenvolvido.
  3. Menor comprimento do músculo do esfíncter esofágico inferior e menor massa muscular, e portanto menor capacidade de realizar pressão contra o refluxo.
  4. Posição do bebê a maior parte do tempo na horizontal, favorecendo a regurgitação.
  5. Imaturidade do peristaltismo do intestino do bebê.
  6. Baixa produção de saliva.
  7. Alimentação líquida (leite materno ou fórmula).

Ufa! São muitos fatores, e todos eles juntos fazem o bebê regurgitar…isso pode ser mais (alguns bebês muito mais…) ou menos, dependendo de cada bebê.

Isso explica o fato de ocorrer uma melhora quando o bebê começa a ficar mais sentadinho, por volta dos 6 meses de vida, permanecendo mais na vertical, que coincide também com a introdução de alimentos sólidos. Quando o bebê começa a andar então, nem se fala! Tudo isso tem a ver com o fato de a posição vertical favorecer o esvaziamento gástrico, que ocorre mais rápido, pois a própria posição já ajuda! E os alimentos sólidos também tendem a dificultar o refluxo também, pela sua própria consistência. ..

E quando devo pensar em doença do refluxo gastroesofágico?

O refluxo gastroesofágico que chamamos de patológico que significa a doença do refluxo gastroesofágico propriamente dita, é assim considerada quando causa comprometimento do crescimento da criança, tende a persistir os sintomas após o período que o refluxo fisiológico já cessou e pode levar a complicações.

O mecanismo da DRGE é multifatorial, que quer dizer que não tem uma única causa, e qualquer criança que apresente refluxo pode evoluir para um refluxo patológico (doença), para a angústia dos pais…

Geralmente é decorrente do desbalanço entre os fatores protetores do esôfago contra o refluxo (os músculos e as estruturas que o protegem, a musculatura do esôfago responsável pela velocidade da passagem do leite pelo esôfago, a mucosa do esôfago mais resistente), o os fatores que causam dano ao esôfago (o volume e as características do liquido que reflui para o esôfago). Esse desequilíbrio leva ao aumento da frequência e duração dos episódios de refluxo e consequentemente podem causar complicações.

Por isso, precisamos estar atentos aos sinais de alarme:

Vômitos e regurgitações não melhoram após seis meses de vida

Criança que pára de crescer ou não ganha peso

Sintomas de esofagite, como: irritabilidades, choro excessivo

O bebê que se recusa a comer, ou começa a mamar e logo chora

Postura anormal da cabeça, chamada síndrome de Sandifer (veja a figura abaixo), em que o bebê se curva todo, quando o refluxo ocorre, devido a muita dor.

Outras doenças associadas, como pneumonias, faringite ou laringites de repetição, bebês chiadores

Presença de sangue nas fezes ou vômitos com sangue

bebe DOENÇA DO REFLUXO GASTROESOFAGICO, pediatria descomplicada, dra kelly oliveira,, pediatra são paulo

Lembre-se pais, que na presença de qualquer sinal de alarme ou dúvida em relação ao seu bebê, o médico precisa ser consultado! Nunca medique seu filho sem orientação médica.

Você gostaria de saber que medidas você mamãe pode fazer para melhorar o refluxo (ainda que fisiológico…) do seu filho? O que a asma tem a ver com refluxo? No próximo post tem mais!

Se você tem alguma história de refluxo para contar, ou alguma dúvida, por favor, escreva nos comentários.

Um abraço,

Dra. Kelly

CRM 145039

Veja ouitras dicas em:

Sinais de alerta na criança: quando (não) procurar o pronto atendimento infantil

Referências bibliográficas:

  • Tratado de Pediatria da Sociedade Brasileira de Pediatria, 3ª edição – 2014
  • Gastroesophageal reflux. R C. Norton, F J. Penna. Jornal de Pediatria – Vol. 76, Supl.2, 2000

Photo credits: https://encrypted-tbn0.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcTyoXuinP707MSriU61N_f3IiDjcILilrupIsMbAWqBsHqXWeie

37 Comments

  • Pingback: Refluxo x asma: qual a relação entre eles? |

  • Camila Andrade 27/11/2014 Reply

    Minha bebê foi diagnosticada com refluxo com 4 dias d vida, pois teve um engasgo após vomitar uma pasta amarelada. Eu nao acreditei que fosse refluxo, para mim era algo relacionado ao parto, alguma coisa q ela ingeriu e não foi aspirada. Não dei o remédio do refluxo atá a primeira consulta com a pediatra q iria acompanhá-la. Com 15 dias, ela passou na pediatra e contando o que houve ela disse q seria msm necessário o uso do medicamento. Mas assim q começou c a bromoprida, Rafaela ficou mto irritada, agitada, nao dormia. Levei na medica q suspendeu a medicação. Hj percebo q ela apresenta alguns desses sintomas como o d arquear o pescoço p traz e da p perceber q algumas vezes o leite volta e ela sente uma irritação na garganta. Vamos voltar c outra medicação. Porém, o ganho d peso dela é otimo. Qto devo me preocupar?

    • Olá mamãe Camila! Que bom que você compartilhou aqui a sua história. O refluxo, como coloquei no post, pode se apresentar por diversos sintomas e muitas vezes não aparentar gravidade. Entretanto é fundamental que você tenha um acompanhamento próximo com o pediatra. Como o pediatra já a acompanha, vc deve perguntar para ele sobre a questão do refluxo do seu bebê e o quanto é preocupante…nada substitui uma avaliação médica! Continue acompanhando as novidade aqui no blog! Um bjo, Dra Kelly

  • Pingback: Medidas simples e eficazes para prevenir o refluxo do seu bebê |

  • Pingback: Alergia a proteína do leite de vaca x intolerância a lactose: entenda as diferenças | pediatria descomplicada

  • Marcia 21/12/2014 Reply

    Olá
    O meu bebê tem 4 meses e de uns tempos para cá tem regurgitado muito, no último mês ele não ganhou muito peso. O pediatra falou que era porque eu estava dando de mamar menos de 2 horas. Isso até acontecia as vezes, tive até que fazer exame de urina para ver se tinha alguma infecção. O pediatra me passou um remédio para o refluxo, mas acho que não está adiantando. O duro é que só volto em consulta no começo de janeiro. O bom é que o meu bebê não sente nenhuma dor, mas estou preocupada por ele não estar ganhando peso.

  • Rosiane Quintas 29/12/2014 Reply

    Meu bebê tem 3 meses e 24 dias… Ele foi diagnósticado com alergia a proteína do leite de vaca. Então cortei todo o leite da minha alimentação já que ele só mama no peito. Antes de descobrir o APLV foi diagnósticado com refluxo e esta tomando remédios domperix e label. Ele tinha melhorado, só que essa semana ele tem chorado um pouco mais do que o normal, sempre na hora que esta mamando e olho a fralda e ele está borradinho (pouquinho de coco), aí fico na duvida se é cólica ou do refluxo, já que ele voltou a regurgitar. Ele tem muitos gases também, e solta muito pus, isso é normal?

    • Olá querida mamãe Regiane, obrigada pelo envio de sua dúvida. Situações específicas como a sua o ideal é consultar o pediatra, pois ele poderá te dar as orientações adequadas. Continue acompanhando as novidades aqui no blog! Um bjo Dra Kelly Oliveira

  • Pingback: Cólica do bebê: parte 1 | pediatria descomplicada

  • Pingback: Cólica do bebê: parte 2 | pediatria descomplicada

  • Pingback: Cólica do bebê: dicas para acalmar o bebê – Parte 3 | pediatria descomplicada

  • Jéssica Lima 26/02/2015 Reply

    Meu bebê tem 2m e 20dias e desde que ele nasceu ele gorfa muito apesar que ele mama fórmula, e de um mês pra cá o gorfo dele vem aumentado muito e as vezes ele vomita, mas ele tem ganho de peso normal e tem um bom desenvolvimento. Além de tudo isso ele tem muita cólica.
    Eu quero saber se é normal na idade dele, por que a quantidade de gorfo é grande. Outra coisa que eu comecei a notar é quando vamos passaer ele parece ficar mais agitado ele gorfa mais ainda chega até vomitar.
    A pediatra dele passou um remédio e trocou o leite dele pra Nan AR pra ele tomar.

    • Olá querida Jessica. o mais importnte é você continuar fazendo seguimento com o pediatra. Todas as crianças apresentam um certo grau de refluxo, que é fisiológico, e somente o pediatra poderá identificar quando é doença. Continue acompanhando as novidades por aqui! Para seguir o blog e receber as novidades por email, basta clicar no botão “seguir” no site. Siga também no Facebook (ative o receber notificações, para receber aviso dos posts novos) e instagram (@pediatriadescomplicada) Um bjo, Dra Kelly

  • Pingback: Entenda como funciona o sono do bebê | pediatria descomplicada

  • Patrícia 17/03/2015 Reply

    E normal quando o bb regurgita sair até pelo nariz causando incomodo no bebê para respirar, meu bebê vai fazer dois meses e isso já aconteceu várias vezes

    • Olá querida Patricia. Isso pode mesmo acontecer quando o seu reflexo de ejeção do leite é mais intenso, porém o próprio bebê tem um mecanismo de defesa que é a tosse e ele pára de sugar, depois voltando a sugar novamente. Se isso acontecer seguidamente você pode tirar um pouco o leite antes de colocar o bebê no peito, e sempre ter acompanhamento do pediatra. Continue acompanhando as novidades por aqui! Para seguir o blog e receber as novidades por email, basta clicar no botão “seguir” no site. Siga também no Facebook (ative o receber notificações, para receber aviso dos posts novos) e instagram (@pediatriadescomplicada) Um bjo, Dra Kelly

  • daiana 19/03/2015 Reply

    Meu bebê tem cinco meses e tem refluxo muito forte,toma remédios pra digestão rápida e pra dor azia, porque quando ele arrota já é chorando e gorfando.Chego trocar a roupa dele dez vezes ao dia,uso fraldas de panos muitas porque paninho de boca nao da conta.É muito ruim nao deixo ele sozinho nunca tenho muito medo dele se engasgar. Mas ainda bem que ele nunca perdeu peso.

    • Olá querida Daiana. Tem crianças que tem mais refluxo que as outras, e isso é real. Não necessariamente é doença e para isso precisa acompanhar com o pediatra. O fato dele ganhar peso é positivo. Se precisar de acompanhamento profissional, atendo em consultório particular em São Paulo, para marcar consulta você pode ligar para (11) 5088-6699. Continue acompanhando as novidades por aqui! Para seguir o blog e receber as novidades por email, basta clicar no botão “seguir” no site. Siga também no Facebook (ative o receber notificações, para receber aviso dos posts novos) e instagram (@pediatriadescomplicada) Um bjo, Dra Kelly

  • Pingback: Bronquiolite: a importância da prevenção | pediatria descomplicada

  • Dênis 16/05/2015 Reply

    Olá Dra, é normal o bebe com refluxo chorar o dia inteiro? Minha bebe tem cinco semanas. Em conversa com o pediatra chegamos à conclusão q era refluxo e começamos o label na quinta. Mas ela não para de chorar, aliás ela grita o dia inteiro. Estou desesperada sem saber mais o que fazer… Não produzo quase nada de leite, então ela toma fórmulas depois que dou o peito. O ganho de peso dela está bem. Mas tem muitas cólicas, dificilmente arrota e fica muito incomodada após as mamadeiras. Além do choro q e o mais angustiante…

    • o diagnpostico de refluxo é feito pelo médico, e a criança não deve sentir dor dessa forma., É preciso diferenciar o que seria dor de cólicas, ou gases ou mesmo dor. Para isso precisaria de uma avaliação detalhada. Se precisar de acompanhamento profissional, atendo em consultório particular em São Paulo, para marcar consulta você pode ligar para (11) 5088-6699. Continue acompanhando as novidades por aqui! Para seguir o blog e receber as novidades por email, basta clicar no botão “seguir” no site. Siga também no Facebook (ative o receber notificações, para receber aviso dos posts novos) e instagram (@pediatriadescomplicada) Um bjo, Dra Kelly

  • Kelly 16/10/2015 Reply

    Ola meu filho ja vai fazer dois anos e o refluxo nao passa ele nao engorda so emagrece e tbem é bem abaixo da media de crescimento, ele nao dorme e o pescoco dele tbem quando vai dormir fica desse jeito muito agitado e dificuldade pra engolir nao sei mas o q faco pois ja fui em gastro, alergista tirei leite de vaca e nada adianta ele tomava losec agora parei pq ele tava dando umas alergias na pele e so foi tirar o remedio e ele melhorou, isso nunca vai acabar? Ja to cansada pq nao durmo e nem ele, ele soluca todo tempo e parece q nao faz digestao, ja usei bromoprida e domperidona mas parece q so piora, o q eu faco? Ele nao ta crescendo pq nao dorme e fica fzendo um estalo com a garganta a noite toda e espremendo me ajude!

    • Olá querida. Seria interessante procurar um especialista para seu filho, como um gastronomia ou alergista. Sei que vc já foi mas eles que poderão te ajudar. Um bjo Dra Kelly

  • Pingback: Alergia alimentar, alergia ao leite de vaca e intolerâncias no bebê amamentado | pediatria descomplicada

  • Eliane 09/02/2016 Reply

    Dra Kelly, meu bebê tem 1 mes e 20 dias e ele regurgita muito.
    Eu tenho bastante leite e ele mama muito bem.
    Antigamente mamava 55 minustos, como ele regurgita muito e o médico disse que é excesso de leite, eu diminui a mamada para 40 minutos, ainda assim ele continua regurgitando muito. (muitas vezes eu tenho que interromper a mamada para nao ultrapassar os 40 min)
    Ja cheguei até fazer um teste de mamada de 20 minutos, mas continua regurgitando bastante e neste caso fiquei preocupada em deixa-lo com fome.
    Além disso, há uns 11 dias estou fazendo intervalos maiores de 4 horas geralmente, só dou em 3 horas se ele tiver muito chorão.
    No primeiro mes ele engordou muito, aproximadamente 55 g/dia.
    Mas o que muito me preocupa é quando engasga. Geralmente nas mamadas da manha que ele não dorme direto, ele acorda engasgado com golfadas grandes que saem pelo nariz e pela boca e fica batendo a cabeça em mim (indo pra frente e pra tras), chorando.
    *na madrugada, como tenho medo dele engasgar nem deixo ele mamar muito, só dou um peito pra ele (aproximadamente 20 a 30 min)
    Mesmo assim, dorme bem.
    Quase nunca arrota.
    Pelo fato dele ganhar peso, pode não ser um refluxo de se preocupar, mas será que não tem algo para confortar o meu bebe? Ele fica muito irritado..
    Nao sei o que fazer…
    Obrigada
    Eliane

  • Claudia 12/02/2016 Reply

    Olá minha filha tem 11 meses tem refluxo ela não ganha peso e fica o tempo todo com a boca seca o peso dela é 6.500 agora estou preocupada ela toma o medicamento faz uma semana será que depois ela volta a ganhar peso ou não vai ficar desnutrida?

  • Ana Oliveira 10/05/2016 Reply

    Bom dia.
    Meu filho tem 3 anos e desde pequeno “golfava” muito, porém a pediatra dizia ser normal. Nos primeiros dias perdeu muito peso, depois engordou bastante.
    Com 3 meses teve sua 1° bronquilite e de lá pra cá quadros de asma crônica, fazemos tratamentos com Aerolin, Flixotide, Avamys, Singulair, Cetotifeno, enfim…. e ao menos 1 vez por mês em uso de antibiótico.
    Ele já fez cirurgia da adenóide e retirou as amígdalas, e com 4 meses de cirurgia, a adenóide voltou….
    Além disso, quadros de otites e pneumonias de repetição….. e pela 2° vez atelectasia no pulmão direito.
    Já passei por diversos otorrinos, pneumologistas e pediatras, e as medicações não surtem mais efeitos. Aquela “catarreira” não passa nunca, e sempre ouço um: “é normal nessa idade mamãe”!!!!
    Pelo que li aqui, pode ser associado á refluxo oculto.
    Até acupuntura já fizemos e nada melhora…..
    Me sugere acompanhamento com algum tipo de especialista? por favor, eu não sei mais o que fazer para ajudá-lo!

  • Luana 17/05/2016 Reply

    Meu bebê ontem vomitou um jato e hoje tbm. E está sentindo muita dor e se esticando pra trás como se fosse cólica. Estou super preoucupada.

  • Veridiana fonseca 23/06/2016 Reply

    Meu filho fez a cirurgia denoide e amidalas,e tem problema d refluxo.não para essa tosse chata,levo ele no otorrino direto.sera q tenho q levar no medico q trata de alergia? Me ajudem p favor.

  • Pingback: Mitos sobre a língua presa e porque ela afeta a amamentação – Parte 2 | pediatria descomplicada

  • Pingback: Quanto de sono seu bebê realmente precisa? | pediatria descomplicada

  • Pingback: Sono seguro do bebê: novas recomendações – parte 1 | pediatria descomplicada

Deixe uma resposta